Reação química

Homem fica com a língua verde e ‘peluda’ após misturar remédio com cigarro

A condição pode ser causada por um raro efeito colateral de antibióticos, higiene oral ruim, boca seca, fumar ou se alimentar de comidas moles que não esfreguem a pele morta da língua

Por O TEMPO
Publicado em 12 de julho de 2023 | 15:55
 
 
 
normal

Um homem, de 64 anos, ficou com a língua verde e peluda após ter uma reação por tomar antibióticos para conter uma infecção e fazer uso de cigarro. O caso foi descrito em estudo publicado na revista The New England Journal of Medicine no último dia 6 de julho.

Ao perceber a mudança de cor na língua, o homem decidiu ir imediatamente ao hospital. Conforme os médicos, o paciente fazia uso de antibióticos para conter uma infecção na gengiva e após fumar o organismo supostamente não aceitou a mistura das duas substâncias e ele acabou passando mal.  

"Ao examinarmos o físico, a língua tinha filiformes na papila e uma coloração verde. Nenhuma outra lesão oral ou dental foi observada. O diagnóstico foi língua peluda", explicam os autores do estudo de caso, Eric Karr e Brian Elliot, do Centro Médico Wright-Patterson, em Ohio, nos Estados Unidos.

De acordo com especialistas, essa condição, comum e inofensiva, é causada pelo acúmulo de células de pele morta na língua. Isso faz com que as papilas, saliências que cobrem e protegem a língua, cresçam. Acontece que bactérias, comida e outras substâncias também ficam presas nessa parte do músculo. O resultado geralmente é uma coloração preta, marrom, amarela ou, como foi no caso deste homem, verde.

A condição pode ser causada por um raro efeito colateral de antibióticos, higiene oral ruim, boca seca, fumar ou se alimentar de comidas moles que não esfreguem a pele morta da língua.

No caso do indivíduo analisado, a língua começou a mudar depois que ele parou de tomar antibióticos para uma infecção dental. O tratamento consiste na remoção dos "pelos" com raspagem do órgão (Lingual Higienizador) e uma rotina de higiene oral. No caso do paciente, também vou recomendado parar de fumar.

Após seis meses, a língua do homem voltou a ter uma aparência normal.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!