Inglaterra

Homem que esfaqueou filha de 12 anos e sufocou esposa é julgado

Os jurados tiveram que ouvir detalhadamente como as duas mulheres foram mortas

Por O Tempo
Publicado em 18 de abril de 2023 | 16:41
 
 
 

Um homem esfaqueou a filha autista de 12 anos e sufocou a esposa após descobrir que ela estava o traindo e está em julgamento por seus crimes. O triste episódio aconteceu em Suffolk, na Inglaterra, em setembro de 2022. 

Os jurados tiveram que ouvir detalhadamente tudo que aconteceu na casa da família e o triste fim das duas mulheres. Segundo os relatos, Peter Nash entrou em um acesso de raiva quando descobriu que a então esposa, Jillu estava tendo um caso com um colega de trabalho. Além disso, ela planeja abandonar o casamento, que já durava 13 anos. 

Durante o descontrole, ele enfiou uma camiseta na boca de Jillu sufocando-a. Depois disso, ele teria esfaqueado a própria filha no abdômen. Chamada Louise, a adolescente tinha 12 anos e era autista. 

Quando a polícia invadiu a casa depois de receber um telefone com a denúncia, encontrou uma carta de Peter em que ele confessa o duplo homicídio. 

Jillu foi encontrado em um quarto nua e coberta por uma colcha. Ao seu lado estava Peter, com diversos cortes superficiais no próprio corpo. 

Descrevendo o caso como 'trágico e terrível', o promotor David Josse KC disse aos jurados: “Evidências científicas e outras sugerem que nenhuma terceira parte estava envolvida”.

O réu se recusou a fazer comentários à polícia durante as entrevistas, mas admitiu os crimes a uma equipe psiquiátrica do hospital, ouviram os jurados.

'Ele disse a eles que estava com raiva de sua esposa. Ele a confrontou com uma foto que encontrou dela com outro homem e disse que matou a esposa e tentou se matar', disse Josse. O julgamento continua. (Com informações de MailOnline)

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!