Nunca é tarde para começar

Idosa de 92 anos vai à escola pela primeira vez e aprende a ler e escrever

Nascida em 1931, a indiana se casou aos 14 anos e, há seis meses, acompanhada de sua nora Firdaus, senta-se ao lado de crianças oito décadas mais novas, algumas delas seus bisnetos, para estudar

Por O TEMPO
Publicado em 29 de setembro de 2023 | 10:50
 
 
 

Salima Khan passou a infância em uma aldeia de Bulandshahr, na Índia, onde não havia ensino para meninas. Agora, aos 92 anos, ela frequenta a escola pela primeira vez e aprende a ler e escrever, inspirando outros a seguirem seu exemplo. 

Nascida em 1931, a indiana se casou aos 14 anos e, há seis meses, acompanhada de sua nora Firdaus, senta-se ao lado de crianças oito décadas mais novas, algumas delas seus bisnetos, para estudar. Sua história ficou conhecida após um vídeo no qual aparece contando até cem viralizou. “Meus netos me enganavam para que eu lhes desse mais dinheiro porque eu não sabia contar”, declarou ao jornal Times of India. “Esses dias acabaram”.

Inspiradas por seu exemplo, 25 mulheres de sua cidade começaram a frequentar aulas de alfabetização, conforme relatado pela diretora da escola, Pratibha Sharma, ao Times of India. 

O Guinness World Records registra Kimani Ng’ang’a Maruge, do Quênia, que já faleceu, como a pessoa mais velha a concluir o ensino fundamental, tendo ingressado em uma instituição de ensino em 2004 aos 84 anos. A taxa de alfabetização na Índia é de cerca de 73%, segundo o censo de 2011.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!