Barbaridade

Influenciadora esquartejada em Hong Kong tinha fortuna de 700 mi

Polícia encontrou partes do corpo da influenciadora esquartejados e, no local, as autoridades também encontraram uma serra elétrica e um moedor

Por Agências
Publicado em 01 de março de 2023 | 16:00
 
 
 

Motivos não faltam para a repercussão internacional do bárbaro assassinato de Abby Choi, uma jovem de 28 anos de Hong Kong. Conforme o crime vai sendo desvendado pela polícia local, mais mirabolante e chocante se torna a história.
 
Encontrada morta esquartejada depois de ser dada como desaparecida desde o dia 21 de janeiro, a polícia encontrou partes do corpo da influenciadora esquartejados e, no local, as autoridades também encontraram uma serra elétrica e um moedor, segundo um relatório divulgado por Alex Chung, chefe da força de segurança.
 
Vinda de uma importante família da área de construção civil, Abby tinha uma fortuna avaliada em 700 milhões de dólares, valor equivalente a R$ 3,6 bilhões, mas trabalhava como influenciadora. Seu conteúdo era voltado para moda e estilo de vida, e a polícia suspeita que o valor possa ser um dos motivos para o crime.
 
Algumas marcas de luxo que já trabalharam com a socialite são Dior, Gucci, Valentino e Chanel, e ela acompanhou de perto os desfiles da Semana de Moda de Paris. Por conta da relevância, a influenciadora também já foi destaque em publicações de revistas, como Vogue e Elle e, em 13 de feveiro, apareceu como destaque na capa da revista L'Officiel Monaco.
 
As autoridades investigam um possível envolvimento do ex-marido, Alex Kwong, e de familiares dele por uma disputa pelo dinheiro da milionária.
 
(Folhapress

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!