Guerra

Israel adverte palestinos a deixar Gaza ante ataque iminente

Veja vídeo em que IDF denuncia bloqueios do Hamas para impedir fuga da população para o sul da Faixa

Por Agências
Publicado em 14 de outubro de 2023 | 16:28
 
 
 
normal

Tel Aviv, Israel. Israel voltou a advertir a população, neste sábado (14), para que deixe o norte da Faixa de Gaza, enquanto continua bombardeando o enclave palestino em resposta à sangrenta ofensiva do grupo islamita Hamas, há uma semana.

O Hamas instou os palestinos a rejeitar a intimação israelense. Segundo as Forças de Defesa de Israel, o grupo extremista estaria colocando bloqueios nas estradas para impedir a passagem dos palestinos em direção ao sul. (Veja abaixo)

 

Diz a mensagem; "Após o apelo das FDI aos residentes da Faixa de Gaza para evacuarem as suas casas para o sul, para sua própria proteção, os residentes da Faixa de Gaza começaram a mover-se para o sul a partir do Rio Gaza. O Hamas cria dificuldades para os residentes da Faixa de Gaza se deslocarem nas estradas centrais e impede a passagem de veículos nessas estradas"

 

O posto de Rafah, única saída pelo Egito, está fechado. De acordo com a Agência Lusa, o governo egípcio não estaria permitindo a passagem de estrangeiros. Oficiais de segurança ouvidos pelos jornalistas portugueses disseram que isso continuaria até a passagem de ajuda humanitária para o território palestino fosse liberada por Israel.

Os dados foram repassados pela Agência Brasil. Milhares de habitantes fugiram do norte de Gaza - em reboques, burros, carroças, motocicletas, de carro, ou a pé -, abrindo caminho entre os escombros e edifícios destruídos.

Um grupo de aproximadamente 30 brasileiros está em Rafah, sob os cuidados do Ministério das Relações Exteriores brasileiro, aguardando a liberação para cruzar a fronteira. Em Roma, um avião da FAB aguarda a aprovação para seguir para o Egito para trazê-los de volta ao Brasil.

A Faixa de Gaza, com 362 km² e cerca de 2,4 milhões de habitantes, está situada entre Israel, Egito e o Mar Mediterrâneo e está sujeita a um bloqueio de Israel desde 2006. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!