reforço de laços

Joe Biden visita a Irlanda do Norte para celebrar 25 anos de acordo de paz

Primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, receberá presidente norte-americano no aeroporto de Belfast, cidade onde foi assinado em 1998 o Acordo da Sexta-Feira Santa

Por Agência
Publicado em 11 de abril de 2023 | 07:59
 
 
 

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, desembarca nesta terça-feira (11) em Belfast, capital da Irlanda do Norte, para participar nas celebrações do 25º aniversário do acordo de paz, que acabou com três décadas de violência na província britânica.

O primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, receberá Biden no aeroporto de Belfast, cidade onde foi assinado em 1998 o Acordo da Sexta-Feira Santa, após longas negociações com a participação dos governos de Londres, Dublin e Washington.

O acordo acabou com três décadas de conflito entre nacionalistas pró-Irlanda - majoritariamente católicos - e unionistas pró-Grã-Bretanha - principalmente protestantes e que desejam permanecer no Reino Unido. A violência no período provocou mais de 3.500 mortes.

Um quarto de século depois, a Irlanda do Norte enfrenta uma grave crise política. As instituições do país estão bloqueadas há mais de um ano por divergências vinculadas à saída do Reino Unido da União Europeia. 

Alguns incidentes foram registrados na segunda-feira na cidade fronteiriça de Londonderry, quando jovens encapuzados lançaram bombas incendiárias contra viaturas da polícia. 

Sunak deseja aproveitar o aniversário do acordo para obter o desbloqueio institucional e usará a visita de Biden "para celebrar os êxitos da Irlanda do Norte, além de estimular investimentos a longo prazo", de acordo com Downing Street.

Biden quer aproveitar a visita para "destacar o grande progresso" desde a assinatura do acordo, afirmou a secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre. 

A viagem também mostrará a disposição dos Estados Unidos "para apoiar o amplo potencial econômico da Irlanda do Norte em benefício de todas as comunidades", acrescentou.

Biden, que tem origens irlandesas, viajará em seguida à Irlanda para uma visita de três dias que o levará na sexta-feira a Ballina, a cidade de seus ancestrais. Em um discurso no Parlamento irlandês, Biden "celebrará os laços profundos e históricos" que o país compartilha com os Estados Unidos, segundo a Casa Branca. (AFP) 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!