dados da ONU

Mais de 2.500 migrantes morreram ou desapareceram no Mediterrâneo em 2023

Número representa um aumento de dois terços em comparação ao mesmo período em 2022

Por Agências
Publicado em 28 de setembro de 2023 | 18:09
 
 
 
normal

Mais de 2.500 migrantes morreram ou desapareceram ao tentar cruzar o Mediterrâneo em direção à Europa desde o início do ano, informou, nesta quinta-feira (28), o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

"Até 24 de setembro, mais de 2.500 pessoas foram registradas como mortas ou desaparecidas em 2023. Este número representa um aumento de dois terços em comparação com as 1.680 pessoas [mortas ou desaparecidas] no mesmo período em 2022", disse Ruven Menikdiwela, diretora do escritório do Acnur em Nova York, durante uma reunião do Conselho de Segurança dedicada à crise migratória no Mediterrâneo. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!