luto

Martti Ahtisaari, ex-presidente da Finlândia e Nobel da Paz, morre aos 86 anos

Finlândes se aposentou da vida pública em 2021 devido à doença de Alzheimer

Por Agência
Publicado em 16 de outubro de 2023 | 11:13
 
 
 

O ex-presidente finlandês Martti Ahtisaari, Prêmio Nobel da Paz em 2008, faleceu aos 86 anos em Helsinque, informou o governo do país nesta segunda-feira (16). Ahtisaari se aposentou da vida pública em 2021 devido à doença de Alzheimer.

Presidente da Finlândia de 1994 a 2000, também diplomata da ONU, Ahtisaari ajudou a acabar com conflitos de longa data em todo o mundo.

O finlandês coordenou em 2005 as negociações entre o governo da Indonésia e os separatistas do Movimento Aceh Livre (GAM), após uma guerra de três décadas que deixou quase 15.000 mortos.

"Tenho muita paciência. Não fico chateado, mas posso ser muito duro", disse pouco depois das negociações na Indonésia. Ele acrescentou que considerava a chave do seu sucesso a capacidade de compreender as pessoas.

A questão do Kosovo, no entanto, foi um fracasso para o incansável ativista da paz, que acreditou que poderia aproximar sérvios e albaneses de Kosovo e superar os danos do conflito de 1998-1999.

No fim de 2005, o Conselho de Segurança da ONU pediu que ele supervisionasse as negociações entre sérvios e kosovares sobre o futuro estatuto da província. Dois anos depois, ele encerrou as negociações e aconselhou a independência.

As últimas negociações, sem a presença do finlandês, fracassaram e Kosovo declarou unilateralmente sua independência em 17 de fevereiro de 2008. 

O Reino Unido recorreu a Ahtisaari em 2000 como observador do desarmamento do Exército Republicano Irlandês (IRA), após o anúncio da organização clandestina de que pretendia renunciar à violência.

Após o anúncio do Nobel em 2008, Ahtisaari considerou que sua ação mais determinante foi participar no processo que resultou na independência da Namíbia.

Ahtisaari nasceu em 23 de junho de 1937 em Viipuri (atualmente Viborg, na Rússia), então na Carélia finlandesa. A família foi retirada da província, anexada pela União Soviética após a Segunda Guerra Mundial. Em 1994, ele se tornou o primeiro presidente finlandês eleito por voto universal. (AFP) 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!