No Mississipi

Meteorologista reza em jornal ao mostrar força de tornado; veja vídeo

Querido Jesus, por favor, ajude eles, disse o especialista enquanto analisava as imagens de satélites; pelo menos 23 pessoas morreram

Por Agência
Publicado em 25 de março de 2023 | 12:35
 
 
 

O meteorologista-chefe da WTVA Weather Authority, Matt Laubhan, vencedor do Emmy, rezou durante um jornal local, nos EUA, enquanto falava sobre a força do tornado que atingia o Estado americano de Mississipi. O fenômeno deixou ao menos 23 mortos e um cenário de destruição.

"Esse é um forte tornado e com risco de mortes. Eu sei que vocês confiam muito em mim, mas a realidade é que esse tornado pode mudar de direção. Então, moradores de Amory, vocês precisam estar em locais que sejam seguros. Nós temos novas imagens chegando enquanto falamos. [...] Querido Jesus, por favor, ajude eles. Amém", disse Laubhan, na noite desta sexta-feira (24), depois de se mostrar chocado com as imagens que via no sistema meteorológico.

Saiba mais


Ao menos 23 pessoas morreram em decorrência de violentas tempestades e pelo menos um tornado que atingiram o estado do Mississippi, no Sul dos Estados Unidos, na noite de sexta-feira, disseram autoridades neste sábado (25). 

A agência de gestão de emergência do Estado, MEMA, disse que pelo menos quatro pessoas estão desaparecidas e dezenas ficaram feridas, enquanto milhares de clientes no Mississippi, Alabama e Tennessee ficaram sem energia. 

"Pelo menos 23 habitantes do Mississippi morreram por tornados violentos ontem à noite. Sabemos que muitos mais estão feridos. Equipes de busca e resgate continuam ativas", disse o governador do Mississippi, Tate Reeves, no Twitter. 

"A perda será sentida nestas cidades para sempre. Por favor, ore para que a mão de Deus esteja com todos aqueles que perderam familiares e amigos", completou o governador. 

A MEMA teme que o número de mortes, "infelizmente", aumente. As operações de busca e resgate estão em andamento nos condados de Sharkey e Humphreys, cerca de 110 quilômetros ao norte de Jackson, a capital do estado, disse a agência no Twitter. 

"Minha cidade se foi", disse o prefeito de Rolling Fork, Eldridge Walker, no condado de Sharkey, à WJTV: "O que encontramos é a devastação ao nosso redor."

"Assustador"


Woodrow Johnson, um funcionário do condado de Humphreys, disse à CNN que sua esposa o acordou assustada com o barulho. "Foi uma coisa muito assustadora", disse Johnson, acrescentando que a casa de seu vizinho, um trailer, havia "desaparecido completamente". 

O Serviço Nacional de Meteorologia alertou os moradores neste sábado que "os riscos persistirão mesmo depois que as tempestades passarem". 

Imagens de televisão mostraram casas destruídas e escombros espalhados pelas estradas. "Quanto aos números oficiais de danos, não os teremos até amanhã", disse Malary White, da MEMA. 

O Serviço Meteorológico Nacional de Jackson informou no início deste sábado que o alerta de tornado havia passado. "Chuvas e trovoadas adicionais são esperadas em toda a nossa área", tuitou, acrescentando que "não se espera que sejam severas". (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!