Chuvas

Mortos pelas enchentes chegam a 96 na Somália e passam de 70 no Quênia

Inundações já deixaram cerca de 700 mil pessoas deslocadas, segundo as Nações Unidas

Por Agências
Publicado em 25 de novembro de 2023 | 17:06
 
 
 
normal

O número de pessoas mortas pelas inundações causadas por fortes chuvas na Somália subiu para 96, informou a agência de notícias estatal Sonna neste sábado (25). O número foi confirmado pelo chefe da Agência de Gestão de Desastres do país, Mahamuud Moallin, em mensagem no X, antigo Twitter.

Como o resto do leste e da região do Chifre da África, a Somália tem sido castigada por fortes chuvas que começaram em outubro, causadas pelos fenômenos climáticos El Niño e Dipolo, este no Oceano Índico. Ambos são padrões climáticos que causam impacto nas temperaturas da superfície dos oceanos e causam chuvas acima da média.

As inundações foram descritas como as piores em décadas e deixaram cerca de 700 mil pessoas deslocadas, segundo as Nações Unidas. As chuvas intensas provocaram inundações generalizadas em todo o país, provocando deslocamentos e agravando uma crise humanitária já existente, causada por anos de insurgência.

No vizinho Quênia, as inundações já mataram 76 pessoas, segundo a Cruz Vermelha. As chuvas também provocaram deslocamentos generalizados, destruição de estradas e pontes, além de deixarem muitos moradores sem abrigo, bebidas e alimentos, de acordo coma organização Médicos Sem Fronteiras. (Agência Brasil)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!