Ásia

Onda de frio já matou 166 no Afeganistão

País enfrenta temperaturas de até -33ºC desde 10 de janeiro, combinadas com nevascas, vendavais e quedas de energia

Por AFP
Publicado em 28 de janeiro de 2023 | 12:09
 
 
 
normal

Ao menos 166 pessoas morreram na onda de frio que afeta o Afeganistão, informou uma fonte do governo no sábado (28), no momento em que o clima extremo agrava a crise no país empobrecido.

O Afeganistão enfrenta temperaturas de até -33ºC desde 10 de janeiro, combinadas com nevascas, vendavais e quedas de energia.

As agências de ajuda humanitária alertaram da onda de frio que mais da metade dos 38 milhões de habitantes do Afeganistão estavam em situação de falta de alimentos e que quase quatro milhões de crianças sofriam de desnutrição.
O ministério da Gestão de Desastres informou que o balanço subiu para 166 vítimas fatais, 88 a mais que na semana passada, de acordo com os dados compilados até 24 de janeiro na 34 províncias do país. 

As mortes foram provocadas por inundações, incêndios e vazamentos de gás de fogões que as famílias usam para aquecer suas casas, destacou Abdul Rahman Zahid, funcionário de alto escalão do ministério.

Quase 100 casas foram destruídas ou danificadas e 80.000 cabeças de gado, cruciais para a alimentação da população, morreram. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta semana que 17 pessoas faleceram em um vilarejo na província de Badakhshan, nordeste, do país,devido a um surto "infecções respiratórias agudas". 

O Afeganistão enfrenta o segundo inverno desde que as tropas lideradas pelos Estados Unidos se retiraram do país e o Talibã retornou ao governo.

A ajuda externa caiu drasticamente desde que os ativos do Banco Central foram congelados pelos Estados Unidos, o que agravou uma crise humanitária que é considerada uma das piores do mundo. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!