Atentado

Premiê do Japão é retirado às pressas de evento após explosão

Uma pessoa foi detida no evento, na cidade de Wakayama; país reforçou a segurança após o assassinato do ex-primeiro-ministro Shinzo Abe, em julho de 2022

Por Agências
Publicado em 15 de abril de 2023 | 10:06
 
 
 

O primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, foi retirado de um evento no oeste do país após ouvir uma explosão, mas está seguro – noticiou a imprensa local.

Segundo diferentes informações, uma aparente "bomba de fumaça" foi lançada, mas até agora não há indícios de feridos, ou danos, no local. 

Uma pessoa detida no evento, na cidade de Wakayama, onde Kishida discursaria, informaram a televisão estatal NHK e outros meios de comunicação. 

A NHK mostrou imagens de membros da equipe de segurança e de policiais prendendo um indivíduo, enquanto a multidão deixava o local.

O Japão reforçou a segurança após o assassinato do ex-primeiro-ministro Shinzo Abe, baleado durante um evento de campanha em julho de 2022. 

O incidente em Wakayama coincide com a organização, no Japão, das cúpulas ministeriais do G7 em Sapporo (norte) e em Karuizawa, perto de Nagano (centro), antes da cúpula de líderes desse grupo em Hiroshima, em maio. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!