Dia da Lembrança do Holocausto

Presidente ucraniano afirma que 'indiferença mata junto com o ódio'

Volodimir Zelensky, no entanto, não mencionou a Rússia nem a invasão de seu país durante a declaração

Por Agência
Publicado em 27 de janeiro de 2023 | 08:30
 
 
 
normal

O presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, afirmou nesta sexta-feira (27), Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto que "a indiferença mata junto com o ódio", quase um ano depois do início da invasão russa de seu país. 

"Hoje, como sempre, a Ucrânia honra a memória de milhões de vítimas do Holocausto. Sabemos e recordamos que a indiferença mata junto com o ódio", afirmou Zelensky, que é judeu, em um vídeo divulgado nas redes sociais.

"A indiferença e o ódio criam o mal", acrescentou, antes de pedir às nações do mundo que "superem a indiferença para que exista menos espaço para o ódio". O presidente ucraniano, no entanto, não mencionou a Rússia nem a invasão de seu país no vídeo.

A Rússia acusa a Ucrânia de ser governada por nazistas que tentam exterminar os habitantes de língua russa para justificar sua invasão. E o presidente Vladimir Putin insistiu na retórica nesta sexta-feira.

"Esquecer as lições da história leva à repetição de tragédias terríveis. Isto é evidenciado pelos crimes contra civis, a limpeza étnica e as ações punitivas organizadas pelos neonazistas na Ucrânia", afirmou Putin em um comunicado divulgado no Dia Internacional da Lembrança do Holocausto. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!