CRIME

Professora é presa por enviar fotos eróticas e fazer sexo com aluno

Alexa Wingerter tem 35 anos e também deu bebidas alcóolicas para menores

Por O TEMPO
Publicado em 02 de maio de 2024 | 14:32
 
 
 

Uma professora está sendo acusada de enviar fotos eróticas, dar bebidas alcoólicas e ter feito sexto com "ao menos" um aluno. A sequência de crimes teria acontecido em Slidell, no Estado da Louisiana, nos Estados Unidos. 

Alexa Wingerter, tem 35 anos e vem sendo investigada pela polícia do local desde março de 2024. As queixas iniciais recebidas pelas autoridades eram de que ela estava tendo "relacionamentos inadequados" com alunos do colégio Slidell High School. 

A polícia realizou diversas entrevistas e, em seguida, emitiu mandados de busca. Durante a investigação, veio à tona a informação de que ela teria "enviado fotos e trocado mensagens" com alunos menores de idade. 

Além disso, há provas de que Alexa teria tido relacionamento sexual com um dos menores. "Também foram encontradas evidências de que ela estava comprando bebidas alcoólicas para seus alunos em bares locais em Slidell", disse o representante da polícia de Slidell.  

De acordo com a lei da Louisiana, os atos sexuais entre um educador e um aluno são ilegais quando o aluno tem 17 anos ou mais, mas tem menos de 21 anos, e o professor é mais de quatro anos mais velho que o aluno. A professora foi presa e aguarda por julgamento. 

(Com informações de Page Not Found e NOLA)

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!