Conflito

Rússia expressa 'tristeza' pela morte de jornalista da AFP na Ucrânia

Arman Soldin morreu em um ataque com foguetes no leste do país; circunstâncias em que ele morreu ainda não foram esclarecidas

Por Agências
Publicado em 10 de maio de 2023 | 08:29
 
 
 
normal

O governo russo expressou sua "tristeza" nesta quarta-feira (10) pela morte do jornalista da AFP Arman Soldin em um ataque com foguetes no leste da Ucrânia e afirmou que as circunstâncias em que ele morreu na terça-feira (9) devem ser esclarecidas. 

"Devemos entender as circunstâncias da morte deste jornalista", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov. "Só podemos expressar nossa tristeza" pelo ocorrido, acrescentou. Soldin, o coordenador de vídeo da AFP na Ucrânia, foi morto na terça-feira perto de Chasiv Yar.

(AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!