Diplomacia

Rússia expulsa diplomatas e fecha consulado sueco

Putin declarou suecos persona non grata após eles expulsarem russos

Por Agências
Publicado em 25 de maio de 2023 | 08:45
 
 
 

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia anunciou nesta quinta-feira (25) a expulsão de cinco diplomatas suecos e o fechamento do consulado sueco em São Petersburgo e do seu próprio na cidade sueca de Gotemburgo. 

"Foi tomada a decisão de declarar cinco diplomatas suecos persona non grata", disse o Ministério das Relações Exteriores da Rússia, segundo o qual a embaixadora sueca, Malena Mard, foi informada das medidas de represália de Moscou pelo que descreveu como "política de confronto" da Suécia. 

A medida foi tomada depois que a Suécia anunciou no final de abril a expulsão de cinco diplomatas russos por "atividades incompatíveis" com seu status diplomático. A Rússia chamou a expulsão de um ato "abertamente hostil" e acusou a Suécia de realizar uma "campanha russofóbica".

O Consulado Geral de Moscou em Gotemburgo será fechado em 1º de setembro, acrescentou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia em um comunicado. O consulado geral da Suécia em São Petersburgo também terá que encerrar suas atividades, acrescentou. 

Os laços com os países ocidentais sofreram uma deterioração sem precedentes depois que o presidente russo, Vladimir Putin, enviou tropas à Ucrânia em fevereiro de 2022 e o Ocidente adotou sanções contra Moscou.

(AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!