Rússia

Russo é multado em R$ 2.500 por sonhar com Zelensky, presidente da Ucrânia

O estudante universitário compartilhou na rede social VKontakte o sonho com o presidente ucraniano e dias depois foi intimado e multado

Por O TEMPO
Publicado em 15 de dezembro de 2022 | 11:30
 
 
 
normal

Um estudante universitário russo compartilhou em uma rede social um sonho que teve com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky e foi multado em 30 mil rublos (cerca de R $2.500) pela publicação. As informações são da agência de noticias Sibreal.

"Hoje sonhei que fui convocado (para o Exército russo), levado para algum tipo de campo de treinamento, e naquele momento as Forças Armadas da Ucrânia, lideradas por Zelensky, invadiram o local", postou Ivan na rede social russa VKontakte.

"Eles amarraram todo mundo, iam atirar e naquele momento Zelensky passou por mim e disse: 'Ah, eu vi suas histórias no Instagram, Glória à Ucrânia!'. Eu respondo a ele: 'Glória aos heróis!' Zelenskyy alegremente me dá um tapinha no ombro e diz: 'Então, deixe-o ir, atire em todos os outros.' Então eu digo a ele: 'Posso tirar uma selfie com você para o Instagram?' Zelenskyy diz: 'Você pode’”, completou o russo.

De acordo com a corte russo, a atitude de Ivan foi entendida como um descrédito às Forças Armadas do país. Por isso, foi aberto um processo nos termos do art. 20.3.3 do Código de Ofensas Administrativas da Federação Russa.

No entanto, Ivan se disse surpreso com o fato de um julgamento ter sido organizado para puni-lo após a postagem na mídia social.

A postagem no Instagram surgiu na época em que o presidente russo, Vladimir Putin, assinou a lei sobre "falsificação" e "descrédito" do exército russo. De acordo com as alterações ao código administrativo, por ações públicas destinadas a "desacreditar o uso das Forças Armadas", os cidadãos têm direito a multa de 30.000 a 50.000 rublos. 

As emendas também implicam responsabilidade criminal pela "divulgação de informações deliberadamente falsas sobre o uso das Forças Armadas Russas para proteger os interesses da Rússia e de seus cidadãos, manter a paz e a segurança".

Após o episódio, Ivan informou pelas redes sociais que as forças de segurança estão monitorando suas atividades.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!