pacientes no chão

'Sistema de saúde em Gaza está em colapso', diz ONG Médicos sem Fronteiras

Entidade internacional diz que está preparada para enviar suprimentos para maior hospital da Faixa de Gaza

Por Cinthya Oliveira
Publicado em 20 de outubro de 2023 | 17:35
 
 
 

“O sistema de saúde em Gaza está em colapso”, publicou a entidade internacional Médicos sem Fronteiras (MSF), na tarde desta sexta-feira (20), em sua conta da rede social X (ex-Twitter). De acordo com a organização que atende localidades vulneráveis em diversos países, os hospitais estão sobrecarregados e sem recursos. 

A entidade afirma que está pronta para fornecer mais apoio às instalações médicas em Gaza, assim que for possível. A Organização das Nações Unidas (ONU) informou que a fronteira do Egito deverá ser aberta neste sábado (21), para a entrada de 200 caminhões com mantimentos, água e medicamentos. 

O MSF informou que realizou, recentemente, uma grande doação de material médico, incluindo medicamentos, analgésicos e equipamentos para o hospital Al-Shifa, o principal centro cirúrgico da Faixa de Gaza. O problema é que, além de estar lotado de pacientes, o local tem recebido civis que buscam por um lugar mais seguro. 

"Doamos todos os nossos suprimentos médicos, tudo o que tínhamos, ao hospital Al-Shifa, na cidade de Gaza, há dois dias. Vimos centenas de pessoas se abrigando no hospital, e era difícil andar lá dentro", diz Loay Harb, enfermeiro de MSF em Gaza, em tuíte feito pela entidade.

"Havia um grande número de pessoas dentro do hospital. Elas consideram o hospital um lugar seguro, mas não há lugar seguro. Não há espaço suficiente. Há pacientes que precisam de cirurgia e estão deitados no chão", diz ele.

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!