Nova Zelândia e Filipinas

X, antigo Twitter, começa a cobrar de novos usuários por funções básicas

Por enquanto, medida atinge apenas os novos usuários nas Filipinas e na Nova Zelândia

Por O TEMPO
Publicado em 18 de outubro de 2023 | 13:26
 
 
 
normal

A rede social X, antigo Twitter, anunciou na terça-feira (18/10) que começou a cobrar de novos usuários na Nova Zelândia e nas Filipinas uma assinatura para a utilização e acesso a funções básicas da plataforma.

O teste é válido, inicialmente, apenas para novas contas das Filipinas e da Nova Zelândia. Eles deverão pagar entre US$ 0,75 e US$ 0,85 (R$ 3,78 e R$ 4,20, respectivamente, na cotação atual) anualmente para acessar funcionalidades básicas, como publicação de textos. Os usuários que optarem por não pagar a taxa terão acesso somente a uma versão "somente leitura" da plataforma, limitando-se à leitura de postagens, visualização de vídeos e acompanhamento de contas.

Sob a propriedade do bilionário Elon Musk desde o ano passado, a rede X afirmou que essa medida tem o potencial de ser eficaz na luta contra bots e spammers na plataforma, mantendo, ao mesmo tempo, a acessibilidade por meio de uma taxa de valor modesto.

Desde que assumiu o controle da rede social do passarinho, Elon Musk tem implementado diversas mudanças polêmicas na gestão e nos produtos do Twitter desde sua aquisição no ano passado, por um valor de US$ 44 bilhões (R$ 221,7 bilhões na cotação do dia).

Recentemente, ele propôs a ideia de cobrar uma taxa simbólica de todos os usuários para combater contas falsas, o que gerou críticas contundentes de usuários ao redor do mundo. (Com AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!