Recuperar Senha
Fechar
Entrar

O homem que estava atrás do gol e não viu a defesa

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 30/05/14 - 03h00

Três metros. Essa era a distância que Dário Goes estava do goleiro Victor na noite de 30 de maio de 2013. Apesar de estar tão perto do goleiro, o delegado da Conmebol não viu o pênalti defendido pelo camisa 1 do Atlético. Mesmo assim, o representante da entidade sul-americana descreve a defesa e a festa da Massa como sensacionais.
 

O delegado da Conmebol estava numa cadeira atrás do gol. Como estava trabalhando, Dário manteve a postura de sempre e permaneceu sentado. Mas, por conta das placas de publicidade, não conseguiu ver o lance.

“Quando há um pênalti marcado aos 48 min do segundo tempo, é claro que a primeira coisa que vem à cabeça é que vai ser gol. Mas o que aconteceu no Independência foi sensacional. A explosão da torcida foi emocionante”, disse Dário.

O que achou deste artigo?
Fechar

O homem que estava atrás do gol e não viu a defesa
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter