O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Veja o vídeo!

Após 67 dias de luta contra a Covid, paciente internado em Betim recebe alta

Jonatas de Almeida, de 38 anos, foi liberado do Cecovid-4, no Centro-Materno Infantil, nesta terça (7), com uma emocionante festa promovida pela equipe hospitalar, amigos e familiares

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Recuperado
Jonatas de Almeida, de 38 anos, foi entubado e ficou em ventilação mecânica por 43 dias
PUBLICADO EM 07/07/20 - 17h53

Depois de 67 dias de luta contra a Covid-19, Jonatas Antônio Aparecido de Almeida, de 38 anos, se despediu, nesta terça-feira (7), do Centro de Cuidados Intensivos (Cecovid-4), instalado no Centro-Materno Infantil, em Betim, na região metropolitana. Sob aplausos da equipe de médicos e enfermeiros, e na presença de familiares e amigos, que fizeram uma grande festa para comemorar sua alta hospitalar, o soldador, que não tinha nenhuma comorbidade, se emocionou ao falar do sofrimento causado pela doença e do carinho recebido durante o período em que passou pelo tratamento na unidade.

“Só tenho motivos para elogiar os médicos e os enfermeiros daqui. Eles não foram nota dez, foram nota mil. A forma como todos eles estão cuidando dos pacientes é inexplicável. Presenciei, ao longo desses dias, toda a dedicação e o carinho da equipe para ajudar as pessoas. Sou muito grato por tudo o que eles e o que a minha família fizeram por mim. Mas não esqueço o quanto essa doença é penosa. Ela nos derruba e é difícil de a gente se recuperar. Fique mais de dois meses internado, minha vida parou depois que fui infectado”, lamentou o soldador, que foi o primeiro paciente positivo internado no CTI do Cecovid-4.

 

Apesar de não ter tido sequelas do novo coronavírus, sua longa estadia na unidade passou por períodos bem conturbados. Em 29 de abril, primeiro dia em que apresentou febre alta, um dos sintomas da doença, Jonatas procurou atendimento em uma unidade de Igarapé, cidade da Grande BH onde mora. Lá, foi internado no mesmo dia. “Depois, comecei também a ter falta de ar e decidiram me transferir para Betim. Quando cheguei na unidade daqui, no dia 30 de abril, fui entubado e fiquei em ventilação mecânica por 43 dias. Nesse período, não lembro de nada. Só quando acordei percebi o que havia acontecido”, contou o soldador.

Depois de sair do CTI do Cecovid-4, Jonatas iniciou seu processo de reabilitação e, felizmente, passou a apresentar uma melhora progressiva do seu quadro de saúde. Mas, no período em que ficou internado e consciente, sentiu muita solidão e falta da presença da sua família. “Depois que sai do CTI, senti muita falta da minha família, ficava muito sozinho. Foi a ajuda dos psicólogos da unidade que me fizeram passar por esse período de uma forma melhor. Todos os dias, eles vinham no quarto e faziam uma ligação de vídeo para eles. Isso foi muito importante para a minha recuperação”, frisou o paciente, que é casado e tem um filho de 14 anos. “Agora, se me perguntarem onde peguei o vírus, não sei dizer. Na época eu estava trabalhando, mas tomando os cuidados, como usar máscara e álcool. Minha esposa também foi infectada e, ao contrário de mim, não teve nenhum sintoma”, revelou.

 

Rádio Super

O que achou deste artigo?
Fechar

Veja o vídeo!

Após 67 dias de luta contra a Covid, paciente internado em Betim recebe alta
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter
Log View