O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Anúncio

Betim anuncia reabertura de serviços essenciais em shoppings

Decisão foi tomada após consulta feita ao Estado, já que o município aderiu ao programa estadual Minas Consciente por decisão judicial; cidade mantém funcionando apenas atividades previstas na Onda Verde

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Shopping em Betim - Monte Carmo
Atividades essenciais em shoppings de Betim poderão voltar a funcionar
PUBLICADO EM 28/07/20 - 15h39

A Prefeitura de Betim, na região metropolitana, anunciou, nesta terça-feira (28), que as atividades consideradas essenciais, que já estavam funcionando no município, também estarão autorizadas a abrir dentro dos shopping centers e das galerias da cidade a partir desta quarta (29).

A decisão foi tomada após o município fazer uma consulta do governo do Estado, que estabelece quais setores podem funcionar durante a pandemia do novo coronavírus por meio do programa Minas Consciente. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais determinou, neste mês, que os municípios deveriam aderir ao programa e, assim, caberia ao Estado a autonomia sobre a reabertura do comércio. Betim aderiu ao Minas Consciente no último dia 16.

Com isso, as atividades essenciais estabelecidas pelo programa estadual, como supermercados, farmácias, bancos e lotéricas, lojas de armarinhos, óticas, lojas de manutenção e de material de construção, além de lavanderias, por exemplo, e restaurantes (sem consumo de bebida alcoólica), poderão voltar a funcionar dentro de shoppings e galerias de Betim.

“Fizemos uma consulta ao governo do Estado, que é quem tem autonomia sobre a reabertura na pandemia, para saber se as atividades que já poderiam funcionar no comércio estavam autorizadas a abrir nos shoppings. Eles nos responderam e deram o aval. Com isso, a partir de amanhã (quarta, 29), essas atividades consideradas essenciais poderão voltar a abrir dentro dos shoppings”, explicou o prefeito de Betim, Vittorio Medioli (PSD), em suas redes sociais. 

Minas Consciente

Desde o dia 16 de julho, em Betim, o protocolo de funcionamento das atividades que foi adotado, pela Deliberação 19, é o da Onda Verde do programa Minas Consciente. Nele, além do comércio essencial, como serviços públicos, unidades de saúde, farmácias, consultórios e estabelecimentos de venda de produtos alimentícios, também podem funcionar durante os sete dias da semana algumas outras atividades, como lojas de venda artigos de segurança e de trabalho, lavanderias, estabelecimentos de consertos e manutenção em geral, postos de combustíveis e lojas de material de construção. 

Templos religiosos também estão autorizados a abrir as portas, mas com ocupação limitada de pessoas e só durante três dias da semana. Bares, restaurantes e lanchonetes também podem funcionar, mas sem a venda de bebida alcóolica. 

Já lojas de roupas, calçados, eletrodomésticos e móveis, tabacarias, salões de beleza, barbearias, clínicas de estética, bem como livrarias, academias, escritório de advocacia, instituições de educação, autoescolas, eventos em geral, cinemas e teatro também terão que ficar fechados durante os sete dias da semana pelo protocolo Onda Verde, do governo de Minas.

“Já pedimos ao Estado que permita a flexibilização das atividades, como estava funcionando na cidade na primeira quinzena de julho, quando as lojas abriam em dias alternados. Estamos aguardando uma posição”, completou o prefeito. 

 

Esclarecimentos
Para esclarecer dúvidas, basta ligar na Procuradoria Geral do Município de Betim, por meio do telefone (31) 3512-3412.

Rádio Super

O que achou deste artigo?
Fechar

Anúncio

Betim anuncia reabertura de serviços essenciais em shoppings
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter
Log View