O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Balanço

Betim registra menor índice de homicídios nos últimos 11 anos

Em 2019, foram 102 casos, contra 261, em 2008, ano em que o levantamento iniciou; Políticas sociais e maior integração das polícias contribuíram

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
BETIM - MG.
Fortalecimento da Guarda Municipal, com foi armada, foi uma das ações que contribuíram para essa queda
PUBLICADO EM 09/01/20 - 21h46

Betim registrou 102 homicídios em 2019, o menor índice dos últimos 11 anos dentro de uma série histórica iniciada em 2008, conforme levantamento feito pela Polícia Civil. Naquele ano, quando o balanço começou a ser feito pela Delegacia de Homicídios, houve o ápice desse tipo de crime no município, com 261 registros – a queda foi de 61% na comparação entre os dois anos. 

Para o delegado Otávio Luiz Carvalho, a redução se deve, especialmente, ao trabalho conjunto das polícias Civil e Militar com a Guarda Municipal, o Ministério Público e o Poder Judiciário. “É uma redução histórica. Dentre os principais fatores, destaco a criação de mais um Batalhão da Polícia Militar, e o trabalho de todo o sistema da justiça criminal, que inclui Delegacia de Homicídios, com a priorização dos alvos contumazes, ao prender esses autores perigosos, além da atuação do Ministério Público e do Poder Judiciário, concluindo esses processos e fazendo a condenação dos autores”, destacou. 

O especialista em segurança Jorge Tassi admitiu que a redução é positiva, mas afirmou que, além do trabalho das polícias, é preciso considerar outros fatores que contribuíram para essa queda. “Betim recebeu na gestão do atual prefeito, Vittorio Medioli, ações de inclusão e desenvolvimento social importantes que ajudaram a reduzir o número de pessoas que cometem crimes nas ruas. O fortalecimento do combate ao crime organizado pelo governo federal, com o deslocamento dos líderes de facções criminosas para os presídios federais, e o aumento da integração das forças policiais por parte do governo de Minas, também ajudaram”, pontou. 

Segundo o prefeito Vittorio Medioli, a prefeitura contribuiu com medida efetivas e planejadas para combater a criminalidade, desde 2017. “Houve o fortalecimento da Guarda Municipal, que hoje é armada, além de ter sido instalado o ‘Observatório de Segurança Pública’, que tem a participação de todos os entes de segurança pública e agem de maneira coordenada e planejada para combater a violência. A cidade também passou a contar com 15 bases móveis da Polícia Militar, que foram distribuídas em pontos estratégicos em que haviam mais recorrência de eventos criminosos. A meta é não dar trégua à criminalidade”.

O tenente-coronel Edimarcos Souza Lopes, comandante do 66º Batalhão da PM, destacou outras medidas. “Aumentamos o efetivo em mais de 150 homens e temos investido em ações preventivas e de aproximação com a população, potencializando o radiopatrulhamento e aumentando a presença policial nas ruas”. 

Motivação

Dos 102 homicídios registrados em 2019, de 90% são relacionados ao tráfico de drogas, afirmou o delegado Carvalho. 
No mesmo ano, a Delegacia de Homicídios solicitou a prisão de 83 suspeitos na justiça e prendeu 30 pessoas. “Em alguns casos, a justiça entende que o suspeito tem direito de responder ao processo em liberdade. Há também os casos de foragidos”, disse. 

Crimes violentos

Os índices de crimes violentos em Betim também caíram ao seu nível mais baixo nos últimos oito anos, segundo estatísticas do governo de Minas.

Em 2016, ano em que a cidade teve o ápice de registros de crimes perigosos no período avaliado, o município contabilizou, de janeiro a novembro, 7.039 ocorrências de estupro tentado e consumado, roubo, extorsão mediante sequestro, homicídios tentado e consumado e sequestro e cárcere privado, um índice 56,9% superior ao mesmo período deste ano, quando foram feitos 3.040 registros. 
 

O que achou deste artigo?
Fechar

Balanço

Betim registra menor índice de homicídios nos últimos 11 anos
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter