O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Balanço

Betim tem 278 mil eleitores aptos a votar neste ano

Número é 4% maior que o registrado nas eleições federais de 2014 e 8% a mais que o apurado no pleito municipal de 2012; cidade é o quinto colégio eleitoral do Estado

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Pleito
Urnas devem chegar à cidade no início de agosto; eleição será em outubro
PUBLICADO EM 30/06/16 - 20h44

Quinto maior colégio eleitoral do Estado, Betim tem 278.234 eleitores aptos a votar. O número foi repassado pelo Cartório Eleitoral da cidade ao jornal, nesta semana. O número de eleitores é 4% maior que as eleições federais de 2014, quando se votou para deputados, senador, governador e presidente. Em relação à eleição municipal de 2012, são 8% a mais.

Desse total de eleitores aptos a votar, 14,39% deles realizaram o cadastramento biométrico, o que corresponde a 40.045 pessoas. “Essa será a primeira vez que o município terá votação através da biometria, além da maneira convencional. É bom reforçar que a biometria é um sistema muito seguro porque evita fraudes, mas o prazo para cadastramento neste ano já se esgotou”, disse o juiz da 316ª Zona Eleitoral, Gustavo Cheik.

A cidade conta com três zonas eleitorais: são 785 seções e 93 locais de votação espalhados pelo município. Em meados deste mês de julho, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) deve divulgar o perfil completo dos eleitores, como faixa etária, escolaridade e gênero.

A maior zona eleitoral da cidade é 316ª, com 106.687 votantes. Isso porque ela abrange bairros bastantes populosos, como Jardim das Alterosas, Laranjeiras, Betim Industrial, Icaivera e Imbiruçu, dentre outros.

Em seguida aparece a zona 319, com 91.775 pessoas aptas a votar que têm seus domicílios eleitorais distribuídos nos bairros Citrolândia, Jardim Teresópolis, Paulo Camilo, Bandeirinhas, Amazonas e Alvorada, dentre outros, ou seja, na região mais periférica da cidade.

Por último, a 40ª Zona Eleitoral é que a tem menos eleitores, 79.772, e engloba os bairros da região central, como Angola, Ingá, Brasileia, Santa Inês, dentre outros.

Ainda de acordo com o balanço do Cartório Eleitoral, mais de 12 mil betinenses tiveram seus títulos cancelados, ou seja, porque não foram nas três últimas eleições e não regularizaram sua situação junto à Justiça. Outros 1.288 foram suspensos pela Justiça Eleitoral por causa de condenações criminais ou civis.

“Como a cidade tem mais de 200 mil eleitores aptos a votar, Betim tem possibilidade de ter segundo turno, desde que nenhum candidato a prefeito obtenha mais de 50% dos votos válidos”, afirmou o juiz eleitoral Gustavo Sheik.

Serviços
Apesar de o prazo para quitar a situação junto à Justiça Eleitoral ter sido encerrado em maio, os eleitores ainda podem solicitar a segunda via do título nos cartórios.

De acordo com o juiz, os cartórios ainda disponibilizam alguns serviços. “O eleitor pode solicitar a segunda via do título até o dia 22 de setembro. Além disso, ele também pode requerer os serviços de expedição de certidão de quitação eleitoral ou certidão de circunstanciada, que é a informação sobre fechamento de cadastro”, afirmou.

Ainda segundo ele, é importante que no dia da votação o eleitor leve um documento com foto. “Só o título eleitoral não basta, é preciso um documento oficial com foto. Há reclamação dos mesários sobre isso”, disse.

A previsão é que as urnas cheguem à cidade no início de agosto. O registro de candidaturas se encerrará no dia 15 de agosto, e a campanha eleitoral iniciará um dia depois. 

O que achou deste artigo?
Fechar

Balanço

Betim tem 278 mil eleitores aptos a votar neste ano
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter