O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Avaliação

Carlaile é o prefeito mais rejeitado em toda história

77% dos entrevistados desaprovam a gestão atual; menos de 10% dizem que gestão é boa ou ótima

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 25/08/16 - 22h38

O prefeito mais bem votado da história da cidade é, paradoxalmente, o responsável pela gestão mais rejeitada pelos betinenses. Esse é o drama vivido hoje por Carlaile Pedrosa (PSDB). Levantamento realizado pelo Instituto DataTempoCP2 mostra que 77,2% dos entrevistados desaprovam o trabalho do tucano à frente da prefeitura. Apenas 18,2% deles aprovam a atual gestão, e 4,5% não souberam ou não quiseram responder.

O levantamento ouviu 1.300 moradores de várias regiões da cidade entre os dias 13 e 19 de agosto e foi registrado na Justiça Eleitoral com o código MG­02978/2016.

Para se ter uma ideia do alto índice de rejeição do atual governo, o percentual de pessoas que desaprova a atual gestão é bem maior do que o índice registrado no último ano de governo de Maria do Carmo Lara (PT). Em pesquisa realizada pelo mesmo instituto, em agosto de 2012, o trabalho da petista era desaprovado por 53,9%. Já 36,6% aprovavam a gestão da época.

Foi perguntado aos entrevistados também como eles avaliam a administração de Carlaile. Para a maioria, 35,7% dos entrevistados, o governo dele é muito ruim. 23,4% consideram a gestão como ruim, e 16,7% a avaliaram como regular negativa. Com isso, a avaliação negativa do governo Carlaile alcança a soma de 75,8%.

Apenas 0,9% dos entrevistados consideram o governo muito bom, e outros 8,9% o avaliaram como bom. Um total de 9,4% disse que a gestão é regular positiva. Desta forma, a soma de todos que avaliam positivamente a atual gestão chegou a 19,2%. Os que não sabem ou que não quiseram responder somam 5%. A margem de erro é de 2,72%, com nível de confiança de 95%.

Questionada sobre os números apresentados pela pesquisa, a assessoria de imprensa do governo municipal disse que não vai se pronunciar.

Motivos
O governo de Carlaile Pedrosa está sendo marcado pelo caos administrativo e financeiro, além de uma gestão confusa do próprio prefeito, que, por questões de saúde, foi obrigado a se afastar pelo menos em duas ocasiões.

Ações tomadas pela gestão também revoltaram a população. Foi o caso das seguidas reformas administrativas, a saúde precária, o fechamento de cinco unidades do restaurante popular e a nomeação de diretores de escola que não trabalhavam na função.

Segundo o sociólogo Antônio de Pádua, essa é uma das maiores rejeições de um prefeito já identificadas pelo Instituto CP2 nas últimas pesquisas realizadas em Minas Gerais. “Temos feito pesquisas em diversas cidades mineiras, dentre elas Betim, Contagem, Coronel Fabriciano, Belo Horizonte, Sete Lagoas e Nova Lima. E em todas elas, o gestor que aparece com o maior índice de desaprovação é o prefeito de Betim, Carlaile Pedrosa. Geralmente, mesmo quando um governo é mal avaliado, os índices de rejeição, ficam nos patamares de 50% a 60%, mas o dele chega quase a 80%”. 
 
Para o vereador Antônio Carlos (PT), a desaprovação é o retrato do completo caos administrativo e financeiro da atual gestão. “É o resultado de uma gestão desastrosa que levou a prefeitura ao abismo, que não conseguiu avanços e que piorou o que já havia. O atual governo mostrou que não tem capacidade de gestão administrativa, e isso é nítido na cidade. Outro ponto que acredito que tem que ser levado em consideração é que ele escolheu pessoas para sua gestão que não conheciam a realidade de Betim”, ponderou o vereador. 

O que achou deste artigo?
Fechar

Avaliação

Carlaile é o prefeito mais rejeitado em toda história
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter