O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Betim

Cidade criou 2.271 vagas de emprego em 2019

Balanço do Caged mostra que saldo foi semelhante ao registrado no ano anterior

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
DI
Expansão do DI do Bandeirinhas abrigará mais de 60 empresas
PUBLICADO EM 13/02/20 - 22h30

Mesmo com a recuperação lenta da economia do país, Betim registrou saldo positivo na criação de empregos, pelo segundo ano consecutivo. Balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostra que, em 2019, a cidade criou 2.271 vagas de emprego, que é a diferença entre admissões e contratações. 

O resultado é semelhante ao que foi registrado em 2018, quando foram 2.306 postos de trabalho. O saldo do ano passado colocou Betim como a oitava cidade que mais gerou empregos em Minas Gerais. No ranking nacional, o município ficou na 42ª posição entre as mais de 5.000 cidades do país. 

O setor de serviços foi o que mais contribuiu para o resultado positivo. Sozinho, ele foi responsável por 38% do total de contratações contabilizadas (foram 14.397). No saldo geral, foram 2.067 admissões a mais que o número de dispensas, representando 91% do saldo registrado na cidade (2.271). O segundo setor com melhor resultado foi o comércio, com 212 vagas geradas, seguida pela indústria da transformação (136). 

Na contramão, registraram mais demissões do que contratações o serviço industrial de utilidade pública, a agropecuária e a administração pública. 

Atração de empresas
Segundo o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico (Seadec), Alexandre Bambirra, o município tem incentivado a atração de empresas nos últimos três anos. Exemplo disso é a expansão do Distrito Industrial do Bandeirinhas, cuja primeira parte das obras já foi finalizada, e a segunda, está em conclusão. 

“No setor Norte, sete empresas já começaram a construir suas estruturas, de um total de quase 20. No setor Sul, as obras de infraestrutura estão em fase final, e o local deverá abrigar pelo menos mais 40. Nossa expectativa é que, em funcionamento, a expansão do distrito industrial gere 3.300 empregos diretos e outros milhares indiretos”, ponderou.

Ainda segundo ele, a expansão da produção industrial impacta diretamente em outras áreas. “O setor de serviços, por exemplo, é um dos que mais crescem, pois, de certa forma, ele dá suporte para a indústria e diversifica os tipos de emprego também. O comércio também sente esse aquecimento, pois o dinheiro gira dentro do município. A perspectiva é que em dois, três anos, Betim atinja um nível de empregos muito maior, diversificando sua atividade econômica. A prefeitura tem trabalhado nisso”, destacou.

Vagas disponíveis
Nesta sexta (14), a partir das 8h, a Superintendência de Trabalho, Emprego e Renda (Seter) realiza pré-seleção de vagas de empregos para mecânico de automóveis, lanterneiro, auxiliar de mecânico a diesel, eletricista de auto/caminhão, contador, serralheiro de aço inox e cozinheiro. 
A Seter fica na rua Tito Pedrosa, 55, no Angola. Informações: (31) 3531-1268.
 

O que achou deste artigo?
Fechar

Betim

Cidade criou 2.271 vagas de emprego em 2019
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter