O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Destinação

Emendas federais para a saúde de Betim somam R$ 7 milhões

Nove deputados destinaram recursos para serem aplicados no município ao longo do ano para custeio da rede pública, realização de obras e aquisição de equipamentos

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Centro materno Betim
Um dos locais que serão beneficiados pelas emendas é o Regional e o centro-materno infantil
PUBLICADO EM 21/03/19 - 21h34

A área da saúde deverá receber R$ 7,146 milhões ao longo do ano emendas parlamentares para serem investidos na melhoria da rede pública municipal. O recurso, referente ao orçamento da União de 2019, é individual impositivo, ou seja, tem execução obrigatória.

Nove deputados federais foram os responsáveis por destinar essa verba ao Fundo Municipal de Saúde, que servirá para ajudar na compra de medicamentos e insumos, na reforma de unidades de saúde, na aquisição de equipamentos e no custeio dos atendimentos de médio e alta complexidades. Os dados são da Divisão de Planejamento e Captação de Recursos da Secretaria Municipal de Saúde. 

O deputado Weliton Prado (Pros) foi o que apresentou mais recursos para a saúde de Betim: R$ 3 milhões. Desse total, R$ 2 milhões serão destinados para investimentos no Hospital do Câncer e R$ 1 milhão em custeio da rede. 

Jaime Martins (Pros), que encerrou o mandato no ano passado, destinou R$ 1 milhão também para custear a saúde, recurso que pode ser usado para pagamentos de fornecedores, prestadores de serviços ou reformas. 
Miguel Corrêa (PT) e Jô Moraes (PCdoB), que também deixaram de ser deputados em 2018, apresentaram emendas no valor de R$ 800 mil e R$ 550 mil, respectivamente. A primeira será destinada para atenção básica, e a segunda, ao custeio da rede de saúde. Fábio Ramalho (MDB) encaminhou emenda no valor de R$ 500 mil para a mesma finalidade.

Patrus Ananias (PT), com R$ 480.774, Marcelo Álvaro (PSL), com R$ 366.054, Rodrigo Pacheco (DEM), com R$ 250 mil, e Laudívio Carvalho (Pode), com R$ 200 mil fecham a lista dos parlamentares que destinaram emendas no passado para serem aplicadas em 2019. 
Todas as destinações são para custeio da rede municipal de saúde, exceto a emenda de Rodrigo Pacheco, que será aplicada na aquisição de equipamentos e materiais permanentes em unidade de saúde.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Guilherme Carvalho, os recursos vão ajudar a reestruturar o SUS Betim e a requalificar as unidades. “As emendas são uma forma de fazer retornar aos municípios os impostos pagos pela população. Uma parte delas são para custeio e outra para obras específicas, como a reforma de uma parte do Hospital Regional, que necessita de uma intervenção para receber o centro materno-infantil. Há também destinações para investimentos, que são usados na renovação de parte do parque tecnológico da secretaria, com aquisição de novos equipamentos”, afirmou. 

Ainda conforme Carvalho, os recursos serão importantes principalmente por causa dos atrasos de repasses de verbas constitucionais por parte do governo do Estado. “Uma parte dessas emendas vai contribuir bastante tendo em vista a dificuldade financeira do município, com o atraso de repasses do Estado. Com esses recursos, poderemos complementar verbas para pagar fornecedores, prestadores de serviços e até a folha de pessoal, se for o caso, além da contratação de profissionais. Vai nos ajudar a manter as contas em dia. Por isso, agradecemos aos deputados que destinaram essas emendas para o município”, completou.

Estaduais
Seis deputados estaduais também destinaram emendas para a área, mas ainda aguardam resolução do governo do Estado.

O que achou deste artigo?
Fechar

Destinação

Emendas federais para a saúde de Betim somam R$ 7 milhões
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter