O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Violência doméstica

Mulher diz ter sido agredida, ameaçada e feita de refém pelo ex em Betim

Pelo boletim de ocorrência, crime teria ocorrido neste fim de semana, na região do Citrolândia

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Delegacia
Caso será investigado pela Delegacia de Mulheres de Betim
PUBLICADO EM 07/10/19 - 15h59

A violência doméstica contra a mulher em Minas Gerais - ao menos 16 foram vítimas deste tipo de crime por hora no Estado nos seis primeiros meses deste ano, segundo dados da Polícia Civil - parece ter registrado mais um caso, agora em Betim, na região metropolitana.

Segundo denúncia feita por uma mulher de 53 anos à Polícia Militar, ela teria sido ameaçada de morte, agredida e feita de refém pelo ex-companheiro, de 40 anos, em sua própria casa, no bairro Vila Nova, na região do Citrolândia, neste fim de semana.

Conforme dados do boletim de ocorrência, o suspeito supostamente entrou na casa da vítima, por volta das 20h do último domingo (6), e teria mantido ela em cárcere privado por horas. A mulher alegou ainda que, durante este período, a filha dela chegou a ir na casa dela e a chamou, mas ela não atendeu, já que havia sido ameaçada pelo ex se ela contasse algo.

Depois de a filha ir embora, o homem também teria deixado a casa da vítima, entretanto, a vítima alega que ele retornou, por volta das 5h de segunda (7). Para entrar, o suspeito teria danificado o portão, pulado o muro da residência e, em seguida, a janela da sala. A mulher afirmou que ele a pressionou contra a parede, a enforcou, quebrou seu celular e, antes de ir embora, levou o cadeado e uma das chaves de sua residência.

A vítima contou que, assim que ele saiu, ela foi até a casa da filha e ligou para a polícia. Os militares não encontraram o homem e a mulher não soube dizer onde ele morava.

Reincidente

A vítima contou aos militares que terminou o relacionamento com o ex-companheiro, com quem ela teria se relacionado por mais de um ano, por ele ser agressivo e já lhe ter agredido.

A mulher ainda mostrou aos militares um boletim de ocorrência de outra agressão que o ex teria cometido contra ela e disse que tinha uma medida protetiva contra ele.

Caso será investigado pela Delegacia de Mulheres de Betim. 

 

O que achou deste artigo?
Fechar

Violência doméstica

Mulher diz ter sido agredida, ameaçada e feita de refém pelo ex em Betim
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter