O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Ação

Nova fase da fiscalização abrangerá os templos em Betim

Força-tarefa começou visitação às igrejas para verificar se estão cumprindo as normas de segurança sanitárias

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fiscalização Betim
Igrejas começaram a ser fiscalizadas em Betim; templos têm que assinar TAM
PUBLICADO EM 21/05/20 - 22h32

A força-tarefa da prefeitura criada para fiscalizar se os estabelecimentos e locais estão cumprindo as normas de seguranças determinadas por decreto para evitar a proliferação do novo coronavírus iniciou uma nova fase. Após intensificar as visitas a bares e restaurantes, os agentes do município iniciaram, na noite dessa quinta (21), a fiscalização nos templos religiosos. 

Esses espaços, para que possam prosseguir com suas atividades, devem assinar um Termo de Ajustamento Municipal (TAM) concordando com as regras estabelecidas, como a disponilibilização de álcool em gel, distanciamento entre as pessoas e a restrição do número de fiéis no local.

“Iniciamos uma nova fase de fiscalização, que abordará os templos, assim como estamos fazendo com outros espaços. Nessa primeira semana, vamos orientar sobre as normas e, a partir da próxima, já iniciaremos a aplicação de penalidades, que inclui até o fechamento em caso de descumprimento. Acredito que os templos também, independente de qual religião seja, possam nos ajudar a propagar entre os fiéis a orientação de que é necessário todos fazerem sua parte nessa pandemia”, disse o procurador geral do município, Bruno Cypriano. “Mas seguiremos com a fiscalização também a outros espaços”, disse.

Segundo a prefeitura, 380 igrejas tinham firmado o TAM com a prefeitura. Já os restaurantes, eram 122. Até a terça-feira (19), já tinham sido fiscalizados no município 8.315 estabelecimentos na cidades (alguns, mais de uma vez), sendo que 451 foram fechados, de acordo com a Procuradoria Geral. Cinquenta e dois estabelecimentos foram multados por descumprimento de normas, e 242 pessoas foram multadas por não usarem a máscara – item obrigatório no município desde o dia 20 de abril. 

De acordo com os decretos 42.098 e 42.907, publicados no dia 29 de abril, os estabelecimentos em Betim têm que seguir medidas mais rígidas de segurança sanitária para evitar a propagação da Covid-19 e estão sujeitos à multa de R$ 1.000 por cada norma descumprida, podendo a penalidade chegar ao limite de R$ 50 mil. 
Aqueles que infringirem as normas de segurança poderão ser interditados parcial ou totalmente. Bares não podem mais abrir as portas, e fica proibida a venda de bebidas alcoólicas em espaços públicos. Restaurantes somente estão autorizados a funcionar das 10h às 21h.

Bares fechados
No último fim de semana, a fiscalização fechou pelo menos 28 bares na cidade. Esses estabelecimentos estão proibidos de abrir no município, conforme decreto, porque vários deles não seguiram as regras de segurança sanitária. Outros 50 locais foram multados pelo descumprimento de regras. A ação no fim de semana teve como foco restaurantes, lanchonetes e bares, no sábado (16). 

A força-tarefa percorreu vários bairros, como Laranjeiras, Nova Baden, Jardim Alterosas, Taquaril, Niterói, Bom Retiro, Nossa Senhora de Fátima, Vila das Flores, além de evitar a realização de um baile funk no Vila Cristina.

“Quando foi criada a força-tarefa para realizar essa fiscalização noturna, notamos que havia muitos bares funcionando e com aglomeração de pessoas. No último fim de semana, voltamos a esses estabelecimentos, e a maioria estava fechada. Então, já notamos uma melhora do fim de semana passado para esse. Mesmo assim, ainda encontramos 28 bares funcionando, com venda de bebida alcoólica, que foram fechados. Também impedimos a realização de um baile funk, no bairro Vila Cristina”, disse Cypriano.
 

Rádio Super

O que achou deste artigo?
Fechar

Ação

Nova fase da fiscalização abrangerá os templos em Betim
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter
Log View