O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Social

Programa vai incentivar a inclusão digital dos idosos

Pessoas da terceira idade vão receber aulas gratuitas de informática na Apromiv

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Tecnologia
Computadores foram entregues na Apromiv, onde idosos receberão aulas de informática
PUBLICADO EM 17/04/19 - 19h56

Uma parceria entre a Prefeitura de Betim e o governo federal quer incentivar a inclusão digital dos idosos, que já ultrapassam 30 milhões de brasileiros. Por meio do programa federal “Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável”, que está sendo implementado também em outras quatro cidades brasileiras – Formiga (MG), Brasília (DF), Balneário Camboriú (SC) e Parnamirim (RN) –, pessoas acima de 60 anos vão receber aulas gratuitas de informática. Em Betim, os computadores já foram entregues e instalados na Apromiv. As inscrições para participar começam na próxima terça-feira (23), quando o programa será lançado, às 16h.

“Essa é a primeira etapa do programa, que vai contemplar também outras políticas públicas voltadas para o idoso no município nas áreas da saúde, educação e mobilidade física. Recebemos do governo federal o kit de informática e vamos oferecer as aulas gratuitas para as pessoas da terceira idade, na Apromiv, duas vezes por semana. A ideia é expandir outras ações do programa para os Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e da Assistência Social (Cras) do município”, disse a secretária municipal de Assistência Social (Semas), Fabiane Quintela. 

Além de cursos para a inclusão digital, o programa Viver oferece outras capacitações para a terceira idade, como prevenção à saúde, educação financeira, direitos humanos e promoção da mobilidade física e mental dos idosos. A iniciativa prevê também atividades com a participação da família das pessoas com mais de 60 anos.

“As ações são estratégicas para que os municípios parceiros vislumbrem a possibilidade de diminuir a demanda nos serviços de atendimento ambulatorial e hospitalar da sua região, incluam o maior número de pessoas idosas no mundo digital, trabalhem para a redução dos índices de suicídio entre essas pessoas e mobilizem a população idosa a refletir sobre os desafios do envelhecimento”, disse o secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Antonio Costa, que virá a Betim para o lançamento do programa. 

De acordo com o secretário, Betim foi uma das cinco cidades escolhidas para receber o programa pioneiro por ter políticas públicas voltadas para os idosos fortalecidas. “Inicialmente, fizemos a doação de oito modernos computadores. Mas, caso haja aumento da demanda, vamos repassar mais”, afirmou. 

A aposentada Martinha Araújo da Silva, 79, que nunca utilizou um computador antes, aprovou a iniciativa. Para a idosa, a inclusão digital vai possibilitar que ela ingresse em um mundo novo. “Não sei mexer (no computador). Meu celular é muito simples. Agora, espero aprender com esse curso a interagir com a tecnologia. Estou muito feliz”. 

Já a aposentada Adelma Rodes, 65, espera ampliar seus conhecimentos de informática. “Esse projeto é um espetáculo para a terceira idade. Vai nos ajudar a abrir mais a mente ao mundo. Poderei aprender muitas coisas fazendo pesquisa na internet. É um privilégio fazer parte disso, ampliar o conhecimento e buscar coisas novas”, disse.

O que achou deste artigo?
Fechar

Social

Programa vai incentivar a inclusão digital dos idosos
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter