O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Imunização

Vacinas na rede privada podem variar até 40,91%

Dados são de um levantamento realizado pelo site Mercado Mineiro, em janeiro

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Saúde. Carla decidiu pagar pela dose da pentavalente e garantir a imunização do filho, de 8 meses
Saúde. Carla decidiu pagar pela dose da pentavalente e garantir a imunização do filho, de 8 meses
PUBLICADO EM 13/02/20 - 22h40

Com a ausência da vacina pentavalente nos postos de saúde em todo o território nacional por problemas na distribuição do Ministério da Saúde, os pais estão buscando os serviços na rede particular para garantir a imunização das crianças. 

É o caso da psicóloga Carla Cristina de Souza Gonçalves, 37 anos, que mora no bairro Jardim Brasília e é mãe de um bebê de 8 meses e de uma criança de três anos. Depois de duas tentativas que resultaram no atraso da vacinação do filho mais novo, ela decidiu não arriscar e arcar com os custos da pentavalente. “Meu filho deveria ter tomado a segunda dose em setembro, mas como não consegui a vacina em nenhum posto de saúde decidi pagar. Infelizmente, essa não é a realidade da maioria das pessoas. Muitos não têm condição financeira de arcar com isso”, avaliou.

Segundo ela, com o primeiro filho não houve essa dificuldade em relação à vacinação. “É bem revoltante essa situação. Temos um calendário de vacinas para seguir e, quando os pais atrasam ou optam por não vacinar, são questionados e pressionados pelas autoridades. Porém, quando é o governo federal, que é responsável pelo fornecimento, não cumpre com seu papel, nenhuma satisfação é dada para a população”, questionou.

Variações
Além da preocupação em garantir a saúde dos filhos, também é importante que os consumidores fiquem atentos aos valores cobrados pelas doses. O site Mercado Mineiro realizou um levantamento de preços das[/NORMAL] principais vacinas em laboratórios de Belo Horizonte e região metropolitana, em janeiro, e constatou variações que chegaram a 40,91% em estabelecimentos que vacinam em Betim, como é o caso da vacina contra a Hepatite A infantil, que pode ser encontrada entre R$ 110 e R$ 155.
Já a Rotavirus (GSK) – 2 doses – apresentou variação de 12,73%, custando entre R$ 220 e R$ 248. Já a vacina de Meningite B, que não é fornecida pelo Serviço Único de Saúde (SUS), custa de R$ 575 à R$ 660, tendo uma variação de 14,78%.

A pentavalente apresentou um percentual devariação de  39,02%, com valores entre R$ 205 e R$ 285. Já a hexavalente pode ser encontrada na cidade de R$ 270 a R$ 369, o que implica em uma variação de 36,67%.

 

Distribuição da pentavalente segue irregular em todo país
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o abastecimento de pentavalente – que previne contra cinco tipos de doenças: tétano, hepatite B, difteria, meningite e coqueluche – está irregular desde agosto de 2019 e não há ainda nenhuma previsão para a normalização do serviço. O esquema vacinal prevê três doses da vacina, sendo a primeira aos dois meses, a segunda aos quatro, e a terceira dose aos seis meses. Em 2018, cerca de 22.150 doses foram aplicadas em Betim. Já em 2019, devido à falta de doses, o número caiu para 11.395. 


Estado
A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou que, neste mês, recebeu do Ministério da Saúde 60 mil doses, mas não precisou quantas foram encaminhadas para Betim ou qual o critério para determinar a quantidade de doses enviadas a cada município.

O médico pediatra e secretário de Assistência da Saúde de Betim, Hilton Soares, diz que a vacina previne contra doenças que acometem a faixa etária pediátrica. “É importante as famílias estarem sempre procurando as UBS ou os Agentes Comunitários de Saúde para saber a previsão de chegada de novas doses”.

O que achou deste artigo?
Fechar

Imunização

Vacinas na rede privada podem variar até 40,91%
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter