O Tempo
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Comunidade

Contagem sedia biblioteca solidária e itinerante

Com um armário de 1,5m e com centenas de livros de diferentes autores, títulos e assuntos, essa biblioteca solidária e itinerante pretende percorrer por algumas cidades mineiras

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PAULA EMMANUELLA FERNANDES/DIVULGAÇÃO
A biblioteca ficará 24 horas na rua, sem ninguém vigiando.
PUBLICADO EM 25/07/19 - 17h34

Profissionais asseguram que a leitura é transformadora. Alguém duvida? Melhora o funcionamento do cérebro, aumentando as conexões neurais, estimula o senso crítico, a criatividade, além de aprimorar o conhecimento. E este hábito da leitura pode ser democrático, gratuito e diverso. Pensando nisso, a empresa Coletiva e os projetos Sorriso e Livrolândia apresentam nessa segunda- feira, 29 de julho, a Biblioteca Solidária e Itinerante. Com um armário de 1,5m e com centenas de livros de diferentes autores, títulos e assuntos, essa biblioteca solidária e itinerante pretende percorrer por algumas cidades mineiras, como Contagem, que será a primeira. A biblioteca ficará 24 horas na rua, sem ninguém vigiando. “Já temos no acervo cerca de 300 livros. Carimbamos todos eles e as pessoas podem ler quantos livros quiserem. O intuito é estimular o prazer pela leitura. Só pedimos que, assim que os livros forem lidos, que sejam devolvidos para que várias pessoas possam ler também”, conta uma das idealizadoras e gerente da Coletiva Assistência 24h, Josiane Ciolette.

A também idealizadora desse projeto, Paula Emmanuella Fernandes, que também é escritora, explicou que essa biblioteca só foi possível, porque dezenas de pessoas acreditaram na ideia e doaram os livros. Toda a campanha foi feita por meio das redes sociais. “Este projeto foi todo pensado com muito amor, tanto pelo ser humano, como pelos livros. Apesar de não ser inédito, já que vários lugares, o que inclui Contagem, já fazem, queremos expandir a ideia da biblioteca solidária”, conta.

Quem não pensou duas vezes em doar os livros foi a contagense Erica Carla. “Eu gosto do ato de doar e acredito que os livros sejam transformadores na vida de qualquer um. Como meus filhos tiveram acesso aos livros, quero que as outras crianças e adolescentes tenham também”, conta.

A próxima parada da Biblioteca Solidária e Itinerante será em Igarapé.

Rádio Super

O que achou deste artigo?
Fechar

Comunidade

Contagem sedia biblioteca solidária e itinerante
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter
Log View