Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Minas S/A

Itália em Minas

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
PUBLICADO EM Mon Jun 11 03:00:00 BRT 2018

Itália em Minas

Nas celebrações da Festa da República Italiana, Aurora Russi, cônsul da Itália em Minas Gerais, também teve um discurso de despedida. A caminho de Roma, onde irá atuar no Ministério das Relações Exteriores, Aurora fez uma análise dos quatro anos em Minas. “Quando cheguei, a gente recebia seis pessoas por dia para fazer o passaporte. Agora, estamos recebendo de 21 a 22 pessoas por dia. Eu calculo que entre o setor de passaportes e o setor de cidadania, aumentamos em 30% a nossa produtividade. Ficamos abertos 30% a mais que quando eu cheguei. Antes, ficávamos abertos ao público somente três dias por semana, agora são todos os dias. Estamos privilegiando a relação com o público”, comemorou Aurora. 

Mercado promissor

Para fazer uma projeção sobre quando os pujantes números de 2013 retornam à economia brasileira, o fundador do Grupo Aethra, Pietro Sportelli, diz que é preciso olhar para o mercado sul-americano. “Somos 450 milhões na população sul-americana e somente Brasil e Argentina que fazem carro. Eu espero que dentro de dez anos o Brasil estará produzindo 18 milhões de carros”, acredita o executivo, que está com vários lançamentos para as montadoras.

FOTO: Tião Mourão/VB/divulgação

Fundador do Grupo Aethra, Pietro Sportelli; Gilma Sportelli; a cônsul da Itália em Minas Gerais, Aurora Russi; e Edoardo Fontana nas comemorações da Festa da República Italiana, na sede do consulado em Belo Horizonte.

Top of Mind

No vigésimo terceiro ano do prêmio Top Of Mind – Mercado Comum – Marcas de Sucesso de Minas Gerais 2018, 48 marcas foram escolhidas a partir de pesquisa do Instituto Olhar por meio de 1.500 entrevistas domiciliares em 50 municípios mineiros que representam mais de 51% da população total do Estado. O presidente da publicação nacional de economia, finanças e negócios “Mercado Comum” e criador do prêmio, Carlos Alberto Teixeira de Oliveira, explicou que a margem de erro é de apenas 2,5%. “Isso significa dizer que se a pesquisa for repetida mil vezes, o resultado será o mesmo em 950 vezes”, afirmou.

Um messiânico

Após um repertório russo da Filarmônica de Minas Gerais, o secretário de Estado da Cultura, Ângelo Oswaldo, acompanhado do ex-ministro da Fazenda, Marcílio Marques Moreira – em recente passagem por BH para lançar o livro “Quixote no Planalto – O Resgate da Dignidade em Tempos Adversos” –, teceram análises acerca dos candidatos. Um deles chamou mais a atenção: Jair Bolsonaro. “A tese dele é de que Rondônia podia ser tão rica quanto o Japão. Isso não tem nenhum sentido”, disse Moreira. “Foi assim que Hitler começou. Num ambiente caótico, essas pessoas têm voz e vez. É sempre assim. O Jânio Quadros foi isso também. Toda vez que tem uma situação conturbada, uma angústia, uma desesperança, aparece um messiânico, um charlatão. Isso é em todos os países do mundo e não fugimos à regra. Essa figura espantosa na atual conjuntura é o (Jair) Bolsonaro que é um homem de extrema-direita”, acrescentou Ângelo Oswaldo. 

Compliance

Não é porque um negócio é de pequeno, médio ou grande porte que a responsabilidade da empresa e dos gestores será amenizada. Quando o assunto é compliance há muito a fazer mesmo em empresas enxutas. Por isso, acontece no próximo dia 15 de junho, às 14h, a palestra Compliance para sociedades empresariais e responsabilidade dos gestores. O palestrante será o advogado Marcus Vinícius Monteiro Ferreira com a mediação do advogado Geraldo Gonçalves de Oliveira e Alves. Inscrições gratuitas pelo (31) 3526-0706 ou pelo administrativo@filizolagaoncalves.com.br. 

FOTO: Céu-Lar Imóveis/divulgação

Fernando de Magalhães Jr., Daniela Sousa de Magalhães, Adriana Magalhães e o presidente Fernando de Magalhães.

 

Aethra otimista

Pietro Sportelli, fundador da mineira Aethra Sistemas Automotivos – que tem parque industrial com 12 unidades no Brasil e uma em Córdoba, na Argentina – segue sempre otimista. Depois da crise no país, Sportelli diz que os volumes estão crescendo no mercado atual de autopeças. “Nosso faturamento cresceu 35% mas ainda estamos 40% abaixo do que se faturava antes da crise. Estamos falando de um faturamento de R$ 135 milhões por mês nos anos de 2012/2013 e atualmente estamos em torno de R$ 50 milhões a R$ 52 milhões por mês”, contou Sportelli. 

Proporções

Se o Brasil volta a crescer por conta do consumo interno, ou pela atuação do próximo governo e suas reformas, ou por algum outro motivo, Pietro Sportelli chama a atenção para as exportações. É que no ano retrasado o Brasil exportou mais de 520 mil unidades. Em 2017 foram mais de 762 mil unidades exportadas. Neste ano se fala em 1 milhão de unidades. Se chegarmos a essa proporção, Sportelli acredita que no futuro 18 milhões de pessoas em um universo de 450 milhões de pessoas vão comprar carro.

Super Notícia

O Super Notícia, jornal da Sempre Editora, venceu, mais uma vez, na categoria excelência no 23º ano do prêmio Top Of Mind – Mercado Comum – Marcas de Sucesso de Minas Gerais 2018. “Na área de comunicação jornal diário mineiro impresso é disparadamente o primeiro lugar o jornal Super Notícia, da Sempre Editora, o que revela quais são as marcas mais lembradas pelos mineiros”, contou o idealizador do prêmio Top Of Mind, Carlos Alberto Teixeira. Nos últimos quatro anos, o Super Notícia é o vencedor na categoria excelência, onde obteve mais de 50% das respostas dos entrevistados. O Super Notícia ocupa o primeiro lugar no ranking Minas Gerais com média diária de 192.537 (impresso + digital), de acordo com dados de abril do Instituto Verificador de Comunicação (IVC).

 

FOTO: Edy Fernandes

Durante a entrega do prêmio Top Of Mind – Mercado Comum – Marcas de Sucesso de Minas Gerais 2018, o vice-prefeito de Belo Horizonte, Paulo Lamac; o presidente da ACMinas, Lindolfo Paoliello, o presidente da publicação “Mercado Comum”, Carlos Alberto Teixeira; René Wakil; Manoel Ferreira Guimarães; e Emílio Parolini.

FOTO: Helenice Laguardia/divulgação

O escritor Olavo Romano; a jornalista Lena Brandão; Maria Luiza Penna Moreira; o secretário Ângelo Oswaldo de Araújo Santos; e o ex-ministro Marcílio Marques Moreira.

Céu-Lar

Há 40 anos no mercado, a mineira Céu-Lar Imóveis tem buscado a inovação. Dentre elas está uma parceria que a empresa familiar firmou com a Bold Finance para a antecipação de aluguéis. “A Céu-Lar é a primeira imobiliária do Brasil a oferecer esta facilidade aos seus clientes, em parceria com a Bold Finance”, afirma André Oliveira, sócio da Bold. Com esse serviço, os clientes proprietários podem optar pela antecipação de até 12 meses de aluguel, recebendo os recursos à vista. “A receita antecipada é uma garantia da renda dos aluguéis e ainda permite ter um dinheiro disponível imediatamente para realizar outros investimentos”, explica Adriana Magalhães, diretora comercial da Céu-Lar.

O que achou deste artigo?
Fechar

Itália em Minas
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter