Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Minas S/A

Minas e Brasil 2019

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
PUBLICADO EM Mon Oct 15 03:00:00 BRT 2018

Minas e Brasil 2019

Presidente da Usiminas e do conselho do Instituto Aço Brasil, Sergio Leite diz que Minas precisa de uma administração que equacione as grandes dificuldades financeiras no Estado. “Minas tem que trazer de volta investimentos. Tem que voltar a ter protagonismo nacional”, defende. O executivo também espera que a indústria volte a ter o protagonismo no Brasil 2019. Para isso, são necessárias duas alavancas: investimento e consumo. Leite foi o convidado para falar no almoço-palestra da Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa (ADCE Minas Gerais). 

Gasômetro da Usiminas

Sobre a explosão do gasômetro da Usiminas na usina de Ipatinga, no Vale do Aço, Sergio Leite disse que um novo será construído e num prazo de dois anos a usina terá uma nova unidade. No momento, a companhia está iniciando a demolição do que explodiu. A siderúrgica não está recuperando o gás de aciaria que está sendo todo queimado. “Aumentamos o consumo de gás natural e o atendimento aos clientes segue em ritmo normal”, diz Leite que, no dia 26 de outubro faz a divulgação dos resultados do terceiro trimestre da Usiminas. 

Sucessão na ACMinas

O empresário Aguinaldo Diniz Filho foi o indicado pela diretoria da ACMinas – Associação Comercial e Empresarial de Minas – para candidato à presidência na gestão 2019/2020. Atual vice-presidente da ACMinas, Diniz foi presidente da Cedro Têxtil. O empresário também presidiu a ABIT – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção e foi vice-presidente da Fiemg. A posse da nova diretoria será em janeiro do ano que vem.

Mater Dei em Betim

Henrique Salvador, presidente da rede Mater Dei de Saúde, conta que ainda não tem uma “data firme” mas que pretende inaugurar, em Betim, a primeira etapa da unidade do Hospital Mater Dei Betim-Contagem “o quanto antes, no primeiro trimestre do ano que vem”. Salvador informa que será um hospital geral, projeto do mesmo arquiteto do Mater Dei Contorno, em Belo Horizonte, Siegbert Zanettini. 

Conselho de Infraestrutura

O Conselho de Infraestrutura (Coinfra) da nova diretoria da Fiemg já nasce fustigado por um grande foco: a duplicação BR–381. “A Fiemg não pode falar de infraestrutura sem falar da BR–381, ela deve ser a nossa bandeira. Temos que defender os interesses do Estado perante a União, a defesa ativa da melhoria da infraestrutura é a base do nosso trabalho", diz Emir Cadar Filho, presidente do Coinfra. Outros pontos são a viabilização de investimentos privados, o aumento da segurança jurídica e o investimento em ferrovias.

Conexão Empresarial

O Conexão Empresarial – evento realizado mensalmente pela VB Comunicação em Nova Lima – traz hoje o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, como o palestrante do almoço-palestra. O dirigente fará um balanço dos cem dias à frente da presidência da federação e as novidades para o setor industrial. O Conexão Empresarial tem o jornal O TEMPO como um dos parceiros.

Licenciamento ambiental

Tema essencial para a indústria mineira, Sergio Leite considera que é preciso construir formas de tornar o licenciamento ambiental técnico de forma equilibrada, ágil, e que permita estimular os investimentos garantindo a sustentabilidade das regiões no Estado. O tempo ideal é que o processo leve três a seis meses e até um ano dependendo do porte do investimento. Mas, ao saber que tem processo emperrado há 15 anos, o executivo considera que isso é o desestímulo ao investimento.

FOTO: Edy Fernandes

No almoço-palestra da Associação de Dirigentes Cristãos de Empresas – ADCE Minas Gerais – na sede da Fiemg, em Belo Horizonte, da esquerda para a direita: o presidente da ACMinas, Lindolfo Paoliello; o fundador da Clamper, Aílton Ricaldoni Lobo; o presidente da ADCE Minas Gerais, Sérgio Frade; o presidente da Usiminas e palestrante do dia, Sergio Leite; o ex-ministro Paulo Paiva e o deputado estadual Antônio Carlos Arantes.

FOTO: Edy Fernandes

Da esquerda para a direita, Wekslei Gomes, Aguinaldo Diniz e Ricardo Sondermann.

FOTO: Edy Fernandes

Da esquerda para a direita: O presidente da Rede Mater Dei de Saúde, Henrique Salvador; David Schlesinger; e Enaldo Melo.

Trechos licitados

Na abertura dos trabalhos do Coinfra, Rafael Vasconcelos, presidente da Construtora Brasil, empresa executora dos trechos em obra na BR–381, contou que, dos sete trechos licitados da BR–381, apenas dois estão em execução: o lote 7, entre Caeté e Barão de Cocais, e o lote 3, próximo à Ipatinga. Os dois contratos representam um investimento de R$ 1,1 bilhão, necessitando de R$ 350 milhões para serem concluídos até o ano que vem. Os lotes 4, 5 e 6 estão parados.

FOTO: Sebastião Jacinto Júnior/FIEMG/divulgação

O presidente da Fiemg, Flávio Roscoe; o presidente do Coinfra e do Sicepot-MG, Emir Cadar Filho; e o presidente do conselho deliberativo do Sebrae MG, Teodomiro Diniz.

O que achou deste artigo?
Fechar

Minas e Brasil 2019
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter