Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Raquel Faria

Lula e o caos

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
PUBLICADO EM Sun Jun 10 03:00:00 BRT 2018

Lula e o caos

A estratégia de marketing de Lula, sintetizada no slogan “O Brasil Feliz de Novo”, está fundamentada na avaliação de que o país vai de mal a pior em termos econômicos e sociais desde a derrocada do PT. No cenário petista, o país caminha para crescente desordem e instabilidade, tornando imperiosa a volta do ex-presidente. Hoje, a perspectiva ou esperança de Lula está na evolução da crise brasileira para um quadro caótico de tal magnitude que não reste alternativa a não ser o seu retorno à liberdade e ao poder como o grande pacificador da nação, o único capaz de livrar o país da desagregação total. Afinal, embora preso, ele ainda é o político campeão em popularidade nas últimas décadas. Se o plano vai dar certo, dependerá da capacidade do governo Temer de produzir nos próximos meses todo o caos e insatisfação esperados. Por ora, Temer não tem decepcionado Lula e o PT.

Pegando na veia

O marketing lulista procurou nessas peças iniciais conferir uma forte carga dramática e emocional à narrativa. O contraponto entre o “sofrimento” dos dias atuais e a “felicidade” dos anos Lula é feito com cenas e personagens que expressam emoções. Tudo nos moldes para pegar o povão na veia.

Fora da agenda

O governador Pimentel e o presidente da Codemig, Marco Antônio Castelo Branco, faltaram a jantar beneficente comandado pela primeira-dama nesta quinta-feira em BH. Os dois tinham presença prevista no evento “Chefs contra o câncer”, que está na 3ª edição e arrecada fundos para a Cape, Casa de Casa de Acolhida Padre Eustáquio. Mas as esposas Carolina Pimentel e Lucinha Castelo Branco chegaram sozinhas. O governador e o presidente da Codemig viajaram inesperadamente a São Paulo. O que ou quem os chamou ao centro financeiro do país não se sabe, mas deve ser importante.

FOTO: Anna Castelo Branco/Rede Fotonovela

Cidinha Castelo Branco, Carolina Pimentel e Lúcia Guimarães no jantar em prol da Cape.

Eterno racha

Ontem, o MDB fez um evento em Juiz de Fora para lançar o seu candidato a senador, Bruno Siqueira, com a participação do presidenciável do partido, Henrique Meirelles, mas sem a presença do postulante ao governo mineiro, Adalclever Lopes, de resto sempre ausente nas iniciativas do presidente do diretório, Antônio Andrade. O MDB mineiro segue rachadinho. Já virou o normal. Nem se recorda mais da última vez em que o partido esteve unido.

Plano único

O lançamento da candidatura de Lula nesta sexta-feira em Contagem botou um ponto final na discussão interna sobre Plano B ao reunir praticamente todos os petistas de expressão em evento apoteótico. O PT quis mostrar que está unido como um bloco em torno da decisão de levar a candidatura de Lula até quando for possível. E para acabar com as dúvidas também fora do partido, a direção petista deflagrou a comunicação eleitoral, a mais de dois meses do período regular de propaganda. Com slogan, jingle e clipe rodando na internet, o presidiário Lula é o que tem a campanha mais avançada. De fato, é o único presidenciável que já tem mote, discurso e estratégia.

Teatro de guerra

A escolha de Contagem para a largada lulista mostra o peso de Minas no plano. É o principal Estado governado pelo PT e o segundo mais populoso no país. Mais importante ainda, o eleitorado mineiro garantiu as vitórias nacionais do partido dando-lhe uma boa frente de votos. O PT acredita que em Minas Gerais, mais uma vez, irá ganhar ou perder as eleições no país.

Mãe coruja

Durante o jantar, a primeira-dama mostrou com orgulho a convidados fotos recentes da filha Maria Fernanda, de dois anos, garota muito fofinha, alegre e serelepe. É a primeira menina nascida no Palácio das Mangabeiras.

Pindaiba

Alunos da FJP se queixam de não receber bolsas desde março; os de baixa renda já estariam sem dinheiro para alimentação e transporte. Também reclamam de discriminação no governo petista, que os associaria à gestão Anastasia e os trataria como tucanos. O que negam ser.

O que achou deste artigo?
Fechar

Lula e o caos
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (5)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter