Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Raquel Faria

Terceiro turno

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
PUBLICADO EM Tue Jun 05 03:00:00 BRT 2018

Terceiro turno

As últimas notícias que chegam dos bastidores reforçam as probabilidades de polarização entre Pimentel e Anastasia na disputa do governo. O PSDB avançou nas negociações para apoio do DEM e retirada da candidatura de Rodrigo Pacheco. O que eleva a pressão no PT para finalizar suas tratativas com o PSB e tirar Marcio Lacerda do jogo. Crescem, portanto, as chances de uma disputa restrita ao petista e ao tucano, mais uns poucos nanicos. Nesse cenário, a eleição de governador pode se resolver em turno único. O qual seria, então, uma espécie de terceiro turno do pleito de 2014, quando o PT interrompeu ciclo de 12 anos de poder ininterrupto do PSDB no Estado.

Sonho dourado

Segundo pessoas próximas, Lacerda está encantado com a ideia de ser vice de Ciro Gomes numa costura entre PSB e PDT que pode envolver ainda o PT. A vice-presidência seria a opção do coração do ex-prefeito, embora ele mantenha a candidatura a governador.

FOTO: Anna Castelo Branco/Rede Fotonovela

Dúnia e Bernardo Borges.

Baixo conteúdo

As campanhas recentes indicam que a renovação política não está pegando, embora o eleitor a deseje. E o motivo é que ela tem se limitado aos nomes; mudam-se pessoas e não ideias. O eleitor acha muitas opções de candidato, mas nenhum com um projeto claro do que pretende fazer. Para metade dos eleitores, mudar por mudar não faz sentido; melhor votar nulo e marcar um protesto. Renovação sem conteúdo é inútil como trocar seis por meia dúzia.

Desânimo da copa

A dez dias da Copa, não se vê nenhuma bandeirola ou adereço decorativo que lembre o campeonato. O evento segue ignorado na rua embora já muito propalado na TV. Pode ser que o torcedor se anime quando começarem os jogos. Ou pode ser que tenhamos a torcida mais fria da história.

Palanque saindo

A chapa de Anastasia estaria quase pronta, segundo aliados; pode sair na segunda quinzena do mês. Confirmando-se o acordo com o DEM, Pacheco passaria a ocupar uma das vagas de senador, ficando a outra para Carlos Viana do PHS. O cargo ainda alvo de controvérsia é o de vice: alguns dizem que o posto foi prometido ao SD para Dinis Pinheiro; já outros falam que Anastasia não abre mão de seu favorito, Marcos Montes, do PSD. O fato é que o tucano está bem mais adiantado na montagem do seu palanque que o rival petista.

Mesmice e negação

Duas eleições no último domingo, para prefeito de Ipatinga e governador de Tocantins, deram vitória a nomes associados ao governismo e à política tradicional. Na cidade mineira, venceu o prefeito Nardyello Rocha com apoio dos vereadores. Em Tocantins, disputarão o segundo turno um governador e um senador, políticos veteranos no exercício de mandatos. Nos dois pleitos, o índice de brancos/nulos e abstenções superou a votação do primeiro colocado: não passaram de 49% em Tocantins e de 54% em Ipatinga. O eleitor ficou entre a mesmice e a negação, desiludido ou impotente para produzir mudanças e renovação através do voto.

Via de regra

Segundo uma recente pesquisa do BID com 18 países na América Latina, o maior problema no continente é a segurança e a seguir a corrupção. Ainda de acordo com a instituição, a grande corrupção vem do financiamento político. Ou seja: o Brasil não é exceção e sim um caso exemplar na região. 

Pedra de dominó

Nardyello Rocha, o prefeito de Ipatinga, era presidente da Câmara dos Vereadores e assumiu o governo com o afastamento de Sebastião Quintão. Será o sexto prefeito eleito na cidade desde 2008, ou seja, em dez anos. E foi eleito com os votos de apenas 20% dos eleitores locais. As circunstâncias e o histórico de instabilidade da cidade impõem a pergunta: ele se segura no cargo?

Crise e oportunidade

O presidente da Gasmig, Pedro Magalhães, está sorrindo de uma orelha à outra com a crise dos combustíveis. As vendas da empresa saltaram após a greve dos caminhoneiros e das filas nos postos, com corrida de motoristas para adaptação de carros ao uso do gás veicular ou GNT.

O que achou deste artigo?
Fechar

Terceiro turno
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (1)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter