Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Sabores do Mundo

Comer, beber e casar na Bahia

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
foto
Só a moqueca baiana tem aquele toque inconfundível de azeite de dendê
PUBLICADO EM 25/06/16 - 03h00

Se a Bahia tem mesmo um jeito que nenhuma terra tem, como dizia Dorival Caymmi, é compreensível a onda de casamentos que hoje são feitos na Costa do Descobrimento, especialmente em Arrial d’Ajuda e Trancoso. Muitas praias, voos diretos, povo amigável e boa cozinha justificam a escolha.

A cozinha baiana é uma das mais renomadas e populares do Brasil, mas o Sul não é o Recôncavo, não há tantas baianas com seus tabuleiros e também não se encontram em abundância o vatapá, o caruru, o mugunzá e o umbu.

Mas, como canta Gilberto Gil, “toda menina baiana tem um jeito que Deus dá”, as cozinheiras têm boa vontade, e é possível provar uma boa moqueca aqui e um autêntico acarajé ali. Digo cozinheiras porque na Bahia o machismo ainda é grande, a cozinha é um reduto feminino, são poucos os homens que assumem que querem e gostam de cozinhar.

Para quem vai a casamentos em Ajuda ou Trancoso, há muitas opções para estender o programa, comer bem e usufruir do clima local. Em Ajuda, enquanto o estabelecimento do Nel é conhecido como a melhor barraca de praia, outros destaques são os peixes e frutos do mar frescos de Rosa dos Ventos, Flor do Sal e Valentino (arraialdajuda.tur.br/Valentino), o acarajé do Morena Flor (restaurantemorenaflor.blogspot.com), os sorvetes artesanais, pães de mel e doces do Coelhinho (sorveteriacoelhinho.com.br) e as tapiocas da Tapiocaria d’Ajuda.

Cozinha diversificada

Em Trancoso, o Capim Santo (capimsanto.com.br) continua sendo o destaque com o excelente trabalho de Morena Leite, mas são referência também, com opções que vão da cozinha baiana à peruana, à asiática e a pizzas chiques, o Thaicoso, a Delícia da Praça, o La Cevicheria, O Cacau (ocacautrancoso.com.br), o Sabor da Bahia e o La no Dom, com seus sanduíches.

Para quem quer aproveitar um pouco mais, em Santo André come-se bem em Bar do Rio, Casa Praia, El Floridita (na pousada Corsário), Gaivota, Maria Nilza e Oficina do Sabor, todos com informações no site www.santoadre-bahia.com.

Um pouco mais longe, Caraíva é um caso à parte, com a moqueca e os pastéis no Bar do Pará (botecodopara.caraiva.com.br) e a ótima pizza e drinques do Bar do Porto (caraiva.com.br). E não se pode voltar sem provar a cachaça Buscavida e o Netuno, bebidas icônicas do litoral sul da Bahia.


RECEITA

Moqueca de camarão com purê de mandioca

Preparo do purê:
Cozinhe 400 g de mandioca, passe-a em um espremedor de batatas. Em uma panela, aqueça 1/3 de xícara (chá) de azeite e doure 1 cebola e 2 dentes de alho picados, acrescente a mandioca e cozinhe por 3 minutos. Acrescente 1 xícara de leite e cozinhe por mais 3 a 4 minutos; ou até o purê estar homogêneo, e tempere com sal e pimenta-do-reino.

Preparo da moqueca: Em uma panela, aqueça 100 mL de azeite e doure bem 2 cebolas e 2 dentes de alho picados. Acrescente 2 tomates picados e doure por mais 2 minutos. Coloque suco de 1 limão, 2 colheres (sopa) de um mix de salsinha, cebolinha e coentro picados e 400 mL de leite de coco. Acrescente 600 g de camarões temperados, cozinhe por 5 minutos, tempere o caldo com sal e pimenta-do-reino e finalize com 2 colheres (sopa) de coentro picado e 100 mL de azeite de dendê. Sirva imediatamente com purê de mandioca, arroz branco ou farofa de dendê (doure 1 xícara de farinha de pão com 2 colheres (sopa) de cebola e alho picados e ao final misture 1/3 de xícara de azeite de dendê).

O que achou deste artigo?
Fechar

Gastronomia

Comer, beber e casar na Bahia
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter