Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Super Fé

Precipitação

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 10/05/18 - 03h00

“O longânimo é grande em entendimento, mas o que é de espírito impaciente mostra a sua loucura.” Provérbios 14:29

A correria e as demandas da nossa era têm nos levado a agir, muitas vezes, de forma precipitada, o que pode também nos levar a sérias consequências. É comum encontrarmos pessoas correndo no trânsito, avançando sinais, tomando decisões precipitadas para sanar problemas e se embrenhando mais e mais em situações desesperadoras. 

A Palavra de Deus, sabiamente nos mostra, que a precipitação leva à loucura. Uma pessoa precipitada é inconsequente e sempre sofre consequências inimagináveis. Todavia, agir precipitadamente é inerente a todo ser humano. O que precisamos fazer é vigiar o nosso dia a dia, buscar orientação do Senhor, para não cairmos nessa tentação. Heródoto, historiador grego que viveu no século V a.C, já falava que “a precipitação é a mãe do fracasso.”

Ao longo da nossa vida, muitas situações exigem de nós, não apenas reflexão e consultas a conselheiros, mas, sobretudo, orientação e respostas de Deus. Há, na história bíblica, muitos personagens que agiram precipitadamente em momentos cruciais. Sara, esposa de Abraão, é um desses exemplos. O Senhor havia prometido que Abraão seria pai de uma grande nação, mas, sendo estéril, Sara se precipitou e tomou sua serva Agar para dar um filho a seu marido. Entretanto, no tempo determinado, nasceu Isaque, o filho da promessa. O ato de Sara tem consequências até hoje, com tragédias que têm marcado os habitantes do Oriente Médio. Os árabes são descendentes de Ismael e os judeus, de Isaque; e eles se odeiam. Tudo isso teria sido evitado se Sara e Abraão tivessem evitado a precipitação e esperado pela promessa do Senhor. 

Sabemos que, quando se vive situações aflitivas, a tendência é por impulso ou emoção, esquecendo-se de buscar a orientação e direção de Deus. O resultado é sempre sofrimento. O rei Davi nos lembra (no Salmo 11:1-2) que quando saímos do refúgio do Senhor e fugimos dEle, somos atingidos pelas flechas dos ímpios. 

Esaú também agiu precipitadamente ao trocar seu direito de primogenitura por um prato de comida, oferecido por seu irmão, apenas para satisfazer uma necessidade momentânea. Assim, agem muitas pessoas. Abrem mão de uma bênção de Deus por coisas passageiras. Outros personagens bíblicos, a exemplo de Jetfé, Nabal e Saul também erraram por agir precipitadamente e, por isso, sofreram muito.

É compreensível que, quando passamos por dificuldades, ficamos tentados a tomar atitudes precipitadas. Mas, se estamos cercados por todos os lados, o que fazer? A orientação do Senhor vem através do Salmo 46.10: “Aquietai-vos e sabeis que eu sou Deus, sou exaltado entre as nações, sou exaltado na Terra.” 

Portanto, a orientação é para nos aquietarmos, porque o desejo do Senhor é que sejamos revestidos de ânimo e coragem, mesmo em tempos difíceis. Precisamos usar nossa fé genuína, nos aquietar e esperar no Senhor, mesmo na incerteza. Nunca devemos agir com precipitação, porque a vontade de Deus vai se manifestar e nos dar levar a uma decisão acertada sobre qualquer coisa, porque o Senhor anda vitoriosamente sobre tudo que nos aflige.

LEIA MAIS

Saiba mais sobre este assunto no livro “Precipitação”. Pedidos: (31) 3491-2266, vendas@editoragetsemani.com.br ou www.editoragetsemani.com.br.

JANTAR

A Igreja Batista Getsêmani vai realizar amanhã o 19º Jantar de Empresários e Profissionais Liberais. Será na sede campestre da igreja, na região de Pedro Leopoldo, às 20h. Os convites já estão sendo vendidos: R$ 80 (individual) e R$ 150 (casal). Preletor: pastor Simar Coelho. Louvor: Eli Soares. Informações: (31) 3448-9813 (14h às 19h) e www.getsemani.com.br.

 
<CF702>FÉ PRA VIVER
</CF>Acesse o canal Fé Pra Viver no YouTube e confira reflexões bíblicas: youtube.com/FePraViver. 

O que achou deste artigo?
Fechar

Precipitação
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter