Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Música

O centésimo show de ‘Acústico’

Com a turnê “Acústico Tour”, o Jota Quest adentra o palco pela centésima vez

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
jota.jpg
Turnê já foi vista por mais de 350 mil pessoas, em 80 cidades e 20 Estados, segundo Flausino
PUBLICADO EM 03/11/18 - 03h00

É provável que o Jota Quest já tenha perdido a conta dos shows realizados em BH. No entanto, a baliza que a apresentação marcada para este sábado (3) representa certamente ficará na memória: será a centésima vez que o grupo adentra o palco a bordo da turnê “Acústico Tour”. E se é para citar números, Rogério Flausino tem vários na ponta da língua: “A turnê já foi vista por mais de 350 mil pessoas, em 80 cidades de 20 estados”, compartilha, citando também dos números referentes ao CD/DVD homônimos. “Além das 35 mil cópias e um ‘disco de ouro’, ultrapassamos a marca de 150 milhões de views e plays no ambiente digital”. 

Não por outro motivo, ele festeja: “O projeto esta superando todas as nossas expectativas. E acho que o mais interessante é que, por ser o nosso primeiro neste formato, acabou ganhando também um aspecto revisional e comemorativo dos quase 25 anos de batalha. Por isso, tem muita história e emoção envolvidas neste processo”, confirma o vocalista. “E, sem dúvida, os melhores momentos dos shows têm a ver com a plateia cantando junto. Posso dizer que estamos vivendo nossos ‘dias melhores’”. O Pampulha desafiou Flausino a citar alguns momentos marcantes da turnê. Confira, a seguir.

Um momento engraçado “Tinha um fã do Recife que, por uns dois meses, pedia, todo dia, para que tocássemos ‘Palavras de Um Futuro Bom’. No show, perguntamos se havia alguém na plateia com o nome dele, até ele aparecer, subir no palco e cantar com a gente! Foi bem engraçado, porque ele era uma figura!” (risos).

Um perrengue “Temos uma história linda construída com a galera de Porto Alegre, primeira capital a receber a turnê, no Araújo Vianna, um lindo anfiteatro coberto para 3.200 pessoas, com ingressos esgotados. Até aí, tudo lindo, só que, bem no dia, uma super gripe me pegou. Fiquei meio surdo e quase mudo. Isso, somado à ansiedade da estreia, quase me tirou de combate. Mas a energia da galera foi tão especial que acabou sendo um dos mais emocionantes shows de toda nossa história gaúcha”.

Vai ficar na memória “Em Salvador, escolheram a canção “Daqui Só Se Leva o Amor” como tema de uma campanha de doação de córneas, e cantamos na Concha Acústica do teatro Carlos Gomes, lotado...”

Presenças especiais “Temos recebido amigos como Paulo Miklos, Fernanda Takai, Thiaguinho, Marco Luque, Thiago Abravanel, a escritora Martha Medeiros, Supla, Beto Bruno (Cachorro Grande), Projota, Sideral, Landau, Leoni, Thedy Correa, Durval Lelis, Kiko Zambianchi, Nelson Freitas, Raul Gazolla, Rafa Brites... Uma presença que nos encheu de orgulho foi a do jornalista Ricardo Boechat, da Band”. 

Em tempo: ainda esse mês, o Jota Quest retorna a Portugal, “após muitos anos”. “E em fevereiro iremos aos EUA, e, em maio, para Argentina e Uruguai”, finaliza Flausino.

 

Jota Quest
KM de Vantagens Hall (av. Nossa Sra. do Carmo, 230). Neste sábado (3), às 22h. R$ 140 (inteira, terceiro lote).

O que achou deste artigo?
Fechar

Música

O centésimo show de ‘Acústico’
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter