Ricardo Sapia
Ao vivo
Alerta Super
Ricardo Sapia
Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Chuteiras e Gravatas

O Cartola sem Palmeiras é o menor dos prejuízos

Palmeiras
PUBLICADO EM 05/04/19 - 03h00

Já falei aqui da febre do Cartola FC, o fantasy game do Grupo Globo, que arrecadou em 2018 cerca de R$ 16 milhões. A versão 2019 foi lançada na última terça-feira, em São Paulo, com a presença de cartoleiros fanáticos, que mantêm blogs e redes sociais para dar dicas aos jogadores. Para quem ainda não conhece, o Cartola é uma disputa entre times fictícios usando-se das cartoletas – a moeda do jogo. A cada rodada, você escala sua equipe ideal – pode escolher atletas reais dos times da Série A do Campeonato Brasileiro – e, depois, é só esperar o quanto eles vão pontuar mediante scouts, como roubadas de bola, gols, assistências, finalizações e defesas realizadas, para o caso dos goleiros. Por enquanto, o Palmeiras está fora do jogo, já que o clube paulista ainda não assinou com a Globo. Dessa forma, não vai dá pra escalar Dudu, Ricardo Goulart e companhia. Mas é possível pontuar escolhendo jogadores que atuarem contra o Verdão. A emissora informou que, caso haja um acordo, o alviverde entrará na disputa mesmo que o Brasileirão já tenha começado.

Novidade

De maneira geral, o game não trouxe tanta mudança. A novidade fica por conta da categoria de disputa “Desafio”, quando um jogador pode convidar um amigo, formar uma dupla e desafiar outros dois numa rodadas. Os sistemas de ligas continuam os mesmos, ou seja, disputadas por grupos de amigos do trabalho, da escola ou da academia, ou das competições nacionais. Está mantido também o “Mata-Mata”, quando um vai derrotando o outro até chegar ao título.

Premiação

Não precisa pagar para jogar o Cartola, mas há limitações. Só é possível participar de uma Liga Clássica, por exemplo. Agora, quem paga o Cartola Pro – R$ 49,90 para novos usuários e R$ 39,90 para quem já era Pro no ano passado – concorrerá a um carro 0 km no fim do ano (por sorteio, não por pontuação), além de participar de até sete ligas e de mais desafios. No ano passado, foram mais de 8 milhões de usuários ativos, sendo 424 mil da versão Pro.

Pedidos

Cartoleiros, como eu, têm opiniões para mudar alguns pontos no jogo, mas não haverá alterações mais profundas neste ano. Existe a figura do capitão do time, que pontua dobrado. Se ele faz um gol, marca muitos pontos, mas, se levar um vermelho, pode negativar. Tem gente que gosta dessa figura (introduzida no game no ano passado), mas muitos, como eu, acham que atribui mais sorte do que competência na pontuação. Um amigo azarão pode se dar bem escolhendo o capitão certo.

Telinha

A tabela detalhada da Série A divulgada pela CBF na quarta-feira indica transmissão da TNT/Turner de, pelo menos, um jogo por rodada com os clubes que têm contrato até a parada da Copa América. Na oitava, vai exibir dois jogos. Ainda sem assinar com a Globo, cinco de nove jogos do Palmeiras ficarão sem ser televisionados. Apesar do impasse, informações de bastidores dão conta de que a Globo está otimista em assinar com o atual campeão brasileiro.

Atentos

O Procon de São Paulo enviou na quinta-feira notificações às operadoras de TV por assinatura para que esclareçam a oferta de pacotes para o Campeonato Brasileiro, que começa no dia 27 deste mês. O Procon que saber se o canal Premiere, que passa os jogos pay-per-view, tomará alguma atitude para com os clientes que compraram os jogos. Se o Palmeiras não está no pacote, o valor deveria ser abatido. Os palmeirenses estão de olho!

Rombo

Segundo o Uol, a Globo pode ter um prejuízo de pelo menos R$ 100 milhões se não fechar com o Palmeiras. Sem acordo, os palmeirenses não verão os jogos do clube, mas torcedores de outras equipes também não vão poder assistir quando seus times enfrentarem o Verdão. Quem comprou pacotes e se sentir lesado, pode recorrer à Justiça. Os pacotes são vendidos entre R$ 79,90 e R$ 109,90 mensais. O serviço de pay-per-view existe no Brasil desde 1997.

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar