Classificado

Galo mostra força, vence o Carabobo e se classifica para 3ª fase da Libertadores

Gols de Hulk, Paulinho e Edenílson colocaram o Atlético na próxima etapa da competição continental

Por Fernando Martins Y Miguel
Publicado em 01 de março de 2023 | 23:30
 
 
 
normal

O Atlético fez valer a força do seu elenco e venceu o Carabobo, por 3 a 1, no jogo de volta da 2ª fase da Copa Libertadores. Agora, o time alvinegro vai enfrentar o vencedor de Milionários, da Colômbia, e Universidad Católica, do Equador, que empataram sem gols no primeiro jogo e jogam nesta quinta-feira (2).

Se não foi brilhante, o Galo, pelo menos, se mostrou mais solto, apesar de ainda demonstrar as mesmas dificuldades de jogos passados. Os gols de Hulk, Paulinho e Edenílson fizeram a Massa alvinegra delirar no Mineirão, que esteve cheio com a boa presença de atleticanos. 

A vitória teve requintes de tensão, quando Pernía diminuiu o placar, quando estava 2 a 0 para o Galo. Ede frustração quando Vargas perdeu o pênalti que decretaria a primeira goleada do Atlético na temporada. Mas o importante foi a vaga conquistada e o sonho do bicampeonato continental mantido.

Com os mesmos problemas de encaixe dos jogos anteriores, o Atlético começou o jogo tendo dificuldades de infiltrar nas linhas defensivas dos venezuelanos. Mas não demorou muito para a casa do Carabobo cair. Principalmente quando se trata de Hulk.

Aos 16 minutos, depois de bela troca de passes do ataque, Paulinho escorou de cabeça para o camisa sete fazer o primeiro gol do Galo na Libertadores. E dois minutos depois, em boa jogada de Pedrinho, que perdeu a bola e a recuperou, Paulinho aproveitou rebote e empurrou para as redes para ampliar o placar.

Atordoado, o Carabobo assustou no final da primeira etapa, quando Apaolaza cabeceou no contrapé de Everson, que fez uma brilhante defesa.

Nos acréscimos, Pernía assustou de vez ao acertar o chute rasteiro do canto de Everson e diminuir o placar.

No início do segundo tempo, o Carabobo ficou com um jogador a menos. Pernía dividiu com Hulk pelo alto e deixou o braço no rosto do atacante alvinegro. Segundo amarelo e ida ao vestiário mais cedo.

Mas o Atlético não aproveitava os espaços deixados pelo time venezuelano e tinha dificuldades de chegar ao ataque com clareza. Mas chegou ao terceiro gol na base da insistência de Paulinho, que driblou o marcador, penetrou na área e tocou para Edenílson bater na saída do goleiro.

Alívio no Mineirão, que contou com mais de 40 mil torcedores. E eles ainda puderam ver Vargas desperdiçar um pênalti sofrido por Patrick.

Atlético 3 x 1 Carabobo

Motivo: jogo de volta da 2ª fase da Copa Libertadores

Local: estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Público: 46.482

Renda: R$ 2.290.179,00

Gols: Hulk, Paulinho, Edenílson (A); Pernía (C)

Cartões amarelos: Hulk, Allan, Edenílson (A); González, Pernía, Juan Camilo (C)

Cartão vermelho: Pernía (C)

Atlético

Everson; Saravia, Jemerson, Maurício Lemos (Nathan Silva) e Dodô; Allan, Edenílson (Igor Gomes), Pedrinho (Zaracho) e Patrick (Hyoran); Paulinho (Vargas) e Hulk. Técnico: Eduardo Coudet

Carabobo
Vachoux; Cuesta, Lujano, Aponte e Pernía; Flores, González (Bakayoko), Juan Camilo e Covea (Sosa); Apaolaza (Tortolero) e Balza (Vargas). Técnico: Juan Domingo Tolisano

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!