Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Não deu

Coelho cai no Sul e acende o alerta

Time vai bem na defesa, mas não consegue incomodar o Grêmio e perde por 1 a 0

BRASILEIRÃO/GRÊMIO X AMÉRICA (MG)
A situação do time americano é instável. Sofreu sua segunda derrota seguida, uma vez que tinha perdido o clássico para o Atlético-MG, por 3 a 1 | Foto: ESTADÃO CONTEÚDO
Publicado em 10/06/18 - 18h22
Gustavo Rocha
@SUPERFC

Ir a Porto Alegre e conseguir trazer pelo menos um ponto na bagagem era o principal e complicado desafio do América na tarde deste domingo. O adversário, campeão da Libertadores e dono do futebol mais vistoso do país na atualidade, não precisou gastar todo seu repertório. O América até conseguiu conter as movimentações e troca de passes de Luan e Arthur, que não estavam em jornadas muito inspiradas, mas o atacante Everton – vivendo, talvez, o melhor momento da carreira – encontrou espaços na defesa do Coelho e decidiu o confronto com um gol solitário: 1 a 0 para tricolor gaúcho.


O Grêmio começou o jogo com a posse bola e tentando encontrar espaços entre as linhas defensivas bem armadas pelo técnico americano Enderson Moreira. 


Aos 14 minutos, o tricolor gaúcho quase marcou em duas cobranças de escanteios seguidas. Na primeira, Cícero tocou na bola e o zagueiro Messias desviou perigosamente, quase fazendo um gol contra. Na seguinte, o goleiro Jori saiu mal, deixando o gol vazio para a finalização de Everton, que explodiu no travessão. 
Aos 27 min, na única chance do Coelho na primeira etapa, Aylon arrancou e encontrou Gérson Magrão livre na ponta esquerda. O veterano finalizou com violência e quase marcou um belo gol, buscando o ângulo do goleiro Marcelo Grohe. 


Aos 31 min, Cícero encaixou belo lançamento para Everton, que se antecipou ao goleiro Jori e tocou para o gol vazio: 1 a 0. 
O primeiro tempo seguiu sem grandes emoções. O América sem força para buscar o empate e o Grêmio atacando apenas com segurança, claramente querendo levar a vantagem mínima para o intervalo. 


Na etapa complementar, o América adiantou sua marcação e tentou empatar o jogo. Enderson Moreira colocou atacantes para tentar o empate: Rafael Moura e Marquinhos entraram. As alterações não surtiram muito efeito, mas Rafael Moura ainda teve sua chance, aos 45 min, cabeceando livre – e mal –, nas mãos de Grohe. Ao apito final, mesmo sem brilhar, o melhor futebol do Grêmio prevaleceu. 

Compartilhar:
Enviar por e-mail
Imprimir
avatar
Li e aceito os termos de utilização
Cadastre-se para poder comentar
Fechar

Não deu

Coelho cai no Sul e acende o alerta
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório