Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Despedida

‘Matinê’ vale a reabilitação

Sem vencer há duas partidas, América recebe a Chapecoense, às 16h, no último jogo antes da Copa

k
Para o meia Serginho, América tem que encarar a partida desta noite como uma grande final | Foto: Cristiane Mattos - 17..2018
Publicado em 13/06/18 - 08h00
Antônio Anderson

Sem vencer há dois jogos e na zona intermediária da tabela, o América enfrenta a Chapecoense nesta quarta-feira (13), às 16h, na Arena Independência, em seu último compromisso pelo Campeonato Brasileiro antes da parada da competição para a disputa da Copa do Mundo.

O Coelho começou a 12ª rodada da Série A em 13º lugar, com 13 pontos, mesma pontuação que o adversário, que era o 14º. A equipe mineira leva vantagem sobre a catarinense no número de vitórias (4 a 3).

Fazer o dever de casa virou uma obrigação para o América, que vem de derrotas para o Atlético e o Grêmio. A equipe comandada pelo técnico Enderson Moreira vai encerrar no confronto contra a Chapecoense uma maratona de oito jogos em um intervalo de 24 dias. Para terminar entre os dez primeiros nessa parada para a Copa, não basta apenas vencer o time catarinense nesta quarta. O Coelho precisará contar com tropeços de Vasco, Fluminense e Botafogo, que vão enfrentar, respectivamente, Internacional, Santos e Atlético-PR.

Se esses clubes empatarem ou perderem seus jogos, desde que consiga somar os três pontos contra a Chapecoense, o América poderá terminar a rodada em até nono lugar na tabela de classificação do Nacional. O resultado também garante ao Coelho seu melhor início de Campeonato Brasileiro, se comparado com as participações da equipe na elite nacional nas temporadas de 2011 e 2016, quando, após 12 rodadas, o time somou, respectivamente, sete e oito pontos.

“Estamos encarando como uma final antes dessa parada para a Copa do Mundo. É um jogo dentro de casa, e precisamos nos impor e fazer o resultado. A Chapecoense é um time qualificado, portanto temos que mostrar um bom repertório para conseguir vencer e terminar essa etapa com 16 pontos”, afirmou o meia Serginho, artilheiro do América no Campeonato Brasileiro, com quatro gols.

E, para conseguir seu objetivo, o América tem a seu favor o bom retrospecto atuando como mandante nesta Série A. Diante de sua torcida, o Coelho conquistou quatro vitórias e sofreu duas derrotas. 

O América precisa somar pontos na partida dessa noite principalmente porque após a interrupção da competição para a disputa da Copa do Mundo já terá pela frente o clássico contra o Cruzeiro pelo Brasileiro.

Compartilhar:
Enviar por e-mail
Imprimir
avatar
Li e aceito os termos de utilização
Cadastre-se para poder comentar
Fechar

Despedida

‘Matinê’ vale a reabilitação
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório