Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Planejamento

Cruzeiro repete tática, recusa vendas e quer é se reforçar para 2019

Diretoria revela que recusou investida por Léo e não pretende abrir mãos do zagueiro Dedé e do atacante Arrascaeta, valorizados

Itair Machado
Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro
Publicado em 09/11/18 - 09h02
Bernardo Lacerda
@Supernoticiafm

O Cruzeiro foi um dos clubes mais agressivos no mercado nesta temporada. Mas mais do que buscar reforços, a direção estrelada tratou de recusar propostas e segurar seus principais nomes.

Para 2019, a tática será a mesma. O clube estrelado não quer se desfazer dos seus jogadores mais importantes. Por isso, vem recusando investidas de outros clubes.

O clube recusou proposta do México pelo zagueiro Léo. O valor de quase R$ 12 milhões não agradou. A contraproposta de R$ 30 milhões se tornou "fora da realidade".

Sem querer vender, mesmo revelando que a situação financeira do clube não é tranquila, com uma dívida de R$ 400 milhões, tanto é que o prêmio da Copa do Brasil já foi todo, o Cruzeiro já disse que não vai negociar Dedé e Arrascaeta só por R$ 120 milhões, valor da sua multa.

"O prêmio já foi todo. Entrou e saiu rapidamente para pagar as dívidas, colocar a casa em dia", disse o vice-presidente de futebol Itair Machado recentemente.

Thiago Neves é outro nome que está na mira de clubes de fora. No começo deste ano ele teve proposta para voltar para os Emirados Árabes, mas a Raposa não aceitou e bateu o pé que ele seguiria.

Agora, para 2019, o camisa 30 não tem o mesmo peso de insubstituível, mas à princípio, a chance de saída na nova temporada não agrada ao clube, que o vê como importante para o objetivo de conquistar a Libertadores.

 

Compartilhar:
Enviar por e-mail
Imprimir
avatar
Li e aceito os termos de utilização
Cadastre-se para poder comentar
Fechar

Planejamento

Cruzeiro repete tática, recusa vendas e quer é se reforçar para 2019
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório