Compartilhar:
Enviar por e-mail
Imprimir
Rádio Super
avatar
Li e aceito os termos de utilização
Cadastre-se para poder comentar
Fechar

Reality show

'A Fazenda 12': Mariano está na roça; três peões disputam Prova do Fazendeiro
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
carregando
Log View

Menina nem te conto

Paola Carosella deixa o 'MasterChef Brasil', da Band, após seis anos

Paola Carosella deixa o 'MasterChef Brasil', da Band, após seis anos

A chef Paola Carosella não faz mais parte do time de jurados do "MasterChef Brasil", da Band. O anúncio foi feito na tarde detsa quarta-feira (13) pela emissora, em um comunicado enviado à imprensa.

Paola estava no programa desde a estreia, em 2014, e trabalhava, na TV, ao lados dos chefs Henrique Fogaça e Erick Jacquin, e da apresentadora Ana Paula Padrão. Segundo a Band, Paola deixa o "MasterChef"  para focar suas atenções em seus negócios particulares, "neste momento em fase de grande expansão".

“Tenho muita honra de ter participado desse incrível projeto chamado 'MasterChef' na Band. Aqui estou e estarei sempre na minha casa. Mas neste momento minha empresa precisa de meu tempo e dedicação integral. Para os meus colegas queridos, para todos os que acompanham e assistem ao MasterChef e para a direção da Band e Endemol, meu muito obrigada e minha torcida sempre”, explicou Paola, no comunicado divulgado pela emissora.

"O Grupo Bandeirantes agradece muito a parceria e toda a dedicação da chef Paola Carosella durante os últimos seis anos no elenco do 'MasterChef'. Ela ajudou (e foi uma das protagonistas), ao lado de um grande time de profissionais, a consagrar o programa como um dos maiores sucessos da TV brasileira", disse a nota.

Segundo a Band, a pessoa que vai substituir Paola Carosella na próxima temporada do "MasterChef" ainda não foi definida. 

Integrante do Rosa Neon, Marina Sena conta sobre o mergulho na carreira solo

Integrante do Rosa Neon, Marina Sena conta sobre o mergulho na carreira solo

Não é de hoje, tampouco de agora, que Marina Sena planejava seu debute na carreira solo. A cantora e musicista de Taiobeiras, no Norte de Minas, que integra os grupos Rosa Neon e A Outra Banda da Lua, em um bate-papo com a coluna Trem Para Fazer, do programa Manhã Super, da Super 91,7 FM, revelou que já vinha, aos poucos, reservando canções para o sonhado lançamento.

“Têm músicas que eu já guardava para este momento”, contou ela, que à meia-noite, nesta quinta-feira (14), vai lançar nas plataformas digitais a faixa e o videoclipe “Me Toca”, o primeiro single do seu primeiro disco solo. “Essa é uma música romântica, que é o assunto que eu mais tenho facilidade de falar. O que eu mais falo é sobre amor”, disse.

“Me Toca”, segundo a compositora, é uma canção recheada de ritmo, de leveza e, de certa maneira, diferente de tudo o que ela apresentou ao público até agora. “É um som novo pra mim. É uma Marina nova que vem surgindo”, garantiu ela, destacando que o videoclipe, assinado por Vítor Soares e Elisa Guerra, também surpreenderá seus fãs. “Tem todo o lance da sensualidade, que eu já apresento (nos trabalhos), mas é de uma forma diferente, em uma estética diferente. Está bem legal e interessante”, completou.

O primeiro disco solo de Marina Sena está previsto para ser lançado entre março e abril deste ano. O nome do trabalho, por ora, não é revelado pela cantora. Ela, porém, contou que o sonhado rebento terá dez músicas inéditas, incluindo “Me Toca”. “As faixas do disco já estão prontinhas, e eu fico ouvindo o dia inteiro”, disse ela, ansiosa para que as coisas aconteçam, que a resposta do público chegue e que as canções caiam na boca do povo. “Eu sempre quis fazer isso (o disco solo), mas não queria fazer mal feito, sempre quis que fosse em um momento interessante e, agora, sinto que é o momento”, finalizou. 

Projetos
O play na carreira solo não vai afastar Marina Sena dos seus outros projetos, nem de A Outra Banda da Lua, tampouco do Rosa Neon, que há dois anos vem movimentando a cena pop de Minas Gerais. “São projetos complementares para mim e que se diferenciam nos pontos em que precisam se diferenciar”, afirmou a artista.

Raízes
Nascida em Taiobeiras, no Norte de Minas Gerais, Marina Sena faz questão de imprimir em seus trabalhos suas raízes. Ou melhor, é impossível não imprimir essas raízes nos projetos. “Eu costumo falar que tudo o que eu fizer vai ser norte-mineiro, mesmo que não tenha ali uma característica caricata do Norte de Minas. E eu sempre vou levar o Norte de Minas justamente por ser norte-mineira, então, tudo o que eu fizer vai ser a partir da perspectiva de uma norte-mineira”, garantiu a cantora.

Ouça o podcast Trem Para Fazer

'Shippados': série com Tatá Werneck e Eduardo Sterblitch estreia na Globo

A primeira vista, Rita (Tatá Werneck) e Enzo (Eduardo Sterblitch) são imperfeitos um para o outro. Mas quis o destino que as histórias deles, ambos traumatizados por suas trajetórias amorosas, familiares e profissionais fracassadas, se cruzassem a partir de um desencontro.

E é em torno da história dos dois que gira a história de “Shippados”, série original do Globoplay e que a Globo exibe, a partir desta terça-feira (12), após a minissérie “A Cor do Poder”. 

Rita e Enzo se conhecem por acaso num bar depois de serem abandonados por seus respectivos crushes. Os dois passam a compartilhar suas experiências mais bizarras com os aplicativos de namoro. Unidos pelas frustrações amorosas causadas pelos encontros marcados por aplicativos, eles decidem viver (ou pelo menos tentar) um romance à moda tradicional, deixando o virtual de lado. 

Tatá Werneck define a série “Shippados” como a história de duas pessoas que querem muito ser amadas, apesar das desilusões pelas quais já passaram. 

 

“A Rita tenta, através de aplicativos de relacionamento, encontrar o homem ideal, alguém que a ame e que ela consiga amar. Só que ela tem vários critérios e, num desses encontros fracassados, encontra o Enzo que também tem seus encontros fracassados. Eles se encontram nessa dor, nessa angústia, nessa solidão. A relação deles é de verdade, não é uma relação protegida onde você conhece primeiro as maravilhas de alguém e depois os defeitos. Eles já começam pelos erros”, explicou a atriz.

“Rita e Enzo são pessoas comuns com suas loucuras. E essa loucura deles os aproxima e eles se apaixonam”, completou Tatá. “É muito legal quando a gente vê pessoas juntas se dando bem, numa relação legal, diferente, que inspira”, pontuou Eduardo Sterblitch.

Além de Tatá e de Sterblitch, “Shippados” também traz no elenco os atores Luis Lobianco, Clarice Falcão, Rafael Queiroga, Júlia Rabello e Yara de Novaes. 

Última série de Fernanda Young
“Shippados” é a última série escrita por Alexandre Machado com a saudosa Fernanda Young (1970-2019). A comédia romântica, que tem direção de Patricia Pedrosa, estreou no Globoplay em 2019. 
“Acho que todo mundo vai se identificar de alguma forma, ou identificar algum amigo nesses personagens”, disse Fernanda, na época do lançamento da série. “Queremos que o público consiga rir de si mesmo”, afirmou a roteirista. 
 

Silvero Pereira celebra boa fase na carreira: 'Encaro bons desafios'

Silvero Pereira é um artista inquieto e que sabe muito bem tirar proveito de tal característica. Mesmo durante a pandemia, o ator e diretor cearense – que atualmente pode ser visto na reprise da novela “A Força do Querer”, da Globo –,  não parou de trabalhar. Com muita criatividade, o artista se reinventou e desenvolveu projetos, inclusive, para as redes sociais, em que tem feito muito sucesso.

Nos últimos meses, Silvero tem compartilhado em seu perfil no Instagram (@silveropereira) vídeos cheios de bom humor, que ele começou a gravar por conta própria. Em um deles, o artista interpreta duas dançarinas: uma nascida em 1980 e a outra, em 2020, e ambas dançam ao som de “Tic, Tic, Tac”, sucesso do grupo Carrapicho. O vídeo viralizou na internet e já tem milhões de visualizações. E não para por aí. Basta dar uma “stalkeada” no perfil de Silvero no Instagram para encontrar uma coleção de conteúdos de humor.

 

O ator revela que ficou surpreso ao ver que os vídeos têm feito muito sucesso e atraído muitos seguidores em suas redes sociais. “Eu não tenho compromisso com a produção desses conteúdos. Na realidade faço porque também me divertem e fico feliz que estejam levando alegria para as pessoas que me seguem”, disse Silvero. “Recebi muitas mensagens de gente falando que ‘alegrei o dia delas’. Certamente vou continuar produzindo e inventando novas coisas”, ressaltou ele.

Luz, câmera, ação!
Silvero Pereira garante: “Trabalhei muito nessa quarentena”. O ator e diretor de 38 anos adaptou para as plataformas digitais o espetáculo teatral “O Cabaré das Travestidas”, do coletivo As Travestidas, que ele integra. Além disso, o artista lançou “um espetáculo com linguagem de redes sociais”, como ele mesmo definiu, chamado “Bixa Viado Frango”. Segundo o ator, o trabalho foi criado a partir das próprias experiências sobre questões de gênero e identidade. Ele também ministrou um curso de técnicas teatrais pela internet.

Cria do teatro, o cearense também tem se dedicado ao cinema. No ano passado, ele participou do longa “Fluxos”, primeiro filme brasileiro feito de maneira totalmente remota. O longa tem direção e roteiro de André Pellenz e traz ainda Gabriel Godoy no elenco.  

“Atuei também no longa ‘Bem-vinda a Quixeramobim’, de Halder Gomes, ao lado de Monique Alfradique”, contou Silvero. “Estou em filmagem no longa da Cleo Pires ao lado de Kaysar Dadour”, completou. Além disso, ele está envolvido em três séries: duas para o streaming, cujas gravações devem começar em fevereiro; e a terceira que roteirizou e que está em fase de captação de recursos.  

Sucesso no cinema e na TV
Silvero Pereira celebra a boa fase que vive na carreira. Além dos trabalhos que desenvolveu (e que ainda tem desenvolvido) durante a pandemia, o ator ganhou, no ano passado, o troféu de melhor ator no Prêmio do Cinema Brasileiro por sua atuação como o justiceiro Lunga no filme “Bacurau”.

 

Ele garante que o papel no longa de Kleber Mendonça Filho é um marco em sua carreira, mas que não esperava arrebatar o prêmio. Segundo o ator, a primeira reação que teve ao ouvir que havia sido o vencedor foi chorar. “Fiquei muito emocionado. Eu nasci no sertão cearense, não estudei artes quando criança e vi cinema pela primeira vez aos 17 anos. Logo, ter esse reconhecimento foi um filme que passou na cabeça sobre os percursos e as conquistas”, explicou ele. 

Além disso, Silvero comemora o fato de seu primeiro trabalho na TV ser reexibido na Globo – ele está na reprise de “A Força do Querer”, trama de Gloria Perez que foi ao ar originalmente em 2017. Na história, o ator interpreta um personagem que se dividia entre duas identidades: o motorista Nonato e a diva dos palcos Elis Miranda. 

“Essa novela é um marco na minha visibilidade como artista. Ela me apresenta como ator para todo o Brasil e é o ponto de partida para vários outros trabalhos que vieram posteriormente”, pontuou Silvero. “Tenho 20 anos de teatro, mas nunca tinha feito televisão. Portanto, eu sempre me cobrava muito sobre acertar, fazer tudo direitinho e responder às expectativas”, relembrou o cearense, que confessou que adora se assistir. “Hoje, revendo a edição especial, percebo minha evolução do início para o fim da novela”, revelou.

Segundo o ator, a grande repercussão do personagem na reprise o deixou surpreso. “Porque é uma edição menor e achei que o personagem iria ter menos destaque diante de tudo que a trama aborda. Mas estou muito feliz que está praticamente na íntegra a trama de Elis/Nonato”, explicou. “Isso novamente tem feito o público me acessar mais nas ruas e nas redes sociais”, completou.

Silvero também fez uma comparação entre a época em que “A Força do Querer” foi ao ar pela primeira e agora, com a reprise, quando o assunto é o público LGBTQI+. “Acho que a novela em 2017 trouxe muitas reflexões, porém não conclusões, afinal não é esse o objetivo. Entretanto, nossa sociedade, mesmo com informações, acredito que tem se tornado um pouco mais violenta, e isso é decorrente das ações políticas que vivemos”, opinou.
 
Hoje, diante de tanta experiência adquirida e de realizações, Silvero se define como uma pessoa “mais tranquila emocionalmente”. “Tenho me tornado cada vez mais próximo dos meus amigos e valorizado as relações familiares. Profissionalmente, continuo inquieto e desejoso por aprendizado, não tenho medo de trabalho. Sou uma ‘bixa’ atrevida e encaro bons desafios”, frisou.

Davi Moraes lança EP em homenagem ao pai, Moraes Moreira: 'Explosão de gratidão'

Davi Moraes lança EP em homenagem ao pai, Moraes Moreira: 'Explosão de gratidão'

A primeira vez que Davi Moraes, de 47 anos, dividiu o palco com Moraes Moreira foi numa noite nublada de janeiro de 1985. Era a edição original do Rock in Rio, e Davi, com 11 anos, empunhando um cavaquinho elétrico, mostrou uma versão reverberada do clássico “Brasileirinho” para uma plateia de mais de 100 mil pessoas. 

“Ele tinha uma coisa incrível que me tocava muito, que era sempre acreditar em mim. Ele me punha para subir no palco com ele e me incentivava ‘vamos lá, vamos lá’. Isso me moldou como pessoa e me deu convicção como músico”, relembra com emoção o artista, 36 anos após o show antológico ao lado do pai no Rio de Janeiro. “Imagine, colocar um garoto para tocar chorinho em frente a uma multidão de metaleiros em um festival importante daqueles é o maior ato de confiança que um pai pode demonstrar para um filho. Sinto muita falta da nossa parceria”, confessa ele, por telefone, em um misto de surpresa, gratidão e admiração.

Lembranças como essas têm servido de combustível para o guitarrista desde que o pai, um dos mais importantes músicos brasileiros e fundador dos Novos Baianos, partiu, em abril do ano passado, aos 72 anos. Como se não bastasse tamanha perda, Davi viu também irem embora a mãe, Marília Mattos, e a avó Dona Cândida, que morreu vítima da Covid-19, aos 97 anos. “Difícil digerir essas pancadas todas. Me sinto perdido no meio de tanta dor e saudade”, lamenta com a voz embargada.

A relação musical e de amor entre pai e filho é a principal força que move “Todos Nós” (Biscoito Fino), mais novo EP de Davi Moraes, que já está disponível nas plataformas de streaming.

Pensado como uma homenagem ao legado de Moraes Moreira, o trabalho traz quatro faixas – sendo três delas inéditas e uma regravação do clássico “Davilicença” – nascidas da parceria de Davi com um time de artistas e amigos da família, como Joyce Moreno, Carlinhos Brown e Marina Lima. 

“Esse disco simboliza uma explosão de gratidão por esse pai, amigo, companheiro e mestre que trouxe tanta alegria para a vida de muita gente”, diz o cantor, compositor e multi-instrumentista.

Davi explica ainda que as gravações, além de funcionarem como um escape para lidar com as perdas, são uma maneira de manter viva a memória artística do pai. “Ele merece esse reconhecimento pelo músico e ser humano que foi. Reunir todas essas participações maravilhosas nesse trabalho mostra como ele era respeitado e querido. Acima de tudo, colocar esse disco na praça tem um cachê espiritual imensurável. É uma forma de aliviar a saudade, fazer carinho na saudade”, complementa.

‘Um bálsamo contra dores e perdas’

Com produção musical de Alexandre Kassin, habitual colaborador de Davi em sua carreira solo, “Todos Nós” conta com material novo e surpresas arrebatadoras, como a canção “Aquele Abraço do Gil”. Feito em parceria com a cantora Joyce Moreno, o samba conta com uma das últimas letras escritas por Moraes Moreira e serviu como inspiração central para o disco. 

“Essa música nasceu de um encontro inusitado entre meu pai e a Joyce em uma padaria da Gávea. Ele me contou na época que deu a letra para Joyce e pediu para que ela escrevesse uma melodia. Dois dias depois, ela mandou de volta esse samba maravilhoso que me deixou encantado”, recorda. 

O músico revela que pediu permissão aos dois para gravar a canção no seu próximo álbum, porém com a morte do pai o projeto foi pausado. Somente quando Joyce sugeriu, pouco tempo depois, que a música fosse lançada como uma homenagem a Moraes Moreira, foi que a ideia do EP se materializou. “Ela falou ‘Vamos fazer um single dessa música para homenagear seu pai’, e eu pensei que seria muito pouco lançar só uma canção. Então eu decidi que um EP seria o formato ideal naquele momento e corri atrás de outras canções para completar o projeto. Fiquei muito contente com o resultado final”, diz.

Outra faixa de destaque de “Todos Nós” é “Aos Santos”, parceria de Davi com Carlinhos Brown. Em versos cheios de profecia poética, o bolero contempla o peso da ausência logo após a partida de quem se ama (Você foi embora, me deixou aos prantos e apaixonado, consultei os santos). “Eu mandei a música para o Carlinhos, e ele conseguiu traduzir perfeitamente o sentimento que eu buscava expressar em letra. Foi inusitado, mágico mesmo, ver ali nos versos dele, tudo que eu queria dizer para o meu pai”, revela abismado.

Marina Lima faz duo com Davi em “Davilicença”, única regravação do disco. Composta por Moraes Moreira e Armandinho Macedo, a canção foi lançada pelo ex-Novos Baianos em 1977, em seu segundo álbum solo, “Cara Coração”. “Foi maravilhoso esse dueto com a Marina, que é prima-irmã da minha mãe e com quem a gente sempre teve uma ligação forte. Inclusive, ela presenciou meu pai e Armandinho compondo essa canção lá em casa no fim dos anos 1970”, relata o artista.

Já “O Cantor das Multidões”, composição de Mú Carvalho e Tuca de Oliveira, fecha o EP. Escrita em tom biográfico, a faixa conta com a participação de Mú, no piano, e Dadi Carvalho, no baixo. “Essa é uma canção muito bonita que me tocou muito. Achei que a letra tinha semelhanças com a história de vida do meu pai e por isso quis incluí-la no disco. Tenho um orgulho enorme de poder ter trazido o Dadi e o Mú para o projeto. Eles são representantes de A Cor do Som, uma banda de enorme importância para a história do meu pai. Não podiam faltar nessa homenagem”, elogia.

Armazém de relíquias

Davi também confessa que pretende trabalhar no garimpo de material inédito do pai para possível lançamento ainda em 2021. A ideia é reunir poemas e textos não publicados que devem ganhar trilha sonora composta pelo herdeiro de Moraes Moreira. 

“Com certeza vamos ter material inédito para ser lançado no futuro. O plano é compilar o material que ele deixou, inclusive muitos dos poemas lindos que ele escreveu e nunca publicou. Vamos reunir tudo e decidir que destino a gente vai dar a isso. É importante que a obra dele vá para o ar, não pode ficar guardada em uma gaveta. Queremos trazer os parceiros mais próximos dele para participarem também, então tem uma grande história vindo por aí. É minha missão cuidar da arte dele com carinho”, promete.

 

Anitta se oferece para fazer campanha pró-vacina: 'Não vou virar jacaré'

Anitta se oferece para fazer campanha pró-vacina: 'Não vou virar jacaré'

Anitta está animada com a comprovação da eficácia da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo. Tanto que se ofereceu para ser o rosto da campanha de vacinação do imunizante que será usado contra a Covid-19 e exaltou o Sistema Único de Saúde (SUS).

De férias nos Estados Unidos, a cantora contou aos seguidores uma conversa que teve com um taxista que a levou até a cidade de Miami na madrugada deste sábado (9). Anitta disse que foi questionada pelo homem sobre a vacina de coronavírus no Brasil. 

"O primeiro assunto que o motorista puxou comigo hoje foi sabe o quê? A vacina que já tem no Brasil”, contou ela. “Não vou mentir que fiquei me gabando. Falei: 'é, porque no Brasil temos o SUS, que é um sistema público de saúde... a gente tem o Butantan!'", disse a artista.

Na sequência, Anitta fez uma brincadeira. "Se a galera do Butantan quiser que eu seja o rosto da campanha, para eu estimular a galera para a vacinação, eu posso tomar a vacina primeiro que geral! A galera acompanha em tempo real que não vou virar jacaré... Estou brincando! Desculpa esfarrapada para furar a fila. Mas que legal, viva!", comemorou.

 

'Vai com o Bu bu tan tan': MC Fióti faz versão de hit para festejar vacina

'Vai com o Bu bu tan tan': MC Fióti faz versão de hit para festejar vacina

A divulgação da eficácia da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo, tem movimentado a internet. Isso porque o imunizante teve eficácia de 78%, o que animou bastante os brasileiros, que até já elegeram o “hino da vacina”: o funk “Bum Bum Tam Tam”, de MC Fióti, lançado em 2017, e que voltou a fazer sucesso agora.

Nas redes sociais, a música ganhou uma nova versão, e muitos memes, que exaltam o Butantan e também o SUS. A semelhança do título da canção com o instituto paulista foi o ponto de partida do lançamento para que a música viralizasse.

 

A repercussão foi tão grande que MC Fióti anunciou que vai gravar e lançar uma nova versão do funk inspirado no movimento que acontece na internet. No Instagram, o artista anunciou a nova letra. “É a vacina envolvente que mexe com a mente de quem tá presente, a vacina saliente que vai curar nós do vírus e salvar muita gente”, disse o MC.

 

“Estamos planejando fazer um projeto lindo para homenagear o Instituto Butantan e toda a equipe do SUS pela vacina Coronavac, contra o coronavírus. Fico muito grato a Deus por minha música se tornar tema da vacina. Espero que ela leve alegria a nossa população brasileira", comentou o funkeiro em entrevista ao jornal “O Dia”. 

Ao jornal “Extra”, MC Fióti afirmou que já está conversando com os seus empresários sobre a gravação. “Meus fãs estão pedindo para fazer esta homenagem e 'pirei' quando vi que até o Instituto Butantan compartilhou a canção. Vamos transformar isso em algo maior. Estou com a letra completa, vou entrar em estúdio e fazer até clipe”, garantiu ele. 

Escute a versão original de "Bum Bum Tam Tam": 

 

 

Rowan Atkinson diz que quer aposentar Mr. Bean: 'Não gosto de interpretá-lo'

Rowan Atkinson diz que quer aposentar Mr. Bean: 'Não gosto de interpretá-lo'

O ator Rowan Atkinson, de 65 anos, famoso por interpretar Mr. Bean, afirmou em entrevista à Rádio Times que não é muito prazeroso dar vida ao atrapalhado personagem, mas sim estressante e exaustivo. Ele também voltou a falar sobre a possível aposentadoria do Mr. Bean.

"Eu não gosto muito de interpretá-lo. O peso da responsabilidade não é agradável. Acho isso estressante e exaustivo e estou ansioso para o fim", afirma o ator, que apesar disso prepara um filme de animação do personagem. "É mais fácil interpretá-lo vocalmente do que visualmente", afirmou, segundo a revista "Variety".

Criado em 1990, Mr. Bean é sucesso até hoje e já rendeu série, livros e uma franquia de filmes. Apesar de Atkinson afirmar que não quer mais interpretá-lo e relatar exaustão com todos os seus personagens, ele aponta como exceção a série "Blackadder", exibida entre 1983 e 1989 e que ganhará uma regravação.

Para Atkinson, reproduzir a sitcom trará alguns desafios, já que representa "a energia criativa que todos tínhamos nos anos 80". "Tentar replicar 30 anos depois não será fácil", afirma ele.

Apesar disso, ele diz não sentir o mesmo peso que sente em relação ao Mr. Bean ao retomar seu personagem de "Blackadder", já que nesse caso o peso para tornar a série engraçada não está apenas em seus ombros, mas nos de muitas pessoas envolvidas.

Atkinson ganhou o Bafta de melhor desempenho de entretenimento leve por "Blackadder Goes Forth" em 1989. O próximo trabalho do ator é a série da Netflix "Man vs. Bee", onde ele interpreta um homem em guerra com uma abelha enquanto mora em uma luxuosa mansão.

Hilary Duff afirma que excesso de testes de Covid-19 provocou infecção nos olhos

Hilary Duff afirma que excesso de testes de Covid-19 provocou infecção nos olhos

A cantora Hilary Duff, de 33 anos, contou nas redes sociais que o excesso de testes que fez de Covid-19 pode ter causado uma infecção em seus olhos. Ela, que já é mãe de dois filhos, está grávida do terceiro.

Em meio a fotos de família no Natal, com o marido Matthew Koma vestido de Papai Noel, ela contou o seu drama. "Então, meu olho começou a ficar estranho e a doer muito. Fiz uma pequena viagem para o pronto-socorro. Tive uma infecção no olho por causa de todos os testes Covid que fiz", afirmou.

A cantora teve de tomar antibióticos para se curar, mas já está bem. Infecções oculares relacionadas ao excesso de teste de Covid não foram relatadas pelo CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças), segundo o site E!.

Hilary Duff, que ganhou destaque na mídia internacional depois de protagonizar a série "Lizzie McGuire" (2001-2004), do Disney Channel, anunciou em novembro do ano passado que estava à espera de seu terceiro filho, o segundo fruto do casamento com Matthew Koma.

Ela é mãe de Luca, de 8 anos, com Mike Comrie, e Banks Violet, 2, que nasceu enquanto Hilary e Matthew ainda estavam namorando, em 2018.

Fafy Siqueira é ofendida por foto com namorada e amigos se solidarizam

Fafy Siqueira é ofendida por foto com namorada e amigos se solidarizam

A atriz Fafy Siqueira, de 66 anos, recebeu o apoio virtual de amigos após sofrer ataques em seu perfil no Instagram. Ela publicou uma foto com a mulher, Fernanda Lorenzoni, de 31 anos, e nos nos comentários das fotos em que as duas aparecem na praia, seguidores escreveram mensagens ofensivas e também as trataram como "mãe e filha".

Na legenda, Fafy escreveu: "Eu te amo e vou gritar para todo mundo ouvir". Celebridades e amigos da atriz celebraram o amor do casal. Outros ajudaram a denunciar os comentários ofensivos.

 

"Gente, denunciem os comentários abusivos, acabei de denunciar uma maluca agressiva que comentou aqui , que 'ama animais' e detesta seres humanos... não pode estar numa rede social quem não tem civilidade", escreveu a atriz Vanessa Gerbelli.

Até a apresentadora Livia Andrade foi citada. Ao elogiar o casal, um dos seguidores, disse que ficou "decepcionado" por elas serem amigas. Fafy respondeu que ela é madrinha de Livia.

Fafy e Fernanda foram à praia no Rio de Janeiro às 5h da manhã para evitar aglomeração. Elas se conheceram quando trabalharam juntas na peça "Forever Young", em 2016. O romance veio à tona após Siqueira declarar que a namorada estava cuidando dela, devido a um acidente no qual quebrou três costelas.

A produtora levou a humorista ao hospital após sofrer uma queda de pressão. "Fernanda, minha namorada, é que estava em casa comigo e me levou para a emergência", disse em entrevista à coluna de Patrícia Kogut, no jornal O Globo, na ocasião.

 

Cantora gospel Amanda Wanessa sofre grave acidente de carro e está internada

Cantora gospel Amanda Wanessa sofre grave acidente de carro e está internada

A cantora gospel Amanda Wanessa sofreu um grave acidente de carro, em Barreiros, Pernambuco, nessa segunda-feira (4). A gravadora da artista, MK Music, divulgou nas redes sociais que ela passou por duas cirurgias no Real Hospital Português, no Recife, onde segue internada. Os procedimentos na cabeça e nos braços foram bem-sucedidos. Um novo boletim deve ser divulgado às 17h desta terça-feira (5).

 

Segundo o batalhão da Policia Rodoviária de Pernambuco (BRPV), uma equipe foi acionada por causa de um acidente envolvendo três veículos, um carro e dois caminhões. Quatro ocupantes do automóvel foram socorridos para o Hospital de Rio Formoso por populares, Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e socorristas da empresa Pande.

O condutor de um dos caminhões foi encaminhado à delegacia para prestar esclarecimentos. O outro teria fugido do local. A polícia ainda apura as causas do acidente.

Segundo informações divulgadas nas redes sociais da gravadora, Amanda dirigia o carro e estava com o pai e a filha. Não há informação sobre o quarto ocupante citado pela polícia.

 

Rafa Kalimann surpreende Manu Gavassi com faixa de parabéns em avião

Rafa Kalimann surpreende Manu Gavassi com faixa de parabéns em avião

A atriz e cantora Manu Gavassi completou 28 anos nessa segunda-feira (4). E a data não poderia passar em branco. Isso porque sua amiga Rafa Kalimann, de 27, contratou um avião com uma faixa de parabéns para surpreender a moça.

Pelas redes sociais, Rafa contou mais detalhes sobre o momento. "O que farei para comemorar o aniversário da Manu? Então comecei a calcular. A primeira surpresa está chegando", dizia ela.

A aniversariante adorou a surpresa. "Isso tem uma cara de presente da Rafa", disse ela. Mais cedo, Thelma de Assis, de 35 anos, também havia feito uma homenagem à amiga de confinamento de "BBB". "É essa felicidade que sinto hoje, a sensação de que soubemos aproveitar muito bem a nossa chance. Te desejo um novo ciclo cheio de bons frutos, estarei sempre aqui pra apoiar, aplaudir e compartilhar vitórias com você", publicou.

 

Bruna Marquezine, Manu Gavassi, Thelma Assis e Rafa Kalimann se juntaram com amigos e companheiros e alugaram uma ilha em Angra dos Reis para passar o Réveillon juntinhas e longe de tumulto.O grupo está hospedado na Ilha do Capítulo, de 55 mil m², em Angra dos Reis, Costa Verde do Rio de Janeiro, com praias privadas, pista de cooper, beleza natural, jardim com piscina com vista para o mar, heliponto e um deck para atracar os barcos. A ilha possui cinco suítes, sala de estar, sala de cinema e varandão com vista.

Ficou interessado?
Para se hospedar na ilha, você terá que desembolsar entre R$ 16 mil a R$ 18 mil pela diária. O valor já inclui taxa de serviço. A diária da ilha também inclui cinco funcionários, duas camareiras e três jardineiros. É possível contratar à parte uma cozinheira e mais auxiliares por R$ 450, a diária.

Ou seja, a ilha está ao menos com 14 pessoas atualmente: os cinco funcionários mais o grupo formado por: Bruna Marquezine, Thelma Assis e o marido, Denis, Rafa Kalimann e o namorado, Daniel Caon, Manu Gavassi e o produtor dela, Alisson Gonçalves, o fotógrafo André Nicolau e seu namorado, Marcello Henrique.

'BBB 21': Boninho conta que participantes já estão confinados em um hotel

'BBB 21': Boninho conta que participantes já estão confinados em um hotel

O diretor Boninho voltou a dar pistas sobre a nova dinâmica do "BBB 21", que estreia no próximo dia 25, na Globo. Em resposta a uma postagem em seu próprio Instagram, contou que os participantes já estão confinados em um hotel.

"Começou ontem", revelou ele ao afirmar que o confinamento iniciou no último domingo (3). A ideia é deixar os participantes isolados para que haja tempo hábil para que a quarentena de 14 dias seja feita. Com duas semanas após a testagem sem o vírus, todos estariam aptos a entrar na casa sem transtornos.

Ele também disse que não haverá Casa de Vidro na nova edição. Na 20ª temporada, em 2020, Daniel e Ivy foram os escolhidos pelo público após alguns dias presos dentro da estrutura em um shopping do Rio de Janeiro.

Neste ano, o reality show vai voltar a confinar dois times, um de anônimos e outro de famosos. A ideia é repetir a dinâmica que deu certo no "BBB 20". O programa deve anunciar os seus participantes na próxima sexta-feira (8), já que as redes sociais do programa estão fazendo mistério com essa data. Além disso, coincide com o tempo de tempo de pré-confinamento que eles terão de fazer antes de entrar da casa para evitar a propagação da Covid-19 entre eles.

Diversos são os nomes que circulam nas listas da internet, com maior ou menor níveis de confiabilidade. A reportagem reuniu alguns dos mais citados e que têm mais chances de realmente aparecerem na lista final. Carla Diaz e Fiuk, que estão na reprise de "A Força do Querer", são dois dos mais cotados, assim como Carol Macedo, que está na reexibição de "Malhação - Viva a Diferença". Outros nomes que apareceram com força são o do humorista Rafael Infante, do Porta dos Fundos, da influenciadora digital Camilla de Lucas e da atriz e influenciadora Flávia Pavanelli.

Por outro lado, o diretor de núcleo do programa, Boninho, já negou a participação que algumas pessoas que eram muito comentadas, como a ex-vice Miss Bumbum Andressa Urach, as atrizes Luana Piovani e Roberta Rodrigues e as gêmeas do nado sincronizado Bia e Branca Feres. Mariana Rios, que também foi apontada como estando no elenco, negou a informação nas redes sociais.

'BBB 21': Gustavo Mioto diz que recebeu convite para o reality, mas que recusou

'BBB 21': Gustavo Mioto diz que recebeu convite para o reality, mas que recusou

As especulações sobre os ocupantes da casa do "Big Brother Brasil 21", da Globo, não param de circular pela internet. O cantor sertanejo Gustavo Mioto, de 23 anos, apareceu nessa lista e confirmou o fato.

"Realmente rolou a conversa. Me sinto lisonjeado por estar sendo cotado para algo dessa magnitude", contou Mioto em um vídeo que publicou nas redes sociais.

Ele explica, no entanto, que precisou recusar o convite, pois tem compromissos já firmados com a sua gravadora. "Temos muitos planos esse ano, muitos projetos, três ou quatro discos para fazer, coisas internacionais. Então realmente ficaria inviável esse ano participar de algo assim", conta Mioto. Toda a repercussão que a notícia deu para o cantor foi positiva, no entanto, e ele diz que não descarta participar do reality um dia.

Também está entre os nomes cotados para o "BBB 21" a atriz e influenciadora Flavia Pavanelli, de 22 anos. Um vídeo publicado nesse domingo (3) em que arrumava as malas sem dizer para onde iria acendeu os rumores de que entrará na competição. No Twitter, o nome dela foi parar entre os assuntos mais comentados. E por conta disso ela desativou a rede social na tarde dessa segunda-feira (4).

Dentre os comentários, aqueles em que apoiavam a entrada dela na casa e outros que diziam achar engraçado acompanhar a atriz no reality já que teoricamente já seria rica. Inclusive, ela acaba de ganhar de Natal um carro avaliado em mais de R$ 500 mil.

Faltam pouco mais de três semanas para o começo da 21ª edição do "Big Brother Brasil". O reality show, que tem estreia marcada para o dia 25, vai voltar a confinar dois times, um de anônimos e outro de famosos. A ideia é repetir a dinâmica que deu certo no "BBB 20".

Família da atriz Tanya Roberts diz que ela está viva, após divulgar sua morte

Depois de divulgar a morte da atriz Tanya Roberts, conhecida também por sua participação no filme de James Bond "007: Na Mira dos Assassinos" (1985) e "Sheena, a Rainha da Selva" (1984), a família e o representante da atriz voltaram atrás e disseram que ela segue viva, aos 65 anos.

O assessor chegou a enviar um comunicado para a imprensa norte-americana, que repercutiu a notícia em diversos sites especializados e jornais, inclusive pelo TMZ, que deu a primeira nota. O assessor havia confirmado ao site que Tanya havia morrido no domingo, dia 3, depois de ter um mal súbito em casa na véspera de Natal - informações passadas a ele pelo marido da atriz. Ela está internada no Cedars-Sinai Medical Center, em Los Angeles (EUA).

O comunicado divulgado tinha inclusive uma citação do marido, Lance: “conforme eu a segurei nos seus últimos momentos, ela abriu os olhos”. O assessor agora afirma que o marido realmente havia acreditado que ela havia morrido, mas nessa segunda-feira (4), Lance recebeu uma ligação do hospital dizendo que a atriz continua viva. Ele estava dando uma entrevista no momento da ligação.

Segundo a imprensa americana, a atriz segue internada na UTI do hospital e seu estado de saúde é bastante delicado.

Emma Stone está à espera do primeiro filho, diz revista

Emma Stone está à espera do primeiro filho, diz revista

Emma Stone, de 31 anos, está esperando o primeiro filho. A atriz está grávida do marido Dave McCary, de 35 anos, segundo o site da revista Us Weekly.

De acordo com uma fonte da publicação, ela está “muito feliz e animada em se tornar mãe”. “Ela está ótima, saudável e está radiante”, contou.

Nessa segunda-feira (4), o tabloide britânico "Daily Mail" também publicou fotos da atriz fazendo uma caminhada por Los Angeles (EUA). Ela estava de máscara e acompanhada de um amigo. A barriga é evidente.

Vencedora do Oscar por “La La Land” (2016), a atriz começou a namorar McCary, que é roteirista do humorístico "Saturday Night Live", em 2017. Eles ficaram noivos em dezembro de 2019 e teriam se casado em setembro do ano seguinte.

“Minha perspectiva sobre as crianças mudou conforme fiquei mais velha”, disse a atriz em 2018 à revista Elle. “Quando adolescente, eu era tipo: ‘Nunca vou me casar, nunca vou ter filhos’. E então fiquei mais velha e fique tipo: ‘Eu realmente quero me casar, eu realmente quero ter filhos’.”

Caetano Veloso rebate uso de vídeo antigo e cogita processo por fake news

Caetano Veloso rebate uso de vídeo antigo e cogita processo por fake news

O cantor Caetano Veloso, de 78 anos, foi vítima do que ele chamou de uma fake news na tarde dessa segunda-feira (4). Isso porque uma cantora de nome Nayat Jordan divulgou nas redes sociais um vídeo em que ele, a cantora Mart’nália, a atriz Regina Casé e Maria Bethânia aparecem dançando e aglomerados como se estivessem em Réveillon de 2020 para 2021.

Na legenda do vídeo, a cantora diz: “Olha que legal o Réveillon na Bahia festejando 2021. Galera boa, Regina Casé, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Mart’nália filha do Martinho da Vila e adjacências. Parabéns sem medo da peste chinesa. Festão do covidão”.

Porém, o artista e seu advogado dizem que o material é de 2019. O próprio advogado de Caetano, Caio Mariano, fez um pedido de retratação na postagem da autora da postagem no Facebook. Caso não seja publicado um pedido de desculpas, afirmou que entrará com medidas na Justiça.

“Na qualidade de advogado de Caetano Veloso e familiares, venho por meio desta solicitar a imediata remoção da postagem que afirma falsamente que o artista, amigos e familiares estariam aglomerando socialmente em plena pandemia, atribuindo a estes a prática irresponsável e criminosa de aglomeração social em tempos de pandemia ocasionada pela Covid-19. Tal pratica é totalmente repudiada por todos aqueles filmados no referido vídeo, que se trata de registro de um evento familiar ocorrido no ano de 2019”, diz parte da nota.

Em outro momento, o advogado afirma à cantora que a prática de tentar confundir a opinião pública sobre a sua conduta é crime. “Solicito ainda que seja formalizado pedido de retratação e de desculpas, em postagem própria, esclarecendo sobre a falsidade das informações postadas na publicação que se exige remoção”, diz.

Na hipótese de não atendimento à presente solicitação, diz o advogado, eles tomariam todas as medidas judiciais cabíveis para reparação de danos materiais e morais causados. Até a publicação deste texto, a cantora não havia respondido o advogado, mas a publicação já havia sido retirada do ar. Procurada, ela ainda não havia respondido às solicitações.

Paula Lavigne, mulher e empresária de Caetano, disse que vai entrar com uma ação na Justiça. “Vamos processar, sim”, afirmou para a reportagem. Além de Caetano, Mart’nália e sua equipe também se sentiram ofendidos. Na mesma publicação, a equipe da artista se pronunciou contra.

“Como a empresária dela manifestou, essas imagens foram feitas durante a Lavagem da Nossa Senhora da Purificação em Santo Amaro (BA), em janeiro de 2020. Por favor, edite seu post com essa informação ou até mesmo o cancele para evitar desentendidos e divulgar fake news”.

Ex-câmera do 'Domingão do Faustão', Gaúcho morre após complicações da Covid-19

Ex-câmera do 'Domingão do Faustão', Gaúcho morre após complicações da Covid-19

O operador de câmera Ivalino Raimundo da Silva, mais conhecido como Gaúcho, que trabalhou no "Domingão do Faustão", da  Globo, por sete anos, morreu no dia 28 de dezembro de 2020, aos 81 anos, por complicações da Covid-19. Segundo a sua família, ele teve duas paradas cardíacas e não resistiu. Ele deixa mulher, quatro filhos, quatro netos e um bisneto.

“Ele vinha sofrendo de Mal de Parkinson há 24 anos, desde que saiu da TV Globo, em 1996. Apesar de ser uma doença progressiva, ele levava uma vida normal. Mas no final de 2019 ele teve um problema pulmonar e foi internado. A partir dessa internação, ele ficou debilitado e, desde então, tinha o tratamento de home care”, disse a mulher de, Ruth Pereira, à revista "Quem".

Ela ressaltou que Gaúcho não tinha mais nenhum problema clínico, mas ficou com a fala prejudicada. Desde então, tinha uma alimentação especial. “A grande dúvida é sobre como ele pegou Covid. Porque seguíamos todos os protocolos, o uso de máscara, álcool gel, isolamento. Ele foi para o hospital porque apresentou um problema no pulmão”, afirmou.

“Lá, o primeiro teste para Covid deu negativo, já o segundo, positivo. O problema pulmonar se agravou e a médica entrou com a medicação usada para o novo coronavírus”, disse.

O profissional trabalhou no "Domingão" de 1989 a 1996 e era conhecido por nunca mostrar o sorriso. Mas engana-se quem pensa que ele não era alegre. “Ele era uma pessoa doce e alegre. Mas criou aquele personagem para o Faustão porque não queria uma interferência, ele era tímido, queria ficar quieto. E o Faustão cresceu na brincadeira”, disse Ruth.

'MasterChef Brasil' abre inscrições para a 8ª temporada de cozinheiros amadores

'MasterChef Brasil' abre inscrições para a 8ª temporada de cozinheiros amadores

A Band anunciou que já estão abertas as inscrições para a oitava temporada do "MasterChef Brasil", que será realizada em 2021. Os interessados devem preencher um formulário no site oficial da emissora.

Para concorrer a uma vaga na atração, os participantes precisam ser maiores de 18 anos e não podem ter prestado serviços profissionais como cozinheiros. Também não serão aceitas inscrições de pessoas já tenham curso superior em Gastronomia ou sejam estudantes da área.

As inscrições para a nova temporada ficarão abertas até o dia 31 de março - data que está sujeita a alteração. A convocação dos selecionados, na primeira etapa, está prevista para acontecer até 30 de abril. O período de gravações, segundo informado, ainda não foi definido.

MUDANÇAS NA SÉTIMA TEMPORADA
O "MasterChef Brasil" ganhou uma edição especial em 2020. Por causa da pandemia do novo coronavírus, a dinâmica do programa foi alterada. Na sétima temporada, oito cozinheiros amadores competiam a cada episódio, e um deles era escolhido o campeão da noite. Não ocorreram provas em grupos e as estações de trabalho também ficaram mais distantes umas das outras.

As alterações parecem não ter agradado o público, já que a audiência do reality culinário caiu muito. O programa começou no dia 14 de julho, ainda quando isolamento social estava mais restrito em grande parte do país, com média de 4 pontos no Ibope. Apesar de ser um índice baixo em relação aos 7 pontos que costumava dar nos momentos mais áureos do programa, o número não rendeu dores de cabeça para a cúpula da Band.

Porém, sobretudo depois da estreia de "A Fazenda 12" (RecordTV), em 8 de setembro, os números começaram a cair e atingiram 3 pontos. No mês de dezembro, os índices caíram ainda mais, para 2. "A Fazenda" registrou sempre dois dígitos de audiência e às terças-feiras apresentava a formação da roça que definia o destino dos competidores.

A diretora Marisa Mestiço, no entanto, traça um balanço positivo do reality. "Eu acredito que repercutimos bem, demos oportunidade para pessoas que sempre estiveram conosco assistindo ao programa, mas que no pente fino normal da atração provavelmente não conseguiriam chegar até a nossa cozinha. Tivemos histórias lindas e muita identificação, empatia, dialogamos sobre comida de uma forma menos mágica e falamos de cultura e de realidade", disse.

Cresce número de mulheres na direção de grandes filmes pelo 3º ano consecutivo

Cresce número de mulheres na direção de grandes filmes pelo 3º ano consecutivo

As mulheres representaram 16% dos diretores que trabalharam nos cem filmes de maior bilheteria em 2020, segundo levantamento do Centro para o Estudo das Mulheres na Televisão e no Cinema da Universidade Estadual de San Diego, nos Estados Unidos. O dado é considerado um recorde da participação feminina atrás das câmeras. Em 2019, o número foi de 12%, e apenas de 4% em 2018.

"A boa notícia é que agora vimos três anos consecutivos de crescimento para as mulheres que dirigem", disse Martha Lauzen, diretora do centro de pesquisa. "Isso quebra um padrão histórico recente em que os números crescem em um ano, mas caem no próximo. A má notícia é que cerca de 80% dos melhores filmes ainda não têm uma mulher no comando."

Esse crescimento ocorreu em um ano atípico em que diversas grandes bilheterias foram adiadas para 2021, lembra reportagem da revista americana Variety, que divulgou a pesquisa com exclusividade. Entre os títulos que ainda devem ser lançados, "The Eternals", de Chloe Zhao, e "Black Widow" de Cate Shortland.

Zhao dirigiu o aspirante a Oscar "Nomadland", enquanto outras mulheres cineastas como Cathy Yan ("Aves de Rapina") e Patty Jenkins ("Mulher Maravilha 1984") supervisionaram alguns dos lançamentos de maior perfil do ano.

"Emma", inspirado no romance homônimo de Jane Austen (1775-1817). e dirigido pela norte-americana Autumn de Wilde também está entre os filmes de mais sucesso dessa lista. Há ainda "Retrato de Uma Jovem em Chamas", da francesa Céline Sciamma, e "O Ritmo da Vingança", de Reed Morano.

Os números cresceram em outras funções. Nos cem filmes de maior bilheteria do ano, as mulheres ocuparam 28% dos cargos de produtoras e 21% dos cargos de produtoras executivas, um aumento de dois pontos percentuais em ambas as categorias.

O estudo também descobriu que os filmes com pelo menos uma diretora feminina têm muito mais probabilidade de contratar mulheres para serem editoras, cineastas, entre outras funções importantes nos bastidores.
Mais de 53% dos filmes dirigidos por mulheres, tiveram também roteristas do mesmo gênero. Já nos filmes com diretores exclusivamente homens, as mulheres representavam 8% entre os roteiristas.
As mulheres foram editoras em 39% dos filmes com cineastas mulheres, e apenas 18% dos filmes com homens. Elas compuseram trilhas sonoras para 13% dos filmes dirigidos por mulheres, e apenas 4% dos filmes de cineastas homens.
Embora a indústria tenha progredido, a maioria dos filmes (67%) empregou de zero a quatro mulheres em funções importantes nos bastidores. Em contraste, mais de 70% dos filmes principais empregaram 10 ou mais homens como diretores, escritores, entre outras posições importantes.
"Esse desequilíbrio é impressionante", disse Lauzen.