Compartilhar:
Enviar por e-mail
Imprimir
Rádio Super
avatar
Li e aceito os termos de utilização
Cadastre-se para poder comentar
Fechar

Coroada
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
carregando
Log View

Menina nem te conto

Single de Bianca Andrade, a Boca Rosa, com Pedro Sampaio será lançado no dia 28

Single de Bianca Andrade, a Boca Rosa, com Pedro Sampaio será lançado no dia 28

Depois do "Big Brother Brasil", da Globo, Bianca Andrade, a Boca Rosa, passou a se dedicar ainda mais ao YouTube. Seu programa, o "Boca a Boca", constantemente, está entre os assuntos mais falados do Twitter. E, na próxima segunda-feira (28), a youtuber lançará o single oficial que abre a atração online. Trata-se da música "Boca".

A faixa "Boca", que chegará às plataformas digitais com um videoclipe inédito, é tema de abertura da segunda temporada do programa "Boca a Boca" e fruto de uma parceria de Bianca Andrade com o DJ Pedro Sampaio, sensação do atual cenário funk.

Com exclusividade, O Tempo teve acesso ao look usado por Boca Rosa no clipe ainda inédito. A foto desta matéria é um frame do vídeo, e Bianca Andrade aparece usando uma T-shirt na cor lílas, tom utilizado bastante no "Boca a Boca", e short jeans curto, bem no estilo baile funk. 

Sertanejo Fernando Zor processa a ex após ser chamado de 'pai ausente'

Sertanejo Fernando Zor processa a ex após ser chamado de 'pai ausente'

Fernando Zor, da dupla com Sorocaba, resolveu levar a ex-companheira Aline Oliveira na Justiça. Ele abriu um processo contra a mulher, mãe de sua filha Kamily, por danos morais. 

A ação foi iniciada após uma entrevista que Aline concedeu a Fábia Oliveira, colunista do jornal “O Dia”, e afirmou que Fernando era um "pai ausente". 

De acordo com o portal Uol, o sertanejo conseguiu na Justiça uma liminar que proíbe a ex-companheira de falar publicamente sobre ele. Caso descumpra a determinação, Aline pode ser multa em R$ 10 mil por cada menção.

 

Nando Reis e Duda Beat se unem em show virtual e prometem sucessos revisitados

Nando Reis e Duda Beat se unem em show virtual e prometem sucessos revisitados

Depois se render aos shows drive-in após meses de isolamento devido à pandemia, Nando Reis, 57, retorna mais uma vez aos palcos, lugar que mais gosta. O ex-Titãs canta nesta sexta-feira (25), às 21h, no palco do Circo Voador, no Rio de Janeiro, ao lado da cantora pernambucana Duda Beat, 32. O show, sem plateia, será transmitido pelo YouTube.

"Eu estou muito feliz de fazer a live com a Duda, que é uma pessoa incrível. Tenho certeza que vai ser lindo. Ela vai cantar músicas minhas, músicas dela. Faremos algumas em conjunto. Também tocarei algumas sozinho com a minha banda, com o meu filho Sebastião e o Felipe Cambraia (baixista). Ou seja, teremos de tudo um pouco (risos)", diz Nando à reportagem.

O músico revela apenas que "O Segundo Sol" e "All Star" estão entre as músicas do repertório. Além disso, seus sucessos vão ganhar uma nova roupagem, dançante e indie pop, que lembram os hits da pernambucana. "Estamos preparando muitas surpresas, novos arranjos para músicas que o público já conhece", acrescenta Duda Beat.

A apresentação contará com a uma plateia virtual, que ficará em telas interativas atrás do palco. Os fãs tiveram a oportunidade de se inscrever por um formulário – que já foi fechado – e, ao longo do show, terão a chance de acompanhar a dupla de uma maneira diferente.

"Eu não tenho a menor ideia de como vai ser ter uma plateia virtual, como vou reagir. Só na hora. Porque vai ser uma novidade muito grande. É algo que nunca vivi!", diz o cantor. "Óbvio que parei para pensar como vai ser ter um monte de gente em várias telas, ainda mais eu que não enxergo muito bem", brinca. "Mas vai ser divertido!"

Passando a quarentena ao lado da família em seu sítio em Jaú, no interior de São Paulo, o cantor lançou uma música inédita, "Espera a Primavera", após um hiato de dois anos desde a publicação da última inédita. E apesar de analisar o país sob uma perspectiva pessimista, Nando diz que tentou colocar um tom otimista na canção.

"Ela se refere a tudo o que está acontecendo. Das nossas privações, da perda de um grau de liberdade. A pandemia é análoga a uma coisa que está em curso. Um retrocesso enorme que, de certa forma, é um tenebroso inverno que estamos vendo. É só olhar para o céu e ver as nuvens cor de chumbo advindas da queimada e da lembrança triste de um presidente [Jair Bolsonaro] que se refere ao pior período que vivi nos meus 57 anos como um mote para suas pretensões", lamenta.

O show tem também uma frente beneficente: doações serão destinadas aos movimentos sociais Salve a Graxa, de Belo Horizonte, e Juntos com a Técnica, do Recife.

NANDO REIS E DUDA BEAT
Quando: nesta sexta (25), às 21h
Onde: no canal da Devassa no YouTube
Preço: grátis

'Domingo Legal' volta a ser ao vivo a partir deste domingo

'Domingo Legal' volta a ser ao vivo a partir deste domingo

O SBT informou nesta sexta-feira (25) que no próximo domingo (27) o programa "Domingo Legal", sob o comando de Celso Portiolli, voltará a ser gravado ao vivo e irá ao ar às 11h.

Devido à pandemia, o programa estava há meses sendo reprisado e realizado à distância. De acordo com a emissora, todos os protocolos de segurança do Ministério da Saúde serão seguidos para a realização da gravação ao vivo.

Portiolli volta a comanda o "Passa ou Repassa" com disputa entre o apresentador Ratinho, Murilo Bordoni e Milene Pavorô enfrentando a cantora Joelma, Naldo Benny e Fernanda Keulla.

O "Domingo Legal" também terá a estreia da sétima temporada do quadro "Comprar é Bom, Levar é Melhor". Uma família de Itaquaquecetuba, São Paulo, participará da ação. Eles terão o valor de R$ 80 mil para dividir entre os quatro participantes da família, e terão 30 minutos para comprar o que quiserem na mega loja, totalizando R$ 80 mil.

Ainda não há previsão para o retorno de Silvio Santos, 89, aos estúdios doSBT, onde grava seu programa. Por enquanto, apenas Carlos Alberto de Nóbrega, 84, Raul Gil, 82, e o próprio Silvio continuam em recesso. Ratinho, 64, embora também seja do grupo de risco, voltou aos estúdios no início do mês. 

'A Fazenda 12': MC Mirella segue estratégia de Jojo Todynho e lança música

'A Fazenda 12': MC Mirella segue estratégia de Jojo Todynho e lança música

Parece que o confinamento no reality show "A Fazenda 12" (Rercord TV) não é uma desculpa para as artistas Jojo Todynho, 23, e MC Mirella, 22.
Após Todynho lançar "Devo Tá Na Moda", MC Mirella decidiu seguir os mesmos passos e divulgar um novo trabalho musical nesta sexta-feira (25).

O lançamento da faixa "Bem Plena" já estava programado e, segundo a equipe da cantora, mais coisa está por vir durante a participação de Mirella no programa comandado pelo Marcos Mion. O videoclipe da música ficará disponível no canal Love Funk no YouTube às 18h.

Desde que entrou no reality, MC Mirella já ganhou mais de 3 milhões de seguidores em suas redes sociais. Nascida em São Caetano do Sul, grande São Paulo, ela é conhecida pelos sucessos "Quer Mais?", "Te amo Piranha'' e "Tome Amor".

A funkeira  recentemente lançou o seu primeiro álbum chamado "Abusada" pela gravadora Warner Muisc.

"Bem Plena" não é o primeiro lançamento de Mirella durante o confinamento. No dia 11 de setembro, ela lançou sua parceria com Luck Muzik, a música "Saudade". "Vocês ficaram reclamando que eu não tava lançando música... agora tem um monte de verdade", escreveu a funkeira.

Marcela Mc Gowan quer tirar o sexo de lugar superestimado e torná-lo comum

Marcela Mc Gowan quer tirar o sexo de lugar superestimado e torná-lo comum

O jeitinho meigo de Marcela Mc Gowan, 31, pode não revelar de cara, mas a médica e ex-BBB adora falar sobre sexo. Tanto que, nas últimas semanas, tem abordado o assunto de forma mais aprofundada no programa "Sextou", que ela lançou em suas redes sociais. Nesta sexta-feira (25), vai ao ar o último episódio da primeira temporada, que contou com quadro capítulos.

"A ideia surgiu bem quando saí do 'BBB', mas fiquei fugindo porque não tinha nem ideia de como estruturar", contou em entrevista à reportagem. "Agora tenho uma equipe que me ajudou a dar forma ao programa. Logo que a pandemia melhorou e o confinamento foi flexibilizado, resolvemos dar o start."

Para as gravações, a médica montou um estúdio em casa. Ela diz que todas as medidas de segurança foram tomadas, que a equipe de gravação é bem reduzida (cinco pessoas, contando com ela) e que todos foram testados para a Covid-19. "Ah, e fiz questão de ter uma equipe feminina, 80% são mulheres e eu quis privilegiar principalmente nos cargos de chefia", afirmou.

É desse espaço, com poltrona e luzes de neon (uma delas simula lábios vaginais) que ela conversa com convidados famosos e anônimos sobre temas como orgasmo, desejo sexual e sexo a três. Nesta primeira temporada, apareceram virtualmente Karol Conka, 33, e Rafa Brites, 33, entre outras. Quando for possível, ela quer que as entrevistas sejam presenciais.

No entanto, ela diz que procurou não expor tanto a própria vivência na primeira temporada do "Sextou". "Tive um pouco de cuidado na hora de falar porque eu não queria que o que saísse do programa fossem polêmicas sobre a minha vida sexual", explicou. "Tinha medo disso chamar mais a atenção. Mas para a próxima temporada, eu acho que posso mesclar mais. O público saber das minhas experiências também aproxima, humaniza."

Ela diz que os primeiros episódios foram um teste para ver como ela se sairia e também para entender a recepção do público. "O formato foi mais caretinha, mas já estamos pensando em como dar mais dinamismo na segunda temporada", adiantou.

"Antes mesmo do BBB, eu já recebia muitas perguntas sobre o tema", contou Marcela. "Decidi compilar as principais dúvidas e conversar com pessoas que tenham vivências interessantes sobre esses assuntos. Foi um mix do que é mais comum no consultório e na internet. São coisas que eu sei que as pessoas têm curiosidade, mas não têm a quem perguntar".

A médica, que se considerava patricinha na adolescência, contou como se interessou pelo assunto que hoje permeia sua carreira. "Eu fui criada na história da princesa mesmo, mas essencialmente sempre fui muito moleca", admitiu. "Fui botada dentro dessa caixinha por muitos anos sem consciência de que eu podia querer uma coisa diferente."

"Fiquei muito tempo em conflito entre quem eu era versus quem eu queria ser", afirmou. "Eu não gostava de ser ginecologista naquele contexto. Estava seguindo um script, não estava fazendo o que eu acreditava. Foi quando conheci por acaso a humanização do parto, que passa muito pela questão do feminismo, e isso me fez entender que eu estava silenciando algo."

"Então essa mudança começou no profissional", explicou. "A partir daí, muitas questões começaram a vir a tona e eu fui fazendo as minhas escolhas mais focada em quem eu realmente eu era."

Marcela diz acreditar que ter passado por todo esse processo faz com que ela entenda bem o lado de quem ainda está se descobrindo. E diz ainda que a forma como os relacionamentos e o sexo são mostrados na mídia são pouco realistas.

"As referências que a gente tem são midiáticas, principalmente quando a gente não tem espaço para aprender em outro lugar", avalia. "Quando eu era pequena, por exemplo, eu pensava que as pessoas transavam a noite inteira. De tanto ver cena de casal que ia transar e depois via o sol nascer. Então, acaba que ou a gente romantiza ou vai pro lado da performance, como nos filmes pornôs. Eu quero justamente destruir essas ideias. Gosto de tirar o sexo desse lugar superestimado e transformá-lo em algo mais comum."

Desde então, se especializou no assunto e perdeu completamente a vergonha de falar sobre sexo. "Como eu tenho muita propriedade, virou uma coisa tranquila e natural", afirmou. "As pessoas na gravação brincaram que eu tenho mais vergonha na hora que tem que falar alguma coisa mais blogueirinha, tipo 'aperta no sininho'."

E mesmo que alguns assuntos já tenham sido muito explorados, ela acredita que ainda há uma demanda enorme porque sempre tem gente que ainda não sabe ou que precisa se informar mais. "Às vezes, falar sobre sexo é bem cíclico e redundante mesmo", contou. "Tem coisas que eu já falei 500 vezes, mas se eu falar 501 ainda tem dúvidas. É assim porque vai atingindo novos públicos e as pessoas vão tendo novas descobertas."

Em um dos quadros do programa, Marcela também lê mensagens de espectadores falando sobre experiências ruins em encontros. "Solteiraça", a ex-BBB revelou um de seus piores: "Coloquei uma lingerie com espartilho cheia de laços que até meu irmão teve de ajudar a vestir", disse. "Só que no encontro a gente bebeu todas e quando fui para o quarto nem eu nem o rapaz conseguíamos abrir. Ele acabou dormindo e eu tive que achar uma tesoura pra tirar. Foi um 'date' ruim, mas já tive vários (risos)."

Ex-Chiclete com Banana vai festejar aniversário, neste sábado, em uma live

Ex-Chiclete com Banana vai festejar aniversário, neste sábado, em uma live

Lelo Lobão, integrante da banda Baianeiros e do bloco de Carnaval de mesmo nome, vai celebrar mais uma primavera com uma live. O já conhecido evento Lelo Folia, festa de aniversário do músico, que integrou o grupo baiano Chiclete com Banana, desta vez, vai ser em casa, como manda o figurino para prevenção da Covid-19. Porém, os fãs do axé vão poder acompanhar a transmissão online pela plataforma YouTube.

"Nunca imaginei comemorar aniversário dessa forma, mas é um jeito de a gente não esquecer da festa, o Lelo Folia, que já vem ganhando tradição e encantando todo mundo que participa dela”, contou o artista durante um bate-papo no Manhã Super, da rádio Super 91,7 FM. “Realmente, é um ano atípico”, frisou ele sobre a saída encontrada para o aniversário não passar despercebido.

O Lelo Folia, que marca também a terceira live da banda Baianeiros neste período de isolamento social, vai ser neste sábado (26), a partir das 15h30. No repertório, muito axé. Inclusive, os fãs podem pedir músicas pelas redes sociais do artista e da banda. E, de acordo com Lelo, os fãs, tanto os de Minas Gerais quanto os do Brasil, serão presenteados. Afinal, festa de aniversário merece muito mais do que bolo, guaraná e docinhos. 
 
“A gente preparou muita coisa (para a festa). Vai ter guaraná, vai ter Carnaval, vai ter folia… e vem novidade aí. Quem estiver ligadinho no YouTube, vai saber qual é a surpresa”, disse ele, que, desde 2015, está à frente do bloco Baianeiros, uma das principais agremiações do Carnaval de Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Para acompanhar o show online, clique aqui!

Show de estilo: Confira os looks usados por Bruna Marquezine no MTV Miaw 2020

Show de estilo: Confira os looks usados por Bruna Marquezine no MTV Miaw 2020

A atriz Bruna Marquezine deu um show de estilo na apresentação do MTV MIAW 2020, na noite desta quinta-feira (24). Ela, que comandou a premiação ao lado da amiga Manu Gavassi, alternou belas peças, com direito até ao icônico look usado por Britney Spears no VMA 2001, em que ela se apresentou com “I'm a Slave 4 U” segurando uma cobra.

Foram  cinco looks usados no palco da premiação. A atriz apostou em marcas grifadas de designers premiados como Alexandre Vauthier e Giambattista Valli. Sem contar os bastidores ou as gravações externas.

Confira abaixo o desfile de estilo da apresentadora: 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

COMEÇOU O MTV MIAW 2020! Corre pra frente da TV ou então clica no link que tá nos stories. #MTVMIAW2020 🖤

Uma publicação compartilhada por Bruna Marquezine ♡ (@brunamarquezine) em

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

#MTVMiaw2020 ✨

Uma publicação compartilhada por Bruna Marquezine ♡ (@brunamarquezine) em

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

#MTVMiaw2020 ♟

Uma publicação compartilhada por Bruna Marquezine ♡ (@brunamarquezine) em

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

#MTVMiaw2020 💫

Uma publicação compartilhada por Bruna Marquezine ♡ (@brunamarquezine) em

Demi Lovato termina noivado com o ator Max Ehrich após dois meses

Demi Lovato termina noivado com o ator Max Ehrich após dois meses

A cantora Demi Lovato, 28, terminou seu noivado com Max Ehrich, 29. As informações são da revista "People". "Foi uma decisão difícil, mas Demi e Max decidiram seguir caminhos separados para focar em suas respectivas carreiras", disse uma fonte da revista. "Eles têm respeito e amor um pelo outro e sempre valorizarão o tempo que passaram juntos."

Segundo a publicação do site PageSix, os rumores de que isso estaria para acontecer cresceram depois de a irmã de Demi parar de seguir o rapaz no Instagram.

O ator sofreu com notícias de que teria deixado comentários apimentados nas fotos das cantoras Selena Gomez, Ariana Grande e Miley Cyrus. Mas até mesmo Demi revelou que era tudo falso. Porém, agora eles não vivem uma boa fase.

Um informante da publicação disse pouco antes de eles terminarem que o clima já era ruim e que isso seria questão de tempo.

Em julho, Demi usou as redes sociais para anunciar que estava noiva do ator Max Ehrich. Através de uma publicação, Lovato dizia que estava animada para começar uma vida e uma família ao lado do companheiro.

"Eu soube que te amava no momento em que te conheci. Foi uma coisa que não consigo descrever para ninguém. Eu nunca me senti incondicionalmente amada por alguém na minha vida. Você nunca me pressiona a ser alguma outra coisa além de mim mesma. E você me faz querer ser a minha melhor versão. Estou honrada em aceitar seu pedido de casamento", escreveu a voz de "Sorry Not Sorry".

Dois dias depois, Demi parecia de bem com a vida e com a alma. A artista celebrava o aniversário de dois anos de uma overdose que quase a matou. A cantora publicou um vídeo no Instagram, seguido de um texto em que ela diz que "hoje é o meu dia de milagre", e que se sente abençoada por ter essa data.

"Posso genuinamente dizer que me sinto livre dos meus demônios", diz ela. "Cada um deles. Eu nunca pensei que esse sentimento fosse possível".

Fernanda Paes Leme rebate Mario Frias sobre uso de vibrador e é bloqueada

Fernanda Paes Leme rebate Mario Frias sobre uso de vibrador e é bloqueada

Fernanda Paes Leme, 37, resolveu responder aos comentários de Mario Frias, 48, a respeito dos comentários que o secretário especial de Cultura fez sobre uma entrevista que ela deu em agosto à revista "Glamour".

Na época, ela revelou que quebrou o vibrador de tanto usar. O integrante do governo Bolsonaro fez um comentário jocoso a respeito do assunto: "Q vida solitária não?" (sic).

Nesta quinta-feira (24), o assunto voltou à tona após a publicação de um texto de Mariliz Pereira Jorge, que falou sobre o assunto em coluna no jornal "Folha de S.Paulo".

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Eu nem cheguei a ver o que o atual secretário de cultura comentou sobre mim na época em que saíram várias notícias sobre meu vibrador quebrado. Me admira que essa pessoa, num cargo que exige tamanha responsabilidade e que, nota-se, trabalha tanto * cof cof cof *, tenha tirado um momento do seu dia para lamentar a minha perda e minha solidão. Tomei conhecimento desse comentário apenas hoje, lendo a matéria da @marilizpj que a @marthanowill postou. Aliás, obrigada, Mariliz, amei o texto. Nem precisaria, mas vou responder ao secretário... Não se preocupa, Mario Frias. Eu não sou solitária, eu estive sozinha apenas durante minha recuperação de covid, pq ao contrário dos membros do governo, eu levo muito a sério a doença e a vida das pessoas. Mas no geral eu não tenho tempo de ficar sozinha, pq eu trabalho muito, eu sou artista sabe como é?! Não?! Bom, eu tenho família, amigos, tenho dates, tenho paqueras, tenho um vibrador novo, então realmente, não se preocupe com o quanto eu possa estar solitária, pq eu não sou e não estou. Eu juro que não me incomoda o que você acha de mim. Primeiro porque a gente não se conhece (ufa), segundo porque eu não acho que você tenha conhecimento real de algo. Somo a sua opinião a tantas outras, descartáveis, bobas, inseguras. Mas então porque eu decidi fazer esse post? Pq além de um bom vibrador, expor macho fragilizado e limitado também me dá prazer.

Uma publicação compartilhada por Fernanda Paes Leme (@fepaesleme) em

"Eu nem cheguei a ver o que o atual secretário de Cultura comentou sobre mim na época em que saíram notícias sobre meu vibrador quebrado", contou a atriz nas redes sociais. "Me admira essa pessoa, num cargo que exige tamanha responsabilidade, tirou um momento do seu dia para lamentar a minha perda e minha solidão."

"Tomei conhecimento desse comentário apenas hoje, lendo a matéria da Mariliz Pereira Jorge", afirmou. "Aliás, obrigada, Mariliz, amei o texto."

"Nem precisaria, mas vou responder ao secretário", continuou. "Não se preocupa, Mario Frias. Eu não sou solitária, eu estive sozinha apenas durante minha recuperação de Covid, porque ao contrário dos membros do governo eu levo muito a sério a doença e a vida das pessoas."

"Mas no geral eu não tenho tempo de ficar sozinha, porque eu trabalho muito", disse. "Eu sou artista sabe como é?! Não?! Bom, mas eu tenho família, amigos, dates, paqueras, tenho um vibrador novo, então realmente, não se preocupe com o quanto eu possa estar solitária, porque eu não sou e não estou."

"Eu juro que não me incomoda o que você acha de mim", afirmou. "Primeiro porque a gente não se conhece (ufa), segundo porque eu não acho que você tenha conhecimento real de algo. Somo a sua opinião a tantas outras, descartáveis, bobas, inseguras. Mas então porque eu decidi fazer esses tweets? Porque além de um bom vibrador, expor macho fragilizado e limitado também me dá prazer."

Pouco tempo depois, a atriz postou um print mostrando que havia sido bloqueada pelo secretário.

'A Fazenda 12': JP Gadêlha é eliminado do reality rural

'A Fazenda 12': JP Gadêlha é eliminado do reality rural

O peão JP Gadêlha foi o eliminado da Roça desta quinta-feira (23) em "A Fazenda 12" (RecordTV). Com 26,06% da preferência do público, que vota em qual peão quer que fique no programa, o bombeiro perdeu a disputa contra Luiza Ambiel e Lidi Lisboa. No momento da revelação, JP se mostrou tranquilo. "Deus sabe todas as coisas", disse.

Quem deverá ficar contente é Cartolouco, já que em recente discussão ambos gritaram um com o outro. JP chegou a chamar Cartolouco de falso e mandou ele ir calar sua boca.

Já a volta de Luiza Ambiel deverá mexer com os ânimos do cantor Biel. Isso porque ele contou aos colegas de confinamento que tem nojo dela e que pediria para sair caso a competidora voltasse da roça.

Luiza tinha a certeza de que iria sair. Tanto que começou a chorar antes da revelação de Marcos Mion e pediu a ele dizer logo que era ela quem voltaria para casa mais cedo. Na hora que soube que foi salva, ficou incrédula e aumentou o choro.

Na volta para a sede, com emoção à flor da pele, Luiza recebeu o carinho de poucas pessoas. Lucas Maciel e Rodrigo ficaram irritados pela volta dela. Lidi foi a primeira a ser salva da berlinda. Sua reação foi calma e tranquila. Na volta dela para a sede, muita festa e alegria de parte dos peões.

Veja o momento da eliminação: 

Série de Bruno Mazzeo, 'Diário de um Confinado' estreia segunda temporada

Série de Bruno Mazzeo, 'Diário de um Confinado' estreia segunda temporada

A flexibilização da quarentena chegou! Com isso, Murilo (Bruno Mazzeo) vai tentando, aos poucos, “desconfinar”. Mas não será uma tarefa muito fácil para o personagem, que volta mais paranóico com as questões da pandemia na segunda temporada da série “Diário de um Confinado”, que estreia nesta sexta-feira (25) no Globoplay.  

Nos seis novos episódios - desta vez, exclusivo da plataforma de streaming -, o público acompanhará a saga desse homem solteiro, que mora sozinho no Rio de Janeiro, e que “está tentando lidar com o mundo que está flexibilizando, mas que ainda tem muito medo”, explicou a diretora Joana Jabace, que desenvolveu a série ao lado do marido, Bruno Mazzeo (autor e protagonista da história).

“Agora a gente começa a falar um pouco do mundo que vamos encontrar aí fora. Murilo continua com seus altos e baixos de humor e vai tentar dar esse passinho na flexibilização. Mas ele está ainda mais neurótico. Quanto mais relaxamento vai tendo, menos relaxado ele fica”, contou o autor.

Mazzeo dá uma prévia de como serão as seis novas crônicas. “Ele vai ter um encontro com amigos – mas completamente dentro dos protocolos (risos). Essa é uma coisa que todo mundo está sentindo muita falta, eu sempre falo isso porque tenho sentido muita saudade de encontrar os meus amigos. Murilo vai passar também por uma coisa que passei, assim como muita gente, que é fazer o aniversário na quarentena”, adiantou.

“Considero que esta segunda temporada é dividida em três fatias, e a principal delas ainda é a das cenas do Murilo no apartamento. Uma outra é ele interagindo com outros personagens através de aplicativo de conversa, pelo computador ou celular. Assim como na primeira temporada, ele fala remotamente com a analista, com os amigos, com a mãe...”, conta Joana. “E tem uma terceira fatia, que é nova, quando o Murilo sai. Ele vai à casa de um amigo, dá uma volta de carro, vai a um restaurante ao ar livre”, completou a diretora.

A segunda temporada de “Diário de um Confinado” conta com várias participações especiais: Letícia Colin, Tonico Pereira, Marcello Novaes, Renato Góes, Luis Lobianco, Eduardo Sterblitch e Serjão Loroza. Eu e Letícia (Colin) já íamos trabalhar juntos em um outro projeto, Joana também já a dirigiu e a adora. Tonico (Pereira) conheço há muitos anos. Renatinho (Renato Góes) é um amigo antigo, um cara que adoro. Acabamos caindo de novo um pouco nisso, de buscar pessoas próximas. O tempo de pré-produção é muito curto, então não daria para descobrir uma relação. Ainda bem que tenho vários amigos muito talentosos!”, disse Mazzeo.  

Os atores Fernanda Torres, Débora Bloch, Renata Sorrah, Matheus Nachtergaele, Marcos Caruso e Lúcio Mauro Filho, que apareceram na primeira temporada, também estarão de volta nos novos episódios da série.

Produção remota e caseira

A ideia de fazer a primeira temporada de “Diário de um Confinado” partiu de um desejo de Joana Jabace, que fez a proposta ao marido. Os novos episódios da série surgiram após um convite da Globo. “Como a maioria das produções em que eu e o Bruno estamos envolvidos só volta no ano que vem, decidimos embarcar no projeto, que foi tão bem recebido. Por mais cansativo que tenha sido, foi muito prazeroso”, contou a diretora. 

Bruno Mazzeo confessou que não esperava que a série fosse ganhar uma continuidade. “Achava que fôssemos ter uma primeira e única temporada, que não haveria mais assunto, por ser algo muito pontual. Mas foi tão legal, a repercussão foi tão boa. E, quando isso acontece, dá vontade de fazer mais. As pessoas pediram muito nas redes sociais. Este projeto todo foi muito emocionante”, revelou o autor e ator.  

“Quando pintou a proposta por novos episódios, algumas coisas estavam acontecendo de diferente, como esse princípio de flexibilização, então achamos que valia a pena dar essa sequência. Não dava para desperdiçar essa oportunidade. Estamos conseguindo ter assuntos novos em função disso”, acrescentou. 

Assim como na primeira temporada da série, o apartamento em que o casal mora com os filhos gêmeos serviu de cenário para a gravação. Segundo Mazzeo, as cenas externas são feitas “na esquina, em lugares bem próximos de casa”. “Tudo está sendo feito igualzinho e lá vamos nós virar a vida de cabeça para baixo de novo”, brincou ele. 

Débora Bloch, que atua em “Diário de um Confinado” - ela vive a vizinha de Murilo -, ganhou outra função no projeto: ela ajudou Joana a dirigir os novos projetos. “Eu e a Débora somos muito amigas, temos uma parceria de vida. Já trabalhamos muito juntas e percebo que ela é diretora. Achei que ‘Diário de um Confinado’ seria uma boa oportunidade. A equipe é pequena e ela aceitou nos ajudar”, detalhou a diretora. 

Joana também continua dirigindo os atores que participam da série, por vídeo-chamadas, à distância. Nesses casos, são os próprios artistas que fazem a captação de suas cenas com kits de gravação, preparados para uso individual.

Festival San Sebastián premia Viggo Mortensen, que estreia como diretor

Festival San Sebastián premia Viggo Mortensen, que estreia como diretor

O Festival de Cinema de San Sebastián homenageou, nesta quinta-feira (24), a carreira do ator Viggo Mortensen, que acaba de estrear como diretor com "Falling", um implacável diálogo entre pai e filho com matizes autobiográficos.

"Estou muito feliz", disse, emocionado, este ator americano de ascendência dinamarquesa em um excelente espanhol, fruto de sua infância na Argentina. 

Mortensen, 61, é o único agraciado este ano com o prêmio honorário Donostia, em reconhecimento a sua carreira de mais de 50 títulos.

Ele foi a San Sebastián com "Falling", primeiro filme sob sua direção, mas no qual também é protagonista, roteirista, coprodutor e compositor da trilha.

Nele, encarna John Peterson, um piloto que vive na Califórnia com seu marido, Eric, e sua filha adotiva, Mónica, e que ajuda o pai, Willis (Lance Henriksen), um fazendeiro, a encontrar um lugar para passar a velhice.

É um filme "sobre a idade, o medo de ficar doente, de morrer", segundo Mortensen. E também uma exploração com toques autobiográficos da relação entre seus próprios pais, divorciados. 

Com esse trabalho, ele disse ter alcançado, enfim, seu sonho de dirigir, o qual acalentava há mais de duas décadas. 

À competição na Seção Oficial, somou-se nesta quinta-feira (24) a produção chinesa "Wuhai", uma história de ambição econômica e dívidas rodada na desértica região da Mongólia interior.

O filme inclui curiosas cenas em um parque temático de dinossauros e uma reflexão sobre o dinheiro, já que, de acordo com seu diretor, Zhou Ziyang, o propósito era mostrar "como, nos últimos 20, ou 30 anos, o desenvolvimento econômico prejudicou a sociedade".

Outras 12 produções disputam a Concha de Ouro, concedida ao ganhador na categoria de melhor filme. A festa de premiação acontece neste sábado (26).

Na seção latino-americana, "Horizontes Latinos", o painel de filmes em disputa - nove ao todo - completou-se nesta quinta.

Entre os concorrentes latinos, estão a produção argentina "Edición ilimitada", um filme em quatro episódios sobre o processo criativo da escrita, dirigidos pelos argentinos Edgardo Cozarinsky, Santiago Loza e Romina Paula, e pela venezuelana Virginia Cosin.

Outro filme é o chileno "La Verónica", de Leonardo Medel, que conta a história de uma modelo popular nas redes sociais, casada com um jogador de futebol. Sua vida desmorona quando ela começa a ser investigada como suspeita do assassinato de sua primeira filha, anos atrás.

Joelma conta que teve 'pulmão, visão e mente' afetados pela Covid-19

Joelma conta que teve 'pulmão, visão e mente' afetados pela Covid-19

A cantora Joelma revelou que lutou por 40 dias contra complicações da Covid-19 e teve sequelas da doença no intestino, na visão e no pulmão. Em entrevista à revista 'Contigo', ela disse que ficou com os sintomas da doença por mais de um mês.

"Estou saindo do Covid agora e o negócio foi pancada. Comigo foi diferente. Inchei demais, fiquei com um corpo de uma grávida de nove meses, entendeu? Fiquei inchada dos pés a cabeça", relatou a cantora, que planeja uma live para o dia 3 de outubro.

A cantora disse que passou por uma série de testes clínicos após pegar a Covid-19. "Fiz vários exames e tive muito problema no intestino, no estômago, no fígado. Eu estou cuidando agora disso, né? Tem dias que estou totalmente inchada, outros que não, agora por exemplo estou totalmente inchada. Fico nesse vai e vem", disse.

Joelma comentou que os sintomas foram além dos intestinais e respiratórios. "Afetou minha visão, minha mente, o pulmão. Fiz teste 30 dias depois de pegar o exame e ainda estava positivo! Com 45 (dias) aí já tinha ido embora, mas as sequelas ficaram", lamenta

A artista acrescentou que não conseguia mais cantar após a doença. "Atacou o pulmão e minha respiração ficou muito curta. Me cansava, não conseguia segurar afinação e segurar notas prolongadas", revela.

Joelma estava no Pará quando foi infectada pelo novo coronavírus. O primeiro sintoma a aparecer foi febre. "Tive que ficar isolada lá. Aqui em casa só eu peguei. Foi bom que peguei por todo mundo aqui", brinca.

Vitão diz que nunca comentou 'meu casal' em foto de Luísa Sonza e Whindersson

Vitão diz que nunca comentou 'meu casal' em foto de Luísa Sonza e Whindersson

O cantor Vitão, 21, rejeitou a fama de ser "talarico" ou "fura olho" e disse que é fake o suposto comentário que ele teria deixado em uma foto antiga de Luísa Sonza e Whindersson Nunes com a frase "meu casal".

"Cara, é fake! É mais uma das coisas criadas na internet e aí a massa, sem saber se é verdade, engole aquilo e sai vomitando um monte de coisa horrível. Não é verdade. Na época dessa foto, eu não era amigo nem do Whindersson nem da Luísa. Não tinha rolado nem 'Bomba Relógio' (música da cantora em que ele faz uma participação) ainda", disse o cantor em entrevista ao influenciador Hugo Gloss.

"Olha a minha cara de quem comenta 'meu casal', né gente. Nada a ver", completou. Vitão e Luísa assumiram o namoro no início de setembro, mas especulações sobre um relacionamento entre os dois já existiam desde o fim de maio, cerca de um mês após o divórcio da cantora com Whindersson.

Na ocasião, ele se hospedou na mansão da artista localizada em Alphaville, em São Paulo, onde passou uns dias para gravar a música e o videoclipe de "Flores", que mostra cenas picantes dos dois juntos.

Na entrevista a Hugo Gloss, o cantor disse que a ideia do vídeo em que eles aparecem juntos foi uma estratégia de publicidade. "Foi marketing, sim. Usamos muito isso a nosso favor. Foi uma estratégia, a gente quis criar essa coisa de estar junto, mas a gente já estava se gostando nessa época", afirmou Vitão.

O cantor, porém, disse que se surpreendeu com os haters que passaram a atacá-lo nas redes sociais como possível pivô da separação de Luísa e Whindersson. Pior ainda, afirmou Vitão, foram as críticas feitas à cantora.

"Até essas coisas acontecerem na minha vida, eu não sabia nem imaginava que as pessoas no nosso país tinham tanto ódio no coração. Algumas maldade, outras tristeza... é uma mistura. A galera tem um problema de querer julgar a vida alheia e tem o famoso machismo, que está enraizado em nossa sociedade, que faz esse tipo de coisa acontecer, e faz a gente tratar as pessoas como objetos. Acho que tudo isso que está acontecendo é fruto dessas coisas".

Para ele, contudo, esse tipo de ataque acontece mais na internet, em que as pessoas se sentem livres para julgar e xingar. "Quando estou andando na rua, todo mundo que me tromba, vem elogiar meu trabalho, pedir foto, dizer que gosta das minhas músicas... Na vida real, esse ódio é muito menor."

Vitão também negou ter ficado com Luísa enquanto ela ainda era casada com o humorista. "'Talarico' é a pessoa que fura o olho do outro que é casado, o que no caso nem é (verdade), porque a gente foi ficar muito depois deles terem terminado... Mas a galera gosta de falar. É como se ela (Luísa) não tivesse discernimento, escolha, vontades, ou não fosse um ser humano como eu ou Whindersson. Não tenho muito o que falar sobre isso, porque eu acho nojento, idiota, acho as pessoas (que despejam ódio) muito tóxicas, muito burras", afirmou.

José de Abreu é condenado a indenizar Bia Doria por compará-la a uma vaca

José de Abreu é condenado a indenizar Bia Doria por compará-la a uma vaca

Um tuíte do ator José de Abreu em que ele insinuou uma comparação da primeira-dama do Estado de São Paulo, Bia Doria, a uma vaca levou o artista a ser condenado a pagar uma indenização de R$ 50 mil à esposa do governador João Doria (PSDB).

O juiz Douglas Iecco Ravacci, da 33ª Vara Cível da Comarca de São Paulo, decidiu que Abreu deverá fazer o ressarcimento por dano moral por causa de uma mensagem de 2016 em que afirmou: "STF proíbe vaquejada mas permite que a Bia Doria dê entrevista? é um crime contra os animais...".

Cabe recurso. Pela decisão do magistrado, o réu também terá que arcar com o pagamento das custas e despesas processuais, além de honorários advocatícios de 10% do valor atualizado da condenação.

Procurados nesta quinta-feira (24), Abreu e Bia não se manifestaram até a publicação deste texto.

Como a "Folha de S.Paulo" mostrou em dezembro, o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) tentou por mais de dois anos citar o ator (comunicá-lo oficialmente) para que ele se defendesse no processo, mas os oficiais não conseguiram encontrá-lo nos endereços obtidos pelo Judiciário.

Na ocasião, o governador foi ao Twitter criticar o detrator da esposa. "Vejam até onde vai a covardia do Zé de Abreu", afirmou Doria. "Um notório ativista da esquerda e defensor do Lula. Que desrespeita mulheres, cospe na cara das pessoas e, após condenado, foge covardemente da Justiça", escreveu.

Em maio deste ano, o juiz do caso determinou que Abreu fosse citado por meio de edital público, "tendo em vista que restam exauridos todos os meios disponíveis para localização do requerido".

Depois disso, o réu - que agora mora na Nova Zelândia - passou a responder à ação e apresentou seus argumentos. A defesa do ator sustenta que ele apenas se valeu do direito à liberdade de expressão.

Para o magistrado, contudo, o princípio não se aplica ao caso. "Não foi uma crítica, nem uma piada ruim", escreveu na sentença, de 16 de setembro.
Ravacci afirmou que o texto consistiu em "verdadeira ofensa pessoal" e que a repercussão negativa causou dano à artista plástica e hoje presidente do conselho do Fundo Social de São Paulo (braço do governo para programas sociais).

Abreu fez a postagem no mesmo dia em que a Folha publicou entrevista com ela sobre a eleição de Doria para a prefeitura da capital. Declarações da primeira-dama tiveram uma repercussão tão negativa para o tucano que Bia foi, depois disso, blindada de contato com a imprensa.

Ela comparou a favela de Paraisópolis (na zona sul da capital) à Etiópia, disse que "quase nunca" havia ido ao Minhocão (na região central) e que se orgulhava de ajudar os assistentes de seu ateliê: "Consegui casa para todos eles, dei dentes para eles, dei um plano de saúde bom", afirmou.

O que levou a primeira-dama a ingressar com o processo foi o fato de o ator ter associado o nome dela à vaquejada -corrida entre dois vaqueiros montados a cavalo que tentam derrubar um boi-, prática considerada inconstitucional pelo STF (Supremo Tribunal Federal) em um julgamento em 2016.

Bia afirmou que o tuíte maculou sua reputação e honra. E recorreu à Justiça para que o post fosse apagado, no que foi atendida. Ela pediu inicialmente indenização de R$ 100 mil e prometeu doar o valor a entidades de assistência social.

Na decisão, o juiz concordou com a tese da primeira-dama de que o ator efetivamente a chamou de vaca e disse que se trata de "expressão ofensiva utilizada contra mulheres".

Segundo o magistrado, Abreu usou "uma construção de frases sem a mínima coerência" para fazer o comentário, que teve alcance ampliado pelo fato de ele ser um influenciador nas redes sociais, com quase 500 mil seguidores no Twitter.

"As críticas, tanto à proibição da vaquejada quanto às declarações da autora, poderiam ser feitas de inúmeras maneiras, inclusive com espírito jocoso ou por meio de piada, mas tendo por objetivo as declarações, e não a pessoa que as fez, muito menos equiparando-a um animal", escreveu.

Em sua defesa, Abreu afirmou nos autos que fez a postagem "com intenção humorística e irônica", mas não pretendeu ofender a esposa de Doria. Sustentou que ela, como pessoa pública, está mais sujeita a críticas e que não houve dano moral, mas "mero desconforto subjetivo não indenizável".

"Sou um comediante, eu faço piada", disse o ator à "Folha" em dezembro. "Eu tenho direito de me expressar. Não vou perder uma piada por medo de processo. (...) A Justiça tem mais o que fazer do que ficar perseguindo ator. Não sei que prejuízo moral eu dei à dona Bia Doria. Eu não vou parar de falar."

Sobre a dificuldade dos oficiais em encontrá-lo, ele afirmou que sempre esteve à disposição da Justiça e que seu local de trabalho é conhecido. O ator gravou novelas e séries na TV Globo desde o início do processo. Em junho deste ano, ele anunciou que não tem mais contrato fixo com a emissora.

O juiz do caso rejeitou o pedido de Bia para que Abreu ficasse impedido de voltar a utilizar indevidamente o nome e a imagem dela. Para o magistrado, acatar a solicitação seria aceitar censura prévia, o que é vedado pela Constituição. Ele lembrou que eventuais abusos devem ser discutidos posteriormente.

'A Fazenda 12': Biel cogita deixar programa caso Luiza Ambiel volte da roça

 'A Fazenda 12': Biel cogita deixar programa caso Luiza Ambiel volte da roça

O funkeiro Biel disse na madrugada desta quinta (24), em "A Fazenda 12" (RecordTV), que está com nojo de Luiza Ambiel e que se ela conseguir voltar da roça, ele cogita deixar o programa. A musa da banheira do Gugu disputa a preferência do público contra Lidi Lisboa e JP Gadelha.

"Que nojo eu estou dessa Luiza, ela fica de conversinha com todo o mundo (...) Ela estava falando ali: 'Se Deus quiser na sexta (25), eu vou subir na pia, você vai subir no fogão, a Mirella vai subir na mesa, e não sei quem vai subir no sofá'. (...) Se ela ficar, eu vou começar a contestar o valor de estar aqui. Vou embora trabalhar, porque o que estou fazendo aqui?", indagou ele, em conversa com Mariano e Lucas Selfie.

"Chegar entre os três (finalistas) para perder para uma pessoa dessas? Passar por todo esse calvário...", completou. "Não faz sentido", disse Lucas. Biel acrescentou que pensa muito parecido com o influenciador digital e não consegue "ficar de abracinho e risadinha como o Cartlolouco".

"Mas é o jeito dele. Eu não sou assim, não consigo nem olhar na cara", afirmou o funkeiro. Biel também disse que pediu para sua torcida votar para Lidi e JP Gadelha continuarem no jogo.

Brasil disputa Emmy Internacional com 'Orfãos da Terra' e 'Canta Comigo'

Brasil disputa Emmy Internacional com 'Orfãos da Terra' e 'Canta Comigo'

O Emmy Internacional divulgou nesta quinta-feira (24) a lista dos finalistas da premiação deste ano, que será anunciada em 23 de novembro. Várias produções brasileiras de 2019 se destacaram. 

Os programas escolhidos foram exibidos no período de 1º de janeiro de 2019 a 31 de dezembro. O Brasil aparece em sete categorias, ficando atrás apenas do Reino Unido.

Comandado pelo apresentador Gugu Liberato, morto em novembro do ano passado, o programa “Canta Comigo” (RecordTV) concorre na categoria Entretenimento Não-Roteirizado.

A novela global "Órfãos da terra" disputa o troféu de Melhor Telenovela. Andrea Beltrão aparece entre as indicadas a Melhor Atriz por seu papel na série "Hebe", em exibição na Globo. 

Também da emissora dos Marinho,  "Elis - Viver é Melhor que Sonhar" está entre as candidatas a Melhor Minissérie ou Filme para a TV. O ator Raphael Logam disputa pela segunda vez o troféu de melhor ator, por "Impuros", da Fox.

Em "Melhor Programa Artístico", a produção "Refavela 40", da HBO, está concorrendo ao prêmio. A história mostra os bastidores da produção do LP de Gilberto Gil 40 anos depois do lançamento e seu impacto para a cultura.

Confira a lista completa dos indicados abaixo:

Melhor Programa de Arte

"Jake and Charice" - Japão

"Refavela 40" - Brasil

"Vertige de la Chute" (Ressaca) - França

"Why do we Dance?" - Reuno Unido

 

Melhor Ator

Billy Barratt em "Responsible Child" - Reino Unido

Guido Caprino em "1994" - Itália

Raphael Logam em "Impuros" - Brasil

Arjun Mathur em "Made in Heaven" - Índia

Melhor Atriz

Emma Bading em "Play" - Alemanha

Andrea Beltrão em "Hebe" - Brasil

Glenda Jackson em "Elizabeth is Missing" - Reino Unido

Yeo Yann Yann em "Invisible Stories"- Singapura

Comédia

"Back to Life"- Reino Unido

"Fifty"- Israel

"Four More Shots Please" - India

"Ninguém tá Olhando" - Brasil

 

Documentário

"El Testigo" - Colômbia

"For Sama" - Reino Unido

"Granni-E-minem" - Coreia do Sul

"Terug naar Rwanda" - Bélgica

 

Melhor Série de Drama

"Charité 2" - Alemanha

"Criminal UK" - Reino Unido

"Delhi Crime" - Índia

"El Jardín de Bronce" - Argentina

 

Programa de Língua Estrangeira exibido nos Estados Unidos

"20th Annual Latin GRAMMY®️ Awards" - Estados Unidos

"La Reina del Sur" - Estados Unidos

"No te Puedes Esconder" - Estados Unidos

"Preso No.1" - Estados Unidos

Entretenimento não-roteirizado

"Canta Comigo" - Brasil

Rádio e Televisão Record S.A. / Endemol Shine

"Folkeopplysningen" - Noruega (The Public Enlightenment)

"MasterChef Tailândia"- Tailândia

"Old People’s Home for 4 Year Olds" - Austrália

 

Série Curta

"Content" - Australia

"#martyisdead" - República Tcheca

"Mil Manos por Argentina" -  Argentina

"People Like Us" - Singapura

 

Novela

"Chen Xi Yuan (Love And Destiny)" -  China

"Na Corda Bamba" - Portugal

"Órfãos da Terra" - Brasil

"Pequeña Victoria" - Argentina

 

Filme para TV / Minissérie

"L’Effondrement (The Collapse)" - França

"Elis – Viver é Melhor que Sonhar" - Brasil

"The Festival of the Little Gods" - Japão

"Responsible Child" - Reino Unido

‘A Fazenda 12’: Lidi, Luiza ou JP, quem deve ser eliminado? Vote na enquete

‘A Fazenda 12’: Lidi, Luiza ou JP, quem deve ser eliminado? Vote na enquete

Carol Narizinho levou a melhor e venceu a Prova do Fazendeiro da semana, em “A Fazenda 12”, da RecordTV. Com isso, ela deixou a Roça e ganhou imunidade. O resultado confirmou os peões que estão na berlinda: Lidi Lisboa, Luiza Ambiel e JP Gadêlha. 

Os três participantes disputam a preferência do público, e um deles deixará o reality na noite desta quinta-feira (24). 

Para você, quem deve ser o próximo eliminado de “A Fazenda 12”: Lidi, Luiza ou JP? Vote na nossa enquete.

 

 
Quem deve ser eliminado de 'A Fazenda 12': Lidi, Luiza ou JP?
Lidi Lisboa
Luiza Ambiel
JP Gadêlha
 
 
 
 
 
 
Created with PollMaker

Wanessa Camargo diz que viveu relações abusivas, mas não foi vítima

Wanessa Camargo diz que viveu relações abusivas, mas não foi vítima

Com a chegada da pandemia, Wanessa Camargo, 37, teve que mudar todos os seus planos que já estavam preparados para 2020, quando completa 20 anos de carreira. A mudança de rota fez com que a cantora tirasse da gaveta uma música pra lá de pessoal: "Lábios de Navalha".

Lançada no final de agosto, a canção, que fala sobre relacionamentos abusivos e traz um videoclipe intimista e cheio de mulheres, foi fruto da quarentena. Apesar de já estar escrita há anos, Wanessa decidiu gravá-la devido ao aumento de casos de violência doméstica no país.

"É muito pessoal, de relações abusivas que enfrentei não só uma vez, mas várias. Escrevi essa música 2015, estava guardada. Na época pensei que era muito forte e neste ano percebi que era o momento de lançar. Pensei: 'Por que não falar disso agora?'", conta a artista em entrevista à reportagem por telefone.

Wanessa lembra com bastante lucidez dessa época, mas ressalta que não se considera vítima. "Não adianta amiga falar, psicólogo, mãe e pai, não adianta. A pessoa tem que ter amor-próprio muito grande para se libertar disso. Eu não sou vítima, eu que me coloquei nesse lugar. Quando alguém faz mal para você, é você que permite, então fui permissiva. Só que eu estava fraca, sem amor-próprio, insegura", diz.

Casada com o empresário Marcuz Buaiz desde 2007, com quem tem dois filhos, José Marcus, 8, e João Francisco, 6, a cantora afirma que pretende continuar levantando certas bandeiras, que segundo ela, não fazem alusão ao seu posicionamento político. "Eu me considero humanista, que luta pelo ser humano, que luta pela igualdade de todas as classes, gêneros, e todos nós merecemos ser felizes e nos sentirmos amados, e o amor-próprio principalmente."

Apesar de reconhecer que para alguns pode ser considerada "em cima do muro", Wanessa explica que para ela não existem apenas dois caminhos. "Para mim, um posicionamento não é para direita ou para esquerda, não sei se é energético, mas os meus fãs não me cobram disso", conta ela.

Segundo a cantora, os preconceitos - sejam eles de gênero, raça, etnia ou sociais - fazem parte da falta de informação. "É o medo exacerbado daquilo que você não conhece e para mim não é brigando que nós mudamos a cabeça de alguém que tem posicionamento diferente. Tem que chamar para conversar e não rejeitando. Precisa aceitar e tentar acolher."

Exposição da vida pessoal

Com mais de 3 milhões de seguidores nas redes sociais, Wanessa Camargo diz que enxerga a plataforma como ferramenta de trabalho. Recentemente, usou para divulgar seu documentário em homenagem aos 20 anos de carreira, o "W.Doc", que foi lançado em partes, entre junho e agosto.

"É muito perigoso se basear só em número, a rede social também tem a sua realidade, que impacta os outros. Precisa ter uma inteligência emocional danada (risos). Mas eu gosto de contar a vida particular quando é natural, quando sinto vontade de dividir. Não quero postar a minha vida o tempo inteiro, não é Big Brother. Se é só pra fazer números não me interessa."

Filha de Zezé di Camargo, 58, e Zilu Godoi, 62, que atualmente travam uma briga na justiça por conta da divisão de bens após o divórcio, que aconteceu em 2014, Wanessa conta que não consegue expor tanto a sua vida como seus pais, que, segundo ela, são "melhores" nas redes sociais.

"Eles gostam disso (exposição). Acho que é de cada um, da pessoa se sentir a vontade. Meu pai e minha mãe que têm que me ensinar. Mas tudo tem um preço, nada nessa vida... Eu não gosto das consequências quando você abre demais, não me faz bem, já vivi isso. Eu sei como é ter uma vida pessoal exposta."

'Novo normal'

A cantora e a sua família - filhos e maridos - estão entre os famosos que tiveram a Covid-19. Na época, Wanessa contou durante uma live que ficou aterrorizada com o diagnóstico. Ela também diz que está sem ver a mãe Zilu desde o mês de março por causa da pandemia.

"Não sei se vou ver ela ainda neste ano, são altos e baixos... mas sabe quando você sente que está chegando num limite? É muito ruim, sinto falta do colo dela, literalmente", diz Wanessa que também afirma não estar vendo a irmã Camila Camargo, 34.

Entretanto, a cantora afirma que o ritmo do "novo normal", curiosamente lhe agrada. "Gosto bastante desse ritmo novo, parece que o mundo está no meu ritmo. Lógico que tem coisas que a gente sente, é muito estranho essa vida sem abraços."

Com o adiamento dos planos para lançar um DVD em comemoração ao aniversário de carreira, Wanessa precisou repensar como faria a divulgação do seu novo projeto chamado "Uni/versos" e conta que a ideia do documentário surgiu a partir daí.

"Ia ser algo tradicional e até obvio, mas por conta da pandemia não teve gravações, produções e muito menos DVD. Foi um momento em que tive que pensar como manteria viva a minha arte e a parte financeira."

Wanessa Camargo lança em 11 de outubro, quando celebra 20 anos de carreira, o projeto Uni/Verso, que é uma continuidade dos mino docs que ela lançou os últimos meses, revivendo momentos importantes da sua trajetória. A série, intitulada W.Doc, contou com 12 partes, com fatos e memórias da carreira dela.

Confira "Lábios de Navalha":