Compartilhar:
Enviar por e-mail
Imprimir
Rádio Super
avatar
Li e aceito os termos de utilização
Cadastre-se para poder comentar
Fechar

Assista

Ex-Polegar deixa hospital após se curar da Covid-19 ao som de 'Dá Pra Mim'
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
carregando
Log View

Menina nem te conto

Johnny Depp afirma que estava drogado demais para agredir sua ex-esposa

Johnny Depp afirma que estava drogado demais para agredir sua ex-esposa

O ator americano Johnny Depp explicou nesta quinta-feira (9), no terceiro dia de seu julgamento em Londres por difamação contra o tabloide britânico "The Sun", que enquanto esteve casado com Amber Heard se drogava tanto que "não estava em condições" de machucá-la.

Depp, de 57 anos, processou o jornal sensacionalista e sua editora News Group Newspapers (NGN) por ter dado como certo em um artigo de 2018 que ele agrediu Heard. 

A queixa tinha como objetivo limpar seu nome. Mas até agora, as audiências, que devem durar três semanas, têm girado em torno dos excessos do ator, que se apresentava como uma estrela deprimida, com insônia e problemas com drogas, e admitiu ter destruído clubes noturnos e suítes de hotel em todo o mundo enquanto tentava manter um casamento turbulento.

Na quarta-feira, ele reconheceu que estava de mau humor, com ciúmes de supostos casos extraconjugais de Heard e chegou a bater em uma parede até os dedos sangrarem.

O período 2014-2015 foi o ponto mais baixo de sua vida, afirmou, e admitiu ter algumas falhas de memória.

"Lembro-me de ter muitas dores e espasmos incontroláveis", disse sobre agosto de 2014, quando estava se desintoxicando com a ajuda de Heard e seu médico em sua ilha particular nas Bahamas. 

"Não a empurrei nem a agredi de forma alguma e certamente não estava em condições de fazê-lo", afirmou. "Não estava em condições físicas de empurrar ninguém".

O casal se conheceu em 2011 no set de "Diário de um Jornalista Bêbado", se casou após a reabilitação de Depp em 2015 e se divorciou menos de dois anos depois.

Os advogados de Depp tentam mostrar Heard como uma manipuladora em busca de publicidade, que coletava provas prejudiciais contra o marido desde o início. 

Mas a NGN afirmou ter "evidências esmagadoras" de que o ator atacou repetidamente sua companheira entre 2013 e 2016. A advogada do grupo, Sasha Wass, contou cada episódio em detalhes.

"Ele puxou seus cabelos e lhe deu um tapa, cuspiu na cara enquanto segurava uma garrafa de licor que bebia", afirmou Wass."E durante todo o tempo em que gritava que a odiava, a jogou contra uma mesa de pingue-pongue, que desabou", disse.

"Não é verdade", dizia Depp após cada frase, passando a mão pelos cabelos.

'Perry Mason' volta à TV bem mais sombrio, sensual e eletrizante

'Perry Mason' volta à TV bem mais sombrio, sensual e eletrizante

O primeiro conselho para quem vai assistir "Perry Mason", nova série que a HBO vem mostrando em capítulos dominicais já há duas semanas, é esquecer que se trata de uma refilmagem do seriado clássico que a TV americana exibiu por nove temporadas nos anos 1950 e 1960. Em preto e branco, foi um dos primeiros programas que se passam num tribunal, em que a estrela é o advogado criminal do título.

O personagem foi originalmente criado pelo escritor americano Erle Stanley Gardner (1887-1970) e interpretado na TV e em vários filmes por Raymond Burr (1917-1993). Nessa versão, o papel ganha força e muito charme com a interpretação do britânico Matthew Rhys, de "The Americans".

O protagonista era para ser Robert Downey Jr., que acabou como produtor-executivo. Mas é difícil imaginar outra pessoa como Perry Mason depois de ver o trabalho impecável de Rhys.

O "Perry Mason" da HBO é bem mais sombrio que o seriado original. A julgar pelos primeiros dois de oito episódios que serão exibidos, há mais vulgaridade, mais crime, mais detalhes gráficos de violência e cadáveres que podem chocar o espectador sensível –mas também mais interesse, histórias mais intricadas, uma reconstituição de época excelente, que retrata bem a opressão da Grande Depressão, e muito sexo.

Aqui, na Los Angeles dos anos 1930 destruída pela pobreza, Perry é um detetive particular talentoso, mas passando por dificuldades financeiras e pessoais. Em flashbacks, ficamos sabendo que ele lutou na Primeira Guerra Mundial e parece sofrer de uma boa dose de estresse pós-traumático. Mora numa fazenda decadente que herdou da família e é proibido de falar com o filho de nove anos pela ex-mulher.

O arco dos dois primeiros episódios é a investigação sobre o sequestro de um bebê que termina tragicamente -e algumas cenas dessa história inicial são das mais chocantes. Na abertura do primeiro episódio, vemos um homem carregando um bebê enrolado em um cobertor.

Em outra cena, na frente de uma mala cheia de dinheiro, os pais de Charlie, o bebê, combinam com o bandido os detalhes da entrega do dinheiro e da criança. Então saem correndo em direção ao local mas descobrem que os sequestradores nunca tiveram a intenção de devolver Charlie vivo. Um detalhe adiciona mais horror ao desfecho dessa parte da história.

A trama envolverá a polícia de Los Angeles, gângsteres, a família do bebê e uma seita religiosa liderada pela Irmã Alice, da Radiante Assembleia de Deus, interpretada por Tatiana Maslany, atriz canadense mais conhecida por seus múltiplos clones na série "Orphan Black". Aqui, ela vive com vigor a personagem carismática que controla o público de seus cultos com um discurso emocionais e um bom coro de coadjuvantes.

As interpretações, aliás, são o ponto mais alto de "Perry Mason": além de Rhys e Tatiana, John Lithgow está ótimo como o advogado que emprega Perry Mason, Shea Whigman como o parceiro depravado do detetive e Lili Taylor como a mãe de Irmã Alice. Aliás, desde a exibição do segundo episódio, críticos levantaram a hipótese de o personagem religioso ser baseado numa personalidade real.

Nos anos 1920 e 1930, em Los Angeles, a Irmã Aimee Semple McPherson, da Igreja Quadrangular, era uma líder pentecostal que arrastava multidões para a frente dos aparelhos de rádio em pregações midiáticas e contra a teoria da evolução. Ela esteve envolvida num sequestro na vida real –no caso, o dela mesma, em circunstâncias nunca totalmente esclarecidas.

Mas é o clima de filme noir o que mais impressiona nessa série. Provavelmente não vai converter quem não gosta do estilo, mas para os fãs desse tipo de programa esse é um entretenimento de altíssima qualidade.

PERRY MANSON
Produção EUA; 2020
Direção Ron Fitzgerald, Rolin Jones
Elenco Matthew Rhys, Tatiana Maslany, John Lithgow, Chris Chalk, Shea Whigham e Juliet Rylance
Quando Em cartaz
Onde HBO
Avaliação Muito bom

'The Old Guard', com Charlize Theron, é sangrento e charmoso

'The Old Guard', com Charlize Theron, é sangrento e charmoso

Charlize Theron tem se transformado, nos últimos anos, na atriz de ação por excelência. É uma espécie de versão feminina dos fortões dos anos 1980, como Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger, ou dos anos 1990, como Bruce Willis.

A boa notícia é que, aos 44 anos, Theron sabe escolher muito bem seus projetos no gênero. Em "Mad Max: Estrada da Fúria", de 2015, roubou o protagonismo de Tom Hardy, o Max, como a implacável Furiosa.

Já "Atômica", de 2017, é um espanto. Roteiro bacana, lutas incríveis, espionagem fina, música marcante, figurino inesquecível. Deixou os masculinos James Bond e "Missão Impossível" no chinelo. "Atômica 2" já foi anunciado, outra boa notícia.

Nesta sexta, a atriz volta num filme de ação muito bom, na Netflix, "The Old Guard". É a terceira boa notícia, já que a última grande aposta de ação da plataforma de streaming, "Resgate", lançada em maio, com Chris, o "Poderoso Thor", Hemsworth, foi ordinário demais.

"The Old Guard", curiosamente, estreia com o nome em inglês mesmo. Os mais velhos vão se lembrar um pouco de "Highlander", grande sucesso de 1986 com Christopher Lambert. Como lá, os guerreiros de "The Old Guard" são imortais, peregrinaram pelo planeta desde tempos imemoriais e acabam de chegar aos tempos atuais.

Mas eles não lutam entre si, como no filme dos anos 1980, e sim formam uma equipe que busca fazer boas ações pelo mundo, como salvar reféns ou impedir atentados. Theron é a chefe da turma, uma guerreira tão antiga que mal se lembra quantos anos tem.

As cenas de luta são ótimas, incluindo aquele charme dos machados e espadas das antigas, e, em alguns momentos, impressionam pelo sadismo, excesso de sangue e criatividade dos assassinatos.

Um casal gay de guerreiros é o responsável por algumas das melhores cenas do filme, com seus diálogos apaixonados e divertidos.

Com seu segredo descoberto por um espião, eles se tornam alvo de uma grande empresa farmacêutica, que pretende usar os guerreiros como cobaias para descobrir as causas genéticas da imortalidade e replicar o traço em remédios.

O filme não é à prova de furos, entretanto. O roteiro, baseado na série de quadrinhos de Greg Rucka e Leandro Fernandez, tem uma série de incongruências. Mas, sendo um filme de ação sem maiores pretensões, o conjunto funciona. A direção é de Gina Prince-Bythewood. Mulher e negra, ela vem de um cinema um pouco mais dramático, mas não decepciona nessa visita à ação.

Vale lembrar que Charlize Theron, que também produz a maioria dos filmes em que atua, é uma atriz com bagagem. Tem uma série de filmes corajosos no currículo e ganhou o Oscar de melhor atriz por "Monster: Desejo Assassino", de 2003, quando engordou 15 quilos e pôs silicone no rosto para viver uma serial killer.

Há dois anos, ela engordou 22 quilos para fazer "Tully" e se preocupou se conseguiria emagrecer novamente, quando estava com mais de 40 anos. Pois ela conseguiu, como se pode constatar em "The Old Guard".

THE OLD GUARD
Quando: disponível a partir de 10 de julho
Onde: Netflix
Elenco: Charlize Theron, Matthias Schoenaerts, Chiwetel Ejiofor
Produção: EUA, 2020
Direção: Gina Prince-Bythewood
Duração: 124 min
Avaliação: muito bom

Ex-BBB Marcela Mc Gowan revela que já se relacionou com transexuais

Ex-BBB Marcela Mc Gowan revela que já se relacionou com transexuais

A ex-BBB Marcela Mc Gowan revelou que já se relacionou com transexuais. Isso foi dito por ela no canal da também ex-participante do reality Bianca Andrade, a Boca Rosa.

Durante um papo sobre sexualidade, Marcela se abriu para a amiga. "Hoje em dia, a gente até usa o termo bissexual para tudo. Eu me declaro bissexual, mas também já me relacionei com pessoas trans, por exemplo. Então, o bissexual já se aproximou muito do que é pansexual, aí é mais uma questão de identificação", disse.

Na conversa, Marcela explicava o sentido do termo pansexual. "Quando surgiram os movimentos trans, as pessoas entenderam que o bissexual, como era muito binário, excluía uma galera que não se identificava como homem ou mulher, e as pessoas transexuais. Daí surgiu o movimento pansexual, que são as pessoas que gostam das pessoas, independentemente de gênero", contou.

Após sair do "BBB 20", Bianca Andrade se declarou pansexual. Em outra live anterior, ao ser perguntada pela própria Marcela sobre com quem ela ficaria na casa caso estivesse solteira na época, Boca Rosa não pestanejou e disse que ficaria com Marcela.

"A Mari, você, a Rafa. Todo mundo, até a Flay. Mas assim, de primeira, seria a Rafa. Depois, conversando, seria você e a Mari", contou ela na época, que perdeu o namorado, o cantor Diogo Melim, quando quase beijou Guilherme.

Chiquinho Scarpa diz que namorada tem 'fantasia sexual' com pijama do Pateta

Chiquinho Scarpa diz que namorada tem 'fantasia sexual' com pijama do Pateta

Chiquinho Scarpa, 68, revelou, durante uma live com Marcelo Zangrandi nesta terça-feira (7), uma fantasia sexual curiosa de sua namorada, Fernanda Rizzi, 38.

Mostrando um pijama do personagem Pateta, da Disney, ele disse que a namorada tem um "problema sexual (de) que adora o Pateta". "Antes de transar, tenho que colocar a roupa do Pateta", disse ele, em tom de brincadeira.

Chiquinho e Fernanda Rizzi se conheceram no fim de fevereiro deste ano e começaram a namorar algumas semanas após o primeiro contato. Em entrevista ao portal F5, Chiquinho contou já ter planos com ela.

"Penso em me casar, sim, pois sou viúvo e posso subir ao altar. Possivelmente aconteça ainda este ano. Também quero muito ter filhos, mas depende dela", disse Scarpa. Fernanda já tem duas filhas: Maria Clara e Maria Fernanda, de 13 e 18 anos respectivamente.

Uma curiosidade: Fernanda já fez um curso de etiqueta em que uma das disciplinas era como conseguir conquistar um homem rico. "Se você quer arranjar uma pessoa sofisticada e rica, ele não vai a um estádio de futebol, ele vai estar em um campo de golfe", disse Fernanda em reportagem do "Superpop" (RedeTV!) de 2019.

"O que eu ganho da pessoa (com) que eu estou, o que ele me traz, financeiramente falando, é muito mais prazeroso do que trabalhar, acordar cedo, pegar ônibus. Não tenho nada contra, mas eu escolhi esse tipo de vida", completou ela na ocasião.

Porém, Fernanda revelou que o dinheiro e o poder de Chiquinho não estão sendo levados em conta nesse começo de relação. "Claro que seria hipócrita se eu falasse que conheceria um cara rico e não ficaria com ele. Quem que não gosta de ganhar presente, viajar? Mas, quando ele me abordou fiquei encantada com a gentileza dele. Para mim ele não é o conde, ainda estou tentando entender", afirma.

Atriz Javicia Leslie será a primeira negra a interpretar heroína Batwoman

Atriz Javicia Leslie será a primeira negra a interpretar heroína Batwoman

A atriz Javicia Leslie acaba de ser anunciada como a nova protagonista da série "Batwoman". Ela entra na vaga de Ruby Rose, que deixou a produção. Será a primeira negra a viver a heroína da DC Comics.

De acordo com o site Entertainment Weekly, a personagem será o alter ego civil da nova Batwoman, Ryan Wilder, um completo oposto de Kate, interpretada por Rose na primeira temporada. Na descrição oficial da personagem, Ryan está prestes a se tornar Batwoman. Ela é simpática, bagunçada, um pouco pateta e indomável.

"Estou extremamente orgulhosa de ser a primeira atriz negra a desempenhar o papel icônico de Batwoman na televisão e, como mulher bissexual, tenho a honra de participar deste programa inovador que foi um pioneiro para a comunidade LGBTQ +", disse Leslie.

Leslie é reconhecida por trabalhos em séries como "God Friended Me", "The Family Business", "MacGyver" e no filme "Always a Bridesmaid".

Ruby Rose anunciou em maio que não seria mais a protagonista da série "Batwoman", do canal CW. A informação foi revelada dois dias depois da exibição do último episódio da primeira temporada nos EUA.

A segunda temporada, já confirmada pelo canal, chegará em breve. "O estúdio e a emissora estão comprometidos firmemente com a segunda temporada de 'Batwoman' e seu futuro a longo prazo e nós - juntos da talentosa equipe criativa da série - estamos ansiosos pela sua nova direção, incluindo a escolha de uma nova atriz principal (Leslie) e membro da comunidade LGBT nos próximos meses", afirmavam as responsáveis pela produção.

Desaparecimento da atriz Naya Rivera revive a 'maldição' de ‘Glee'

Desaparecimento da atriz Naya Rivera revive a 'maldição' de ‘Glee'

O desaparecimento da atriz Naya Rivera, nesta quarta-feira (8), fez renascer a crença em uma espécie “maldição” que rondaria a vida real dos astros do seriado “Glee”.

Naya, que fez o papel da líder de torcida Santana Lopez na atração criada por Ryan Murphy, que foi ao ar de 2009 a 2015, sumiu durante um passeio de barco com o filho Josey Hollis, de 4 anos, na Califórnia. O garotinho foi encontrado e passa bem. A polícia local segue as buscas por Naya.

O triste episódio é apenas mais um que acometeu o elenco, cujos integrantes, em boa parte, tiveram um destino sombrio ou cercado por casos de prisão, pedofilia e acusações de racismo. Relembre: 

- Corey Monteith, que interpretava o galã Finn Hudson, foi encontrado por em um hotel de Vancouver. Ele morreu após sofrer uma overdose em 2013 depois de ter injetado heroína e bebido champanhe, durante um intervalo das gravações da série. 

- Intérprete do personagem Noah "Puck" Puckerman, o ator Mark Salling foi encontrado morto, por acaso, pela polícia e, 2018. Ele tirou a própria vida depois de ser condenado por pedofilia. Em seu computador, foram encontradas 50.000 imagens de crianças nuas. 

A protagonista da série, Lea Michele, foi acusada recentemente de racismo e outras “agressões traumáticas” nos bastidores da série pela colega Samantha Ware, que recebeu apoio de outros colegas negros do elenco. Lea foi “cancelada” no Twitter após o episódio. 

Outra integrante que viveu uma tragédia foi a atriz Becca Tobin, que interpretava a Kitty. Seu namorado foi encontrado morto em um hotel na Filadélfia. Nenhuma droga, medicação ou arma foi encontrada e até hoje o motivo de sua morte não foi completamente esclarecido. 

 

Polícia vai ao SBT procurar por Dudu Camargo em caso de desaparecimento de casal

Polícia vai ao SBT procurar por Dudu Camargo em caso de desaparecimento de casal

O apresentador Dudu Camargo foi procurado pela polícia na manhã desta quinta-feira (9), nos estúdios do SBT. De acordo com a jornalista Fabia de Oliveira, do jornal “O Dia”, agentes foram ao local levar uma intimação para Dudu depor sobre o desaparecimento de um casal de fãs. A assessoria de imprensa do SBT confirmou a ida dos policiais à emissora, mas disse desconhecer a natureza da acusação.

Após ficarem sumidos por um tempo, dois adolescentes reapareceram e a polícia quer saber se Dudu está envolvido no caso, pois eles conversavam com o apresentador pela internet.

Ainda de acordo com a colunista, a emissora colocou o departamento jurídico da emissora à disposição do apresentador, mas ele não aceitou e disse estar "tranquilo em relação ao caso".

 

John Legend fala de amor, política e manifestações racistas no Conversa com Bial

John Legend fala de amor, política e manifestações racistas no Conversa com Bial

O cantor John Legend, 41, é o convidado de Pedro Bial no "Conversa com Bial" (Globo) desta quinta-feira (9). No bate-papo, o artista, que já ganhou Emmy, Grammy, Oscar e Tony, falará sobre racismo, protestos nos Estados Unidos, amor e, claro, música.

O artista tem acompanhado de perto os movimentos contra as mortes de negros nos Estados Unidos e a pandemia do novo coronavírus. Envolvido em causas, ele levanta o debate sobre o tema.

O artista usou a pandemia para criar "Bigger Love", seu novo álbum, que passa mensagens interessantes para o momento em que vivemos. "Nós pensamos no que está acontecendo no mundo e nos Estados Unidos. As pessoas estão protestando nas ruas, e temos visto muitas imagens de luto. Então eu realmente pensei se era o caso de lançar esse tipo de música.

Mas eu também pensei que, neste momento, as pessoas precisam de um pouco de alegria, amor e conexão humana. E eu acho que a música pode ajudar em certos aspectos", diz.

O artista disse gostar de ficar em casa com a mulher, a modelo Chrissy Teigen, e os filhos. Ele afirmou que aproveita esse tempo para ficar ao lado de seus entes queridos: "Eu me sinto mais próximo da minha família, esse é o lado positivo. Mas é claro que estamos preocupados com o que está acontecendo no mundo."

O papo também dá lugar ao romance. Com Chrissy, com quem é casado desde 2013, diz sentir que está com a pessoa certa. "Ela é muito engraçada, me faz rir o tempo inteiro. É muito criativa e é ótima com os nossos filhos, criando várias coisas divertidas para eles fazerem. Ela traz tanta luz para a nossa casa. Eu não imagino estar na quarentena com outra pessoa, ela é perfeita para isso."

Vegetariana, Maisa diz que seus pratos prediletos são batata frita e pipoca

Vegetariana, Maisa diz que seus pratos prediletos são batata frita e pipoca

A apresentadora Maisa Silva, 18, resolveu mudar a sua alimentação depois que assistiu, em 2017, o filme "Okja". De acordo com ela, esse foi o estalo para que começasse uma reeducação alimentar.

Segundo ela, os resultados de seus exames antes da mudança também a deixaram intrigada. Ela tinha muito carboidrato no sangue, estava quase diabética e passava mal com frequência. A nova rotina foi contada por ela em suas redes sociais e canal no YouTube.

"O nome do meu estilo é ovolactovegetariano, ou seja, eu não como carne, mas eu como derivados dos animais, como o mel, ovo, o leite, laticínios", iniciou.

Em setembro de 2018, após mais uma batelada de exames, viu que poderia abandonar definitivamente a carne vermelha. "Fiz alguns exames. Descobri que eu não era intolerante a lactose, apesar da minha barriga ficar estufada e até vomitar. Quando cortei a carne, parei de passar mal. Então, saudades de comer um bife, uma picanha? Sim, mas eu não vou continuar comendo carne vermelha", disse.

Em agosto de 2019, ela decidiu que não comeria mais carne nenhuma, nem peixe nem frutos do mar. Ela também diz que não critica quem come, mas que, para ela, não funciona mais.

"Quando eu sento para comer com meus pais e eles comem carne, não sinto nojo ou enjoo. Eu respeito e não fico impondo para ninguém que as pessoas têm que parar de comer carne. Eu acho mais saudável? Sim, mas respeito todos", afirmou.

Indagada por um dos seguidores, Maisa brincou sobre quais seriam os seus pratos veganos preferidos em 2020. "Ah, gente, claro que minha comida favorita vegana é batata frita e pipoca."

André Rizek sobre Andréia Sadi: ‘Mulher mais incrível que já conheci’

André Rizek sobre Andréia Sadi: ‘Mulher mais incrível que já conheci’

O apresentador do SporTV André Rizek fez uma declaração e tanto para a namorada, a repórter e comentarista da TV Globo Andréia Sadi. Em uma  mensagem em seu Twitter, ele enalteceu o trabalho da jornalista ao compartilhar um post dela na capa da revista “Marie Claire”. 

No texto que acompanha sua imagem na revista, Andréia fala sobre o papel feminino na cobertura do noticiário político. Em resposta, Rizek diz que Sadi é a mulher mais incrível que já conheceu.

“Muito orgulho da mulher mais incrível que já conheci nessa vida, que me ensina e desafia a ser uma pessoa melhor todos os dias, para chegar, pelo menos, perto dela. É claro que não consigo (como sabemos). Mas me esforço”, escreveu.

Raul Gazolla diz que sofreu 4 infartos e cita estresse com assassinato da esposa

Raul Gazolla diz que sofreu 4 infartos e cita estresse com assassinato da esposa

O ator Raul Gazolla, 64, sempre gostou de praticar esportes. Mas nem mesmo essa vida saudável foi suficiente para deixá-lo livre de sofrer quatro infartos em sua vida.

Em seu Instagram, relembrou alguns deles e disse que se sentiu revoltado. Uma das vezes aconteceu há cerca de dez anos dentro do aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

"Não tinha comido nada, fui ficando tonto, parei em uma lanchonete em Congonhas. Tudo começou a se mexer. Eu estava passando mal. Na época tinha um pronto-socorro lá dentro. E a médica tirou a minha pressão e disse: 'vamos internar o rapaz que a gente está perdendo ele'", disse.

Como consequência, Gazolla foi para um hospital onde ficou de segunda a quinta-feira internado e saiu com um stent no coração. "Achei que estava tento uma intoxicação alimentar e estava tendo um infarto, um entupimento em uma das artérias principais do coração", contou ele. "Fiquei bem revoltado, eu poderia ter tudo, menos infarto", completou.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Raul Gazolla (@rgazolla) em

O ator revela que jamais imaginou que um dia pudesse sofrer com isso. Mas o problema pode ser hereditário. "Os irmãos dos meus pais todos morreram com problema de coração e eu tinha o estresse. Perdi a minha mulher assassinada (a atriz Daniela Perez, em 1992). Perdi um sobrinho também."

Filha da autora Gloria Perez, Daniela foi assassinada a tesouradas pelo ator Guilherme de Pádua e a então mulher dele, Paula Thomaz, em 1992, num crime que chocou o país.

Assista aos depoimentos:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Raul Gazolla (@rgazolla) em

Giovanna Ewbank diz que está doida para apresentar o bebê Zyan aos irmãos

Giovanna Ewbank diz que está doida para apresentar o bebê Zyan aos irmãos

Terceiro filho de Giovanna Ewbank com o ator Bruno Gagliasso, Zyan nasceu na noite desta quarta-feira (8), no Rio de Janeiro, com 2,9 kg e mede 48 cm, e a mamãe já está doida para apresentá-lo aos irmãos Titi, de 7 anos, e Bless, de 5. "Eu não consigo explicar em palavras a emoção que sinto ao segurar o Zyan em meus braços e não vejo a hora de apresentá-lo a seus irmãos que estão ansiosos para conhecê-lo", disse a apresentadora.

Segundo a assessoria de Giovanna e o bebê passam em. "Por conta da pandemia do Covid-19, ela não pode receber visitas na maternidade e tem como único acompanhante o marido, Bruno Gagliasso", diz a nota. 

O papai também babou: “O Zyan é lindo e chega rodeado de amor. Ele é uma alegria para nós e para Chissomo e Blessings, que viram seu crescimento na barriga do Gio com a mesma ansiedade que a minha", comemora o pai.

 

Claude Troisgros diz que já contratou duas ex-participantes do 'Mestre do Sabor'

Claude Troisgros diz que já contratou duas ex-participantes do 'Mestre do Sabor'

Quem acompanha o reality gastronômico "Mestre do Sabor" (Globo) já deve ter pensado que até mesmo o prato menos votado pelos jurados deveria ser uma delícia. E é exatamente assim. Para os chefs Claude Troisgros e Kátia Barbosa, que têm a sorte de provar todas as iguarias, é muito difícil dar a notícia de eliminação para o "menos maravilhoso", como gosta de pontuar Barbosa.

O programa está em sua reta final. Seis competidores participam da fase Na Peneira, nesta quinta-feira (9), e os três melhores na primeira prova vão direto para a semifinal. Os demais vão para a segunda etapa, na qual um participante será eliminado. Ana Zambelli, Dário Costa, Junior Marinho, Lydia Gonzalez, Moacir Santana e Serginho Jucá seguem na disputa do prêmio de R$ 250 mil - a final deve ser ao vivo no dia 23.

Para Claude, será "briga de cachorro grande" daqui para frente. "Não posso falar dos favoritos. Até tenho os meus, mas é difícil opinar sendo apresentador. Todos são muito bons e podem vencer. Tem um mais tradicional, outro mais moderno, outro que tem mais técnica, um que cozinha de forma mais sutil."

Com 16 anos de televisão e mais de 40 no Brasil, o chef francês conta que, gradualmente, tem perdido a timidez e o nervosismo em frente à TV. Ao lado do fiel escudeiro e amigo de longa data Batista, Troisgros diz que o programa o ajudou, e muito, a mostrá-lo para o país. Ele havia trabalhado no canal por assinatura GNT por 14 anos antes de ir para a TV aberta.

"Já tenho um tempo de vida na TV. Obviamente que passar para um canal aberto com milhões de telespectadores é muito maior. O Mestre atingiu um público maior do que eu estava acostumado a lidar, mais popular. Abriu as portas do interior do Brasil e ajudou a popularizar a minha imagem", diz Troisgros.

Completamente adaptado ao Brasil, Claude Troisgros tem seis estabelecimentos comerciais no Rio de Janeiro, todos com atividades suspensas devido à pandemia do novo coronavírus. A novidade é que ele deverá abrir nos próximos meses, se a pandemia deixar, o primeiro restaurante em São Paulo, no bairro do Itaim Bibi, na zona sul da cidade.

Troisgros revela que a chef responsável pelo novo empreendimento será uma ex-participante da primeira temporada do Mestre do Sabor: Carol Albuquerque, chef gaúcha que começou a cozinhar na infância e estagiou no restaurante de Troisgros no início da carreira. Ela foi eliminada na etapa anterior à semifinal. "Carol é ótima. Também trabalho com a chef Viviane Almeida, que foi da primeira edição do programa. Elas estavam livres no mercado e a proximidade ajudou a fazer essa ponte."

E se depender de Claude Troisgros, as parcerias com cozinheiros que ele conhece no programa não vão parar por aí. Já há pelo menos um nome dessa atual segunda temporada que o interessa. "Imagino que possa trabalhar com mais gente, sim. Já estou em contato com um deles para um futuro negócio. 'O Mestre do Sabor' é um show de talentos."

Questionado se Dário Costa, ex-participante do MasterChef (Band), um dos destaques da segunda temporada, seria um dos favoritos a vencer o programa, o chef francês deu risada, e disse apenas que ele era um dos favoritos, mas não quis opinar sobre nenhum especificamente. "Agora é peneira, os seis melhores estão aí. A prova vai ser demais, só vão ficar os principais."

Na peneira
Na primeira prova da fase Na Peneira, desta quinta-feira (9), os chefs terão de apresentar um prato de frango orgânico com um fruto do mar de sua escolha. Já na segunda etapa, os candidatos terão três ingredientes inusitados na qual os chefs vão avaliar o sabor, mas também, a criatividade.

Para Kátia Barbosa, chef e jurada do programa, essa fase será desafiadora e emocionante. "Choro todos os programas, em todas as fases meu coração aperta. É um grupo muito forte que entende de sabor. Sofro, porque acho todos talentosos. Vai ter muito choro", adianta.

Para ela, os cozinheiros desta temporada são mais focados e mais calmos que os da primeira do Mestre do Sabor, que "já eram ótimos". "Costumo dizer que a carreira deles começou agora, podem ter três restaurantes, mas o mundo está conhecendo eles hoje. Às vezes não ganha, mas sai bem na fita."

Nasce Zyan, o terceiro filho de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso

Nasce Zyan, o terceiro filho de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso

 Zyan, o terceiro filho de Giovanna Ewbank e Bruno Gabliasso, nasceu na noite desta quarta-feira (8), na Maternidade Perinatal Laranjeiras, no Rio de Janeiro. A informação foi divulgada pelo humorista Hélio de la Peña logo após comandar uma live na #ocupaçãoLapena no perfil de Gagliasso no Instagram.

"Êêêêê seja bem vindo Zyan! Receba o carinho de @lapena e @palomadoss. Durante nossa live pós lives, recebemos a notícia maravilhosa do nascimento de Zyan. Parabéns, @gioewbank @brunogagliasso", ele escreveu.

Mãe de Bless, 4, e Titi, 6, Giovanna anunciou poucas horas antes do nascimento um chá de bebê virtual e solidário para ajudar as crianças atendidas pela organização Aldeias Infantis. Os presentes entregues a Zyan serão doados para a instituição.

O bebê nasceu com 2,9 quilos e 48 centímetros. Gagliasso acompanha Giovanna na maternidade.

Em um bate-papo recente com o produtor Leo Fuchs, transmitido nas redes sociais, Giovanna disse que tanto ela como Gagliasso, com quem está há dez anos, não tinham planos de aumentar a família. "Nunca pensei ter um filho da barriga, estava tudo certo com Bruno sobretudo depois do Bless. Aí veio a surpresa da gravidez."

Ela também explicou que o único filho planejado foi Bless, adotado em julho do ano passado no Malawi, país localizado no sudeste da África. Titi, a mais velha, também nasceu no Malawi.

Série 'Anos Incríveis' vai ganhar nova versão com família negra

Série 'Anos Incríveis' vai ganhar nova versão com família negra

Sucesso nos anos 1990, a série "Anos Incríveis" vai ganhar uma nova versão. Só que desta vez, com uma família negra como protagonista. Segundo o site Hollywood Reporter, a produção deve ir ao ar no canal ABC, a partir de 2021.

O ator Fred Savage, 43, que interpretava o protagonista Kevin Arnold, será diretor e produtor executivo da série. Assim como a versão original, o reboot também vai se passar nos anos 1960, nos Estados Unidos.

"Anos Incríveis" foi ao ar entre 1988 e 1993, em seis temporadas, e mostrava a transição da infância para a adolescência vivida pelos três personagens centrais.

No Brasil, o programa foi transmitido pela TV Cultura e também conquistou muitos telespectadores. O roteiro da nova produção será escrito pelo comediante Saladin K. Patterson, responsável por "The Big Bang Theory" e "Frasier".

Em fevereiro de 2019, os atores de "Anos Incríveis" se reencontraram. "Este grupo parece familiar para vocês?" dizia a legenda de uma foto postada na ocasião por Danica McKellar, 45, mais conhecida como Winnie Cooper.

Ladeada por Fred Savage e Josh Saviano, 44, a atriz afirmou que eles são "como uma família"."Afinal, nós realmente crescemos juntos, não é mesmo?", escreveu McKellar.

Paris Jackson revela compulsão alimentar, automutilação e tentativas de suicídio

Paris Jackson revela compulsão alimentar, automutilação e tentativas de suicídio

A modelo Paris Jackson, filha do astro pop Michael Jackson, relatou todo um histórico de compulsão por comida, automutilação e tentativas de suicídio após a morte do pai, em 2009. O relato foi feito em uma nova série documental no Facebook.

A entrevista foi realizada enquanto Paris, hoje com 22 anos, se preparava para estrear nas passarelas para a marca Jean Paul Gaultier no início de 2020. Ao longo da conversa, ela conta que, após a perda do pai, foi morar com a avó, onde vivia “sem regras” numa casa onde tinha “refrigerante e bolo o tempo todo”. Ela ganhou muito peso, e “a comida se tornou um vício”.

Ela se lembrou de um episódio em particular, que desencadeou seu processo de automutilação. “Um primo me chamou de ‘gorda’, e eu fiquei tipo: ‘não consigo mais fazer isso’, e foi assim que comecei a me machucar. Eu fazia cortes, me queimava e nunca achei que poderia morrer porque eu estava controlando a lâmina. Eu sabia o quão profundo eram os cortes”, conta Paris, acrescentando que a dor física “distraía a dor emocional”.

Única menina em casa (Michael teve outros dois filhos, Prince Michael Jackson I e Prince Michael Jackson II), ela disse que seus problemas de autoestima começaram ainda na infância. E confessou que, quando era adolescente, tentou se matar “diversas vezes”. Após uma das tentativas, foi levada para um colégio interno, de onde saiu “com muito mais (problemas)” do que quando entrou.

Atualmente, Paris toma medicamentos para depressão e controle de humor e afirma não estar “nem perto de amar” sua imagem.

Atriz de ‘Glee’, Naya Rivera desaparece durante passeio de barco na Califórnia

Atriz de ‘Glee’, Naya Rivera desaparece durante passeio de barco na Califórnia

A atriz Naya Rivera, de 33 anos, que interpretou a líder de torcida Santana Lopez no elenco principal da série “Glee”, é considerada desaparecida desde a noite de quarta-feira (8).

Ela sumiu após um passeio de barco no lago Piru, na Califórnia, com o filho Josey Hollis, de 4 anos. Equipes de resgate com mergulhadores seguem nos trabalhos de busca pela atriz nesta quinta-feira (9).

Alguns portais de notícias dos EUA já dão a artista como morta, mas não há nenhuma informação oficial que solidifique essa teoria até o momento

Naya alugou um barco por volta das 13h e saiu para navegar com o filho de 4 anos. Segundo o xerife do condado de Ventura, Eric Buschow, a atriz chegou a nadar no lago com o menino. Buschow disse que o garoto voltou ao barco depois de nadar, mas sua mãe não o seguiu. O menino foi encontrado dormindo no barco sozinho.

Pequena prodígio, Naya Rivera começou a atuar aos 4 anos na comédia da CBS “The Royal Family”, criada por Eddie Murphy. Ela fez participações especiais em vários programas, incluindo “Um Maluco no Pedaço” e “Baywatch”.

Em “Glee”, Naya interpretou uma líder de torcida “fria e cruel”, que ganhou destaque e evoluiu ao longo da história. Ela apareceu em 113 episódios da série e ganhou diversos prêmios pelo papel.

Ex-paquita Andrea Veiga cai em golpe pelo WhatsApp e perde R$ 1.800

Ex-paquita Andrea Veiga cai em golpe pelo WhatsApp e perde R$ 1.800

A ex-paquita Andrea Veiga caiu em um golpe pelo aplicativo de conversas WhatsApp e perdeu R$ 1.800. Um bandido se passou pela irmã dela, pediu dinheiro, ela fez a transferência e apenas no dia seguinte percebeu que havia sido roubada.

Em relato no Instagram, contou que fazia um ensaio fotográfico quando recebeu uma mensagem aparentemente de sua irmã, já que no aplicativo era mostrada a foto dela.

No papo, a pessoa pedia uma transferência para uma conta em um número diferente e alegava que havia esquecido de pagar uma conta que estava por vencer e seu limite já havia acabado.

Sem pensar muito, Andrea fez o procedimento. “Passei o comprovante e ainda falei: ‘Deposita para mim amanhã, que estou sem grana’. É isso aí, caí no golpe do WhatsApp. Me levaram R$ 1.800”, disse com expressão triste.

Após acionar o banco, disse ela, foi informada sobre as formas como tinha de proceder. “Eles me deram todas as informações do que fazer, mas é praticamente impossível reaver esse dinheiro, porque, na mesma hora que você transfere esse dinheiro, os golpistas transferem para uma outra conta”, revelou.

De acordo com a atriz e jornalista, o bandido, cujo nome deve ser Emerson, já que foi esse dado que apareceu no comprovante, deve ter percebido os laços familiares dela por meio das redes sociais, já que sempre acaba por marcar os parentes nas fotos.

“Todo mundo sabe com quem você mora, quem são seus familiares. Tomem muito cuidado com as informações que vocês colocam no Facebook, no Instagram, porque eles sabiam tudo. Eu só tenho que acreditar na justiça divina. Todo mundo está vivendo com o dinheiro contado para pagar conta. É triste”, concluiu.

Andrea Veiga foi a primeira paquita da Xuxa e já fez homenagens à apresentadora no aniversário dela, celebrado em março. Veja o relato dela:

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Repassem urgente

Uma publicação compartilhada por A⃣N⃣D⃣R⃣E⃣A⃣ V⃣E⃣I⃣G⃣A⃣ 🧿 (@veigaandrea) em

Zé Neto volta para casa após contrair novo coronavírus, e mostra reação do filho

Zé Neto volta para casa após contrair novo coronavírus, e mostra reação do filho

O cantor Zé Neto, 30, da dupla com Cristiano, voltou para casa nesta quarta-feira (8) após ficar longe da mulher, Natália Toscano, e dos dois filhos do casal, por ter contraído o novo coronavírus. Segundo ele, foram 14 dias longe, para se recuperar da doença.

"Voltando pra casa, graças a Deus, agora curado", comemorou o músico em suas redes sociais, antes de mostrar a reação do filho, José Filho, correndo até ele na entrada da casa (veja abaixo). Na segunda (6), a mulher dele, já tinha falado que Zé Neto estava sem sintomas e pronto para voltar para casa.

"Muita gente falou que notou um olhar triste e cansado nos meus Stories ultimamente. Realmente, estou muito cansada. A doença não é fácil, pegou de surpresa. Fiquei muito preocupada. Meu marido é minha base, meu alicerce, pai dos meus filhos, fico preocupada, sim, com a saúde dele", disse ela na ocasião.

Zé Neto contraiu o novo coronavírus no final de junho. De acordo com o produtor da dupla, o músico procurou atendimento no Hospital de Base de São José do Rio Preto, no interior paulista, onde mora, após apresentar sintomas leves, como tosse, espirro e febre.

"Fiquei muito mal e, segundo o médico, não sofri um terço do que uma pessoa no pior estágio sofre. Meu pai foi assintomático. Queria até ter falado antes para vocês, mas meu estado de saúde não permitiu. Quero agradecer pelas palavras de conforto", chegou a dizer o cantor quando estava ainda em recuperação.

Além de José Filho, Zé Neto e a Natália são pais também de uma menina, Angelina, que nasceu em maio. O cantor chegou a dizer que o nascimento dela durante a quarentena fez o amor e o companheirismo aumentarem. "Estamos aproveitando. No meio de tantas dificuldades, estamos curtindo os filhos e podendo participar de tudo bem pertinho."