Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Perguntas e Respostas

LIMITE DE VELOCIDADE

O desrespeito aos limites de velocidade e a sinalização precária em um cruzamento no bairro Ouro Preto, na região da Pampulha, têm causado vários acidentes de trânsito, preocupando pedestres e motoristas. A pedido dos moradores, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transportes e Sistema Viário realizou visita técnica ao local, na manhã do dia 8 de maio. O requerente da atividade, vereador Irlan Melo (PR), ouviu as queixas da comunidade e solicitou à BHTrans a revitalização da sinalização existente. O órgão informou que um projeto operacional com as possíveis soluções será apresentado aos moradores da região. A assessoria do vereador Irlan de Melo informou que foi solicitado, em oficio, à Prefeitura de Belo Horizonte o pedido de uma sinalização horizontal e vertical na via, de forma a atender as normas do conselho nacional de trânsito bem como garantir a segurança dos pedestres que por ali trafegam.

Resposta

Respondendo à demanda, a BHtrans informou que foi elaborado um projeto operacional de reforço da sinalização horizontal e vertical existente na interseção das ruas Apucarana e Brasiléia, no bairro Ouro Preto, na região da Pampulha. E que será reforçada a sinalização de advertência de parada obrigatória. Eles ainda informaram que será realizada a manutenção da sinalização horizontal de “Devagar 30Km/h” e parada obrigatória. O projeto será implantado até a primeira quinzena de julho. BHtrans

FALTA ILUMINAÇÃO ADEQUADA, NO BAIRRO ASTECA, EM SANTA LUZIA

Há mais de dois meses que nós, moradores da rua Virginópolis, no bairro Asteca em Santa Luzia, estamos sem iluminação pública. Já entramos em contato com a Cemig e a mesma diz que quem resolve o problema é a prefeitura, já a prefeitura diz que já está solucionando o problema e nada é feito. Algumas pessoas saem para trabalhar de madrugada e estão sendo assaltadas por falta de iluminação. Gostaríamos que a prefeitura resolvesse o nosso problema, pois pagamos um absurdo de iluminação pública e não temos o mesmo.
Leitor

Resposta

Esclarecendo a solicitação do leitor, a Prefeitura de Santa Luzia, por meio da Secretaria Municipal de Obras, informou que retomou, na última sexta-feira, dia 18, a substituição das lâmpadas danificadas no sistema de iluminação pública da cidade e que os trabalhos de reposição das luminárias começaram no bairro São Benedito, com duas equipes e o serviço continuou no final de semana. Eles também disseram que os critérios utilizados para definir onde, inicialmente, serão substituídas as lâmpadas queimadas, são as vias de grande fluxo de pessoas, locais próximos de escolas e postos de saúde, além de demandas já protocoladas na prefeitura. Eles ainda afirmaram que nos próximos dias, cinco equipes estarão por toda a cidade fazendo a reposição das luminárias e de que a meta é de que sejam trocadas cem lâmpadas por dia. Prefeitura de Santa Luzia

RUA DO BAIRRO CÉU AZUL, EM BELO HORIZONTE, VIRA PISTA DE CORRIDA

Eu sou morador do bairro Céu Azul, na região de Venda Nova, na capital mineira, e gostaria que a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) voltasse os olhos para a rua Radialista Margarida Maciel. Essa via foi recapeada há alguns dias e vem trazendo transtornos para os moradores e muita insegurança. É que alguns quebra-molas que existiam na rua foram praticamente cobertos pela camada de asfalto, e os motoristas que circulam na via estão aproveitando e fazendo da rua uma verdadeira rodovia. Vira e mexe eles fazem corridas no local. Há também caminhões que passam por aqui com excesso de peso, o que acaba danificando o asfalto, pois não há fiscalização no local por parte de nenhum órgão público. Acho que as autoridades estão esperando acontecer algum tipo de tragédia para tomar as providencias necessárias.
Leitor

Resposta

Esclarecendo a solicitação do leitor, a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) informou, por meio de assessoria de imprensa, que vai realizar uma vistoria no local e tomar as devidas providências para recompor os quebra-molas retirados. A autarquia de trânsito salientou a importância da participação da população, com sugestões e solicitações sobre o trânsito e transporte da nossa cidade, porque todo o trabalho da BHTrans leva em consideração os registros dos usuários nos canais de atendimento da empresa: na Central de Atendimento Telefônico, pelo número 156; pelo portal da Prefeitura de Belo Horizonte (www.prefeitura.pbh.gov.br), na seção “Fale Conosco”; ou pessoalmente – no posto do BH Resolve, na rua dos Caetés, 342, bairro Centro; no Atendimento ao Usuário na sede da empresa, na avenida Engenheiro Carlos Goulart, 900, bairro Buritis; e nas reuniões das Comissões Regionais de Transportes e Trânsito, que acontecem com a presença de lideranças comunitárias e de qualquer pessoa interessada. BHTrans

Alô Redação

Ceasa

Sobre a falta de alimentos na Ceasa, infelizmente teremos que deixar faltar. Queremos dignidade e respeito. Milhões de pessoas estão desempregadas no país, passando necessidades, sem comida, remédios, escola, saneamento básico etc. Antes da greve, já faltava tudo.
Por Juliana Fernanda Alves

Intervenção

Mais uma medida desesperada de um governo desarrazoado. O que começou como uma crise de abastecimento evoluiu para uma crise econômica, podendo se transformar numa crise social. Não aprendemos nada com nossos erros.
Por Ronaldo Oliveira

Salários

Não sei se eles sabem, mas deveriam saber: a turma do auxílio-moradia e os fiscais da Receita recebem rigorosamente no dia 1º de cada mês. Não atrasa um minuto. Era a hora de eles se rebelarem, baterem no peito e dizerem: ou o governo paga todo mundo em dia ou não paga ninguém.
Por Fabrício Souza

Recados do Coração

Céu azul

Uma das coisas mais interessantes e criativas é o céu. Quando olho para ele, meus olhos saem do chão e voam para longe, e eu vejo que não há barreiras para o azul, então me vejo a voar. Eu sei que ainda sou aprendiz, mas tenho o desejo ardente de sumir entre as nuvens, de me sentar em uma delas e apenas deixar a alegria tomar conta de mim, para que eu conheça os anjos e então possa cantar, recitar poemas de imenso amor, deixar as palavras ecoarem na alma e transbordar. Alguns têm a ideia de que já encontraram sua morada, mas eu tenho certeza de que nunca fui da terra, mas sim do céu.
Por Michelly Alves

Amor de filho

Se um dia tu partires, não sei se também viverei, pois te amo tanto e sempre te amarei. Fostes tu que vistes meus primeiros sorrisos e meus primeiros passos correndo para ti. És tu, querida mãezinha, a razão do meu viver.
Por Neuza Marques (autor Amim Marques, em memória)

Família

Família
A família é o lugar em que as mentes entram em contato entre si. Se essas mentes amam umas às outras, o lar vai ser tão bonito quanto um jardim florido. Mas, se essas mentes entrarem em desarmonia umas com as outras, vai ser como uma tempestade que destrói o jardim.
Por Jaqueline Cristina

Por onde Anda

Sumiu

Sumiu
A Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida da Polícia Civil de Minas Gerais informa o desaparecimento de Diogo Ribeiro de Souza, que ocorreu em 17 de maio de 2018. Ele sumiu aos 30 anos, na cidade de Belo Horizonte. Se alguém tiver qualquer informação sobre o paradeiro de Diogo Souza, por gentileza, entre em contato com a Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida.
Telefone: 0800 282 8197

Nora

Os familiares de Graciene de Souza Quirino ainda estão à procura dela. Graciene, que está desaparecida desde o dia 13 de setembro de 2016, tem 28 anos e foi vista pela última vez na cidade de Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte. Os familiares da jovem tiveram a informação de que ela estaria morando na favela São José, próximo à Via Expressa. Os parentes de Graciene estão bastante preocupados, pois ela possui problemas mentais e, devido a isso, toma remédios controlados. Ela tem dois filhos. Graciene tem estatura mediana, é morena, magra, tem olhos grandes e amendoados, e cabelos pretos e curtos. Quem souber qualquer informação que possa ajudar a família nas buscas, por gentileza, entre em contato com a Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida por meio do telefone.
Telefone: 0800 282 8197

Aposentado

Leopoldo de Oliveira, de 58 anos, desapareceu em 30 de abril deste ano, em Sabará, na região Metropolitana de Belo Horizonte. Quem tiver qualquer informação pode entrar em contato com Geovanna, filha dele.
Telefone: (31) 99755-1708