Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Perguntas e Respostas

‘A rua existe só pra prefeitura’

O Panelaço estreia hoje sob o comando de Tio Nelso, que vai até as comunidades para ajudar a resolver problemas do dia a dia. Ele começou sua ronda pelo bairro Buritis, na região Oeste da capital. O problema no local está na rua Márcio Maia Ferreira, cujas obras ainda não teriam sido concluídas pela Prefeitura de Belo Horizonte. A via, que dá acesso à avenida Mário Werneck, de acordo com os moradores, está sem asfalto e passeio. Além disso, eles relatam, há buracos e carrapatos, situação que tem causado muitos transtornos à comunidade local. Os moradores disseram que já reclamaram na prefeitura, mas que o órgão ainda não se pronunciou. É o que relata o advogado Ricardo Lara. “A prefeitura não dá resposta. Essa rua só existe para o órgão, pois ela está implantada. É uma rua de trânsito local, mas não passa carro”, conta o morador, que considera o problema simples de ser resolvido. Para o engenheiro civil Cláudio Henrique Martins, que foi contratado por um morador da rua para abrir um acesso exclusivo para o prédio dele, não há motivos para a prefeitura ainda não ter concluído as obras da via, uma vez que se trata de um bairro importante e de uma rua pequena. “Parece que não chega a 100 m. Não dá para entender”, reclama. Segundo ele, a obra do edifício está em fase final. “Mas como os carros vão entrar?”, questiona.
Ricardo Lara

Resposta

A Prefeitura de BH, por meio da Secretaria de Obras e Infraestrutura, informou em nota que a Subsecretaria de Fiscalização fará uma vistoria para verificar a regularidade da obra particular que está sendo feita na rua Márcio Maia Ferreira. Sobre a situação da via, o órgão apenas informou que ela se encontra limpa. Ainda de acordo com a secretaria, o cidadão deve fazer denúncias pelo telefone 156, pelo site prefeitura.pbh.gov.br ou presencialmente, no BH Resolve.

FALTA DE LUZ GERA MEDO EM RIBEIRÃO DAS NEVES

Solicito à Prefeitura de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, a instalação de um poste de energia elétrica na avenida das Oliveiras, no bairro Nossa Senhora da Piedade. Trata-se de uma rua sem saída, local ermo, onde a criminalidade pode usar de artifícios para fugas e esconderijo. Pedimos também a retirada de um outro poste no meio da mesma rua, em frente ao número 10. Se possível, gostaríamos que ele fosse instalado em outro lugar, podendo, assim, evitar acidentes.
Leitor

Resposta

RESPOSTA I A Prefeitura de Ribeirão das Neves, através da Secretaria de Obras, informou que a instalação de postes é de responsabilidade da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), e que a responsabilidade do município é somente com a iluminação pública, ou seja, troca de lâmpadas, braços e luminárias. O órgão ainda acrescentou que vai solicitar um orçamento e enviar o pedido para a Cemig, mas que o prazo para autorização do serviço é de aproximadamente de dez meses. Prefeitura Municipal de Ribeirão das Neves RESPOSTA II A Cemig, por meio de nota, disse que a responsabilidade pela instalação de equipamentos de iluminação pública, incluindo postes, é das prefeituras municipais, portanto, cabe ao órgão somente instalar o poste para iluminação, mediante solicitação da Prefeitura de Ribeirão das Neves, que é “a pessoa jurídica de direito público responsável pelas despesas decorrentes”. Cemig

CABINE DE ÔNIBUS

Usuários do transporte público metropolitano do bairro PTB, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, reclamam que na BR–381, sentido São Paulo, na altura do viaduto PTB, tem uma cabide de ônibus destruída por conta do desgaste. De acordo com os usuários, não há como se proteger do sol ou da chuva, pois faz um ano que o teto do local caiu.

Resposta

RESPOSTA I O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG) informou que, por se tratar de um trecho rodoviário que não está sob a responsabilidade do Estado, o órgão não pode instalar, reformar ou substituir abrigo de ônibus. Portanto, cabe ao responsável pelo setor realizar os serviços necessários para atender as demandas e reivindicações da comunidade. DEER RESPOSTA II Por sua vez, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) – responsável pela manutenção, ampliação, construção, fiscalização do transporte rodoviário –, informou que esse trecho da BR–381 foi concedido e não está sob responsabilidade do órgão e, sim, da empresa Arteris Autopista Fernão Dias. DNIT RESPOSTA III Já a Fernão dias disse que a construção e manutenção dos pontos de ônibus urbanos são de responsabilidade das prefeituras ou empresas de transportes urbanos. Fica a cargo destas entidades encaminhar à Arteris Fernão Dias e ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre) um projeto executivo referente a construção deste ponto de ônibus, para que a agência reguladora e concessionária aprovem os serviços que serão realizados no local. Após a aprovação, as entidades (prefeitura ou empresas de transportes urbanos) ficarão responsáveis pela execução da obra e manutenção do mesmo. Referente a cabine de ônibus do km 489+600, próximo ao bairro PTB, a mesma já foi retirada do local há pelo menos seis meses. Caso empresas de transporte público ou prefeitura venham a construir uma nova cabine, a obra deverá seguir os procedimentos mencionados acima. Fernão Dias RESPOSTA IV A Transbetim informou que o local não é de responsabilidade da empresa, mas que em função do grande número de usuários e das diversas solicitações, ela interviu e entrou em contato com o órgão responsável pelo ponto de ônibus para solicitar autorização para implantação de um abrigo de ponto de ônibus. Para isso, será necessário que o órgão responsável realize uma visita técnica para confirmar se o local possui as características técnicas necessárias para a devida instalação do novo abrigo. Ainda segundo a Transbetim, essa demanda está sendo tratada como prioridade. Transbetim

Alô Redação

Torcida II

Temos que levar esse caso de racismo no Mineirão muito a sério para poder servir de exemplo, caso contrário, um individuo como este vai continuar humilhando o outro e, depois, apenas vai pedir desculpas, da boca pra fora e está tudo resolvido.
Por Vladimir

Torcida I

Não estou de acordo com a proposta apresentada em “Jogos sem álcool e só com uma torcida”, publicada anteontem no jornal Super Notícia. Em jogos de uma só torcida também há brigas. Na verdade, cada um deve fazer o seu papel: a polícia prevenir, conter e, se preciso for, prender; o MP oferecer denúncia; o magistrado aplicar as leis; os clubes oferecerem segurança nos eventos; e os torcedores deixarem de brigar por causa de futebol.
Por Anderson

13º salário

Com relação à matéria “13° salário é incerto”, publicada ontem no jornal Super Notícia, prossegue a saga e a insegurança dos funcionários do Executivo mineiro em relação ao recebimento ou não do 13° ainda em 2019. Tenho plena consciência das dificuldades financeiras do Estado, mas gostaria de entender o porquê de os poderes Legislativo e Judiciário não serem atingidos pela crise econômica, já que desconhecem o parcelamento dos salários e as constantes ameaças do não pagamento do 13º. Cabe ao governo defender o princípio da igualdade de direitos.
Por Marcondes Diniz

Recados do Coração

Maria Clara

Maria Clara Receba hoje o meu abraço mais que especial, pois você merece. De forma atrasada, mas sei que ainda tenho tempo, gostaria de lhe parabenizar pelo seu aniversário. Espero que você tenha curtido bastante seu dia (27.10). Desejo muita energia positiva nesta sua nova caminhada e que ela venha recheada de paz, alegria, amor e saúde. Beijos. Feliz aniversário!
Por De sua família do WhatsApp

Gabriel

Gabriel Esta foi uma maneira simples que encontrei para te desejar feliz aniversário. Acrescento a essa minha breve felicitação o desejo que você possa comemorar muitos anos de vida, cheio de boas companhias e sempre guiados por Deus. Mantenha sua fé em Deus. Meus parabéns pelo seu aniversário (30.10).
Por Elisa

Primos

Queridos, quero agradecer por tudo e dizer que é muito bom ter vocês sempre presentes em minha vida. Obrigada a Ludmila e irmãos por serem exemplos de vida e me ensinarem o melhor caminho. Saibam que vocês são pessoas queridas por mim, amadas pelos meus filhos e adorados pelos meus amigos. Amo muito vocês.
Por Maria Divina

Por onde Anda

Colegas

Nicanor Pires procura antigos colegas de quartel, que, segundo o aposentado, serviram Exército com ele na 1ª Companhia de Serviço do Batalhão Agulhas Negras, na Academia Militar de Agulhas Negras, em 1966, na cidade de Resende (RJ). Nicanor não tem notícias de seus ex-companheiros há mais de 50 anos. Além disso, ele deseja reencontrar uma ex-freira chamada Maria de Lourdes, que trabalhou no hospital da academia, no mesmo ano. De acordo com ele, a ex-freira é natural de São João del Rei, no Campo das Vertentes, em Minas, e deve ter mais de 77 anos. Quem souber informações que possam ajudá-lo nas buscas, ligue.
Telefone: (24) 3367-6299

Procura-se amigo

Fernanda quer encontrar o amigo Nilson Quaresma da Silva, de quem ela não tem notícias há um ano. Fernanda sabe apenas que o homem nasceu em 30 de agosto de 1970 e morava no bairro Alto Vera Cruz, na região Leste de Belo Horizonte. Segundo ela, ele já trabalhou em um lava a jato, na avenida Raja Gabaglia. Quem tiver alguma informação, por favor, entre em contato.
Telefone: (31) 98024-8277

Procura-se amiga

Rita quer encontrar sua amiga Juliana de Souza Luquese, de quem não tem notícias há muitos anos. De acordo com Rita, Juliana é viúva e tem dois filhos – uma menina chamada Mariana e um garotinho com o nome de Frederico. Juliana mora em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ela pede que as informações sejam repassadas pelo celular.
Telefone: (31) 98979-3715