Daniel Ottoni
@dottoni
12/01/21
13h28

Aposentadoria

Daniel Dias se despede das piscinas como multimedalhista paralímpico

Responsável por 24 pódios no maior evento esportivo do mundo vai ter Jogos de Tóquio como última participação oficial

Nos Jogos de Tóquio, Daniel Dias deverá nadar quatro provas individuais e, possivelmente, um revezamento — Foto: Paulo Roberto Aguero
Daniel Ottoni | @dottoni
12/01/21 - 13h28

A Paralimpíada de Tóquio, no Japão, vai marcar a despedida de um dos maiores nomes do esporte brasileiro. Daniel Dias, nadador multicampeão, vai deixar as piscinas para dar espaço para a nova geração, sem deixar de vez o ambiente que lhe proporcionou tantas alegrias.

A decisão foi divulgada nesta terça-feira. Daniel é responsável por 24 medalhas em Jogos Paralímpicos (14 de ouro, sete de prata e três de bronze), 40 medalhas em Campeonatos Mundiais (31 ouros, sete pratas e dois bronzes) e 33 pódios em Jogos Parapan-americanos, sendo todos com medalha de ouro.

“Esta decisão já está tomada há um tempo, eu já venho traçando objetivos e o plano de anunciar a aposentadoria. Sou muito grato pela natação. Eu jamais imaginei que eu chegaria aonde cheguei. Se eu fosse escrever, quando comecei há 16 anos, tudo que conquistei, eu jamais iria conseguir reproduzir isso. Se fosse ler esta carta hoje, não seria tão perfeito como foi” comenta. 

Daniel espera seguir dando sua contribuição para a natação do Brasil, agora fora das piscinas, passando sua experiência e servindo de motivação para quem o tem como espelho.

“A vida do atleta é feita de ciclos e, por isso, decidi parar. Resolvi dar o adeus à piscina porque penso que a minha contribuição com a natação paralímpica já foi excepcional. Foi além do que eu esperava. E, hoje, vejo que posso continuar na natação de outra maneira, fazendo outras coisas e ajudando ainda mais a fazer esse esporte a ser uma referência no país e no mundo", projeta. 

Daniel seguirá atuando como membro da Assembleia Geral do Comitê Paralímpico Brasileiro e na Comissão Nacional de Atletas no biênio de 2020-2022. No âmbito social, ele estará mais presente à frente do instituto que leva seu nome, que visa a inclusão social por meio do esporte.

“Não quero que seja uma despedida triste, vai ser um momento de muita alegria, muitos sorrisos. Eu não tenho dúvidas disso. Como vocês sabem, eu passo a mensagem do #SorriaPraVida. Espero que nós possamos desfrutar deste momento, destas últimas braçadas, últimos mergulhos, últimos apitos, enfim, que seja um momento de muita alegria não só para mim, mas para vocês que sempre me acompanharam, torceram e vibraram. É o final de um ciclo e fases da nossa vida. E, sem dúvida, é o maior evento do movimento paralímpico e poder dizer o adeus nesse evento, é um momento espetacular, um momento de muita alegria”, destaca. 
 
 

Esportivamente

Esportivamente

Daniel Ottoni é repórter de esportes especializados do jornal O Tempo, do portal Super.FC e da rádio Super. Com experiência de cobertura em Copa do Mundo, Olimpíada e Mundiais de vôlei, tem uma predileção por bastidores e lado B. Por aqui, espaço para os esportes que têm uma religião chamada futebol como concorrente em muitos momentos.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000