Da redação
03/06/20
17h07

Desaparecimento

Caso Madeleine McCann: polícia identifica preso na Alemanha como novo suspeito

Desaparecimento da garota britânica de 3 anos, em Portugal, completou 13 anos sem solução

madeleine.jpg
Madeleine desapareceu no Algarve quando tinha apenas 3 anos — Foto: Metropolitan Police/AFP
1260.jpg
mccann-crianca-desaparecida-20120502-original4.jpeg
O casal Kate e Gerry McCann segura retrato da possível aparência de sua filha Madeleine, em 2014 — Foto: Leon Neal/AFP
Da redação
03/06/20 - 17h07

Um detento alemão de 43 anos cuja identidade não foi revelada é apontado como novo suspeito pelo desaparecimento da garota britânica Madeleine McCann, de 3 anos, enquanto passava férias com os país em um resort na Praia da Luz, no Algarve, em Portugal, há 13 anos.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, investigações da polícia metropolitana inglesa registros telefônicos colocam o suspeito na área da Praia da Luz no dia em que Madeleine desapareceu. O homem, que atualmente cumpre pena outro delito, teria vivido no Algarve entre 1995 e 2007, dentro de um van branca, da marca Volkswagen e também teria um carro da Jaguar ao qual teria acesso. 

A polícia ainda identificou dois números de telefone celular ligados ao suspeito. Um teria sido usado por ele para receber uma chamada entre às 19h32 e 20h02 do dia 3 de maio, na área da Praia da Luz, momentos antes dos pais de Madeleine terem descoberto que a filha havia desaparecido. O outro número é o que iniciou a ligação, cujo dono ainda não identificado pode ser uma "testemunha altamente importante" do caso, conforme aponta a polícia.

"O nome deste suspeito era conhecido da nossa investigação. Não posso dar detalhes sobre como era conhecido, mas já era conhecido antes de recebermos informação nova em 2017. Desde então, temos continuado a trabalhar de forma muito próxima com colegas em Portugal e na Alemanha", afirmou o subcomissário da Metropolitan Police, Stuart Cundy.

No último dia 12 de maio, data em que Madeleine completaria 17 anos, os pais da garota Kate e Gerry McCann, emitiram um comunicado sobre o caso.

“Gostaríamos de agradecer às forças policiais envolvidas por seus esforços contínuos na busca por Madeleine. Tudo o que sempre desejamos é encontrá-la, descobrir a verdade e levar os responsáveis ​​à justiça. Nunca vamos perder a esperança de encontrar Madeleine viva, mas seja qual for o resultado, precisamos saber, pois precisamos encontrar a paz”, disseram. 

Relembre o caso

Madeleine McCann desapareceu poucos dias antes de completar 4 anos, em 3 de maio de 2007, do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gêmeos, mais novos, num apartamento de um resort, na Praia da Luz, no Algarve. Desde então, nunca mais foi encontrada.

O caso midiático ficou famoso no mundo e, recentemente, um documentário sobre seu desaparecimento foi exibido na plataforma de streaming Netflix em formato de minissérie. Os próprios pais de Madeleine chegaram a ser acusados de terem forjado o sumiço da garota, mas eles acabaram sendo inocentados pela investigação, que foi reaberta em 2013 pela Polícia Judiciária de Portugal.

 

Pelo Mundo

Pelo Mundo

Josias Pereira é repórter do Super FC e escreve sobre futebol internacional, um espaço voltado inclusive às ligas alternativas mundo afora, variadas modalidades esportivas, como basquete, futebol americano, beisebol, dentre outras, além de literatura e turismo esportivo.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000